quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Os ônibus BRT articulados e climatizados da linha 222 - Antônio Bezerra/Papicu via Antônio Sales

29/12/2014 - Fortalbus

Com a recente inauguração do novo Terminal Antônio Bezerra e a adoção de diversas faixas preferenciais para ônibus, e a entrega dos viadutos do Cocó, o BRT de Fortaleza ficou cada vez mais consolidado. Os ônibus articulados climatizados, que contam com atributos como câmbio automático e suspensão pneumática, compõem a frota da linha 222 (Antônio Bezerra/Papicu/Antônio Sales).

A nova linha 222 - BRT Antônio Bezerra/Papicu via Antônio Sales, veio para inovar e desafogar três outras, a 074 (Antônio Bezerra/Unifor), a 028 (Antônio Bezerra/Papicu) e a 079 (Antônio Bezerra/Náutico), fazendo com que a demanda entre o terminal Antônio Bezerra e Papicu seja dividida. 




As estações BRT na Avenida Bezerra de Menezes, em Fortaleza, estão em fase de conclusão, mas algumas já estão totalmente finalizadas, demostrando assim como será o futuro transporte coletivo de Fortaleza.

Ao todo serão 10 estações. Quando o corredor for entregue os ônibus deixarão de trafegar pela direita e, tanto os ônibus sanfonados da linha 222- Antônio Bezerra/Papicu via Antônio Sales, quanto os ônibus das linhas normais, irão operar com paradas no canteiro central.



As paradas de ônibus são diferentes das que habitualmente utilizamos diariamente, Haverá paradas destinadas aos ônibus convencionais, com portas na direita, e para ônibus articulados, que tem porta à esquerda. Os usuários terão acesso às estações no canteiro central, por meio das faixas de pedestres que serão instaladas com semáforos em cada uma das cinco paradas em cada sentido.





A principal vantagem do BRT é diminuir o tempo de percurso do transporte público e, consequentemente, o tempo de espera do passageiro nas paradas, no deslocamento que liga o Terminal do Antônio Bezerra ao Terminal do Papicu. 





Com isso, o ônibus sairá do Terminal Antônio Bezerra, pegará a faixa exclusiva na Av. Mister Hull, entrará no BRT da Bezerra de Menezes, seguirá pelas faixas exclusivas da Domingos Olímpio e Antônio Sales, pegando o viaduto do Cocó e finaliza seu percurso no Terminal Papicu. 

O ônibus articulado da Viação Santa Cecília, foi o primeiro a chegar para as operações no Expresso Fortaleza, O modelo escolhido foi o Gran Metro, fabricado pela Mascarello, carroçadora que é a preferência majoritária da Santa Cecília na aquisição de novos veículos. 





O possante é montado sobre chassi Volvo B340M, o que também destaca a vanguarda da empresa, visto que as últimas aquisições da montadora sueca em Fortaleza se deram há quase 20 anos. O Gran Metro possui itens que garantirão maior conforto aos usuários, como sistema de ar refrigerado, poltronas com almofadas, piso taraflex, além de suspensão pneumática, computador de bordo, bem como sistemas de freio a disco com ABS e controle de tração.





Já a Mercedes-Benz não poderia ficar de fora dessa nova tecnologia, e a cidade de Fortaleza com seu importante mercado de vendas ganhou novos ônibus articulados trazendo a marca e confiança da Mercedes-Benz. São sete unidades do modelo O 500 MA de piso alto. Com capacidade para 150 passageiros, os articulados O 500 MA que operaram em Fortaleza, possuem configuração de portas altas à esquerda, para acesso junto ao canteiro central no corredor BRT Antônio Bezerra/Papicu. Para maior conforto dos usuários, são equipados com ar condicionado e suspensão pneumática. Além disso, o motorista é beneficiado com as facilidades do câmbio automático.





Os articulados O 500 da Mercedes-Benz, assim como os demais ônibus urbanos da marca, são reconhecidos no mercado pelo reduzido consumo de combustível, baixo custo operacional e de manutenção. Além disso, a robustez e a resistência dos chassis Mercedes-Benz asseguram um alto índice de disponibilidade na severa operação do transporte urbano em Fortaleza.





segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Tempo de viagem no ônibus é mais curto que em carro

28/12/2014 -  O Povo - Fortaleza

Inaugurada há cerca de um mês, a linha de ônibus 222 - que liga os terminais Antônio Bezerra e Papicu, com passagem por toda a extensão da avenida Antônio Sales - tem facilitado a vida dos passageiros. Após teste, O POVO comprovou que o tempo de viagem feita no coletivo é três minutos menor que o mesmo percurso feito em um carro de passeio. A comparação foi feita no horário de almoço de uma quarta-feira em um dos ônibus articulados que compõem a frota de oito veículos da linha.

Do Terminal do Antônio Bezerra ao Terminal do Papicu foram 50 minutos de viagem tranquila, com frenagens menos bruscas do que nos ônibus convencionais e sensação térmica agradável devido ao ar-condicionado, característica que predomina a curiosidade da maioria dos usuários. Nos mesmos dia e horário, um carro do O POVO seguia acompanhando o mesmo percurso da linha 222 na parte da via que lhe cabia. O tempo percorrido pelo carro foi de 53 minutos.

O motivo da equivalência entre os tempos de viagem, alega Roberto Freitas, fiscal do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus), são as repetidas paradas que o ônibus faz ao longo do trajeto. Ou seja, o tempo poderia ser ainda menor caso a distância entre as paradas fosse mais longa.

Ezequiel Dantas, engenheiro da Prefeitura de Fortaleza, diz que a diferença de três minutos do carro para o ônibus é significativa e deve ser considerada um avanço no tempo de viagem. Quando você coloca a diferença de três minutos, você não está considerando que, sem a priorização (nas faixas exclusivas), o ônibus nunca chegaria no mesmo tempo do carro. É maravilhoso essa diferença ser pequena, avalia.

Conforto

Para a atendente Josevilma Leite, 47, que todos os dias precisa se deslocar do Terminal do Antônio Bezerra para a rua Padre Valdevino, onde trabalha, os novos ônibus articulados são bons porque são mais confortáveis. Em viagens tranquilas, ela conta, consegue chegar ao seu destino em 30 ou 40 minutos. E diz que o único trecho que dificulta o trajeto fica na avenida Bezerra de Menezes, próximo às obras do BRT (Bus Rapid Transit). É um pedacinho que atrapalha muita coisa, reclama a atendente.

Motorista da linha, Lima Filho, 50, afirma que, comparando com tempos em que a Cidade não tinha faixas de priorização do transporte público, os ônibus já avançaram muito na velocidade. Não fosse o trecho na avenida Domingos Olímpio, relata o motorista, onde fotossensores foram vistos pela reportagem ainda em processo de instalação, a linha atrasaria menos ainda, já que carros e motos teriam, por obrigação, de respeitar a faixa.

Saiba mais

De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus), o tempo de viagem (ida e volta) em horários fora de pico varia entre 96minutos e 108minutos.

Dependendo do tempo aplicado, a velocidade varia de 14,2 quilômetros por hora a 15,3km/h.

Em média, a linha 222 (Antônio Bezerra/Antônio Sales/Papicu) faz 57,5 viagens por dia.

Sindiônibus diz que linha é avaliada diariamente

O Sindiônibus explica que a linha 222 ainda passa por avaliação. Em nota, a assessoria do sindicato diz que "diariamente é feito o acompanhamento da demanda transportada e dos resultados operacionais, para que os ajustes necessários sejam realizados. Como essa linha trafega pela avenida Bezerra de Menezes, cuja circulação está comprometida em decorrência das obras do corredor BRT, a velocidade operacional ainda não atingiu seu valor esperado, embora já tenhamos atestado um aumento de mais de 54% (de 9,5 quilômetros por hora para 14,6 km/h)".

De acordo com o engenheiro Ezequiel Dantas, as iniciativas do Plano de Ações Imediatas em Transporte e Trânsito (Paitt) de Fortaleza para a priorização do transporte público têm dois objetivos secundários que refletem diretamente no cotidiano da população: diminuir o tempo de espera e a lotação dos coletivos. "É uma linha que era muito cheia", concorda a atendente Ana Célia Batista, 32, que esperava ansiosa no terminal Papicu para utilizar pela primeira vez o ônibus articulado.

sábado, 27 de dezembro de 2014

Primeira linha mista entra em operação a partir de segunda-feira

27/12/2014 - Diário de Pernambuco

A partir desta segunda-feira, entra em operação a primeira linha mista (BRT e convencional) que atenderá ao Terminal Integrado da Caxangá. Serão 14 novos veículos, sendo nove BRTs e cinco comuns articulados, que devem transportar, em média, três mil passageiros por dia. Com a implantação da linha 437 - TI Caxangá (Centro), os convencionais Tabatinga e Jardim Primavera (Vale das Pedreiras) passam a funcionar como linhas alimentadoras e terão os itinerários modificados. O TI Caxangá (Centro) começa a ser testado hoje.

Com a implantação da TI Caxangá (Centro), os ônibus Tabatinga e Jardim Primaveira (Vale das Pedreiras) circulam dos bairros até o Terminal Integrado da Caxangá, de onde será possível embarcar e seguir até o Centro do Recife. Para os passageiros que vão descer no Derby ou na Avenida Guararapes, onde há estações, o BRT é a melhor alternativa. Já o ônibus convencional articulado é a opção para quem for até a Conde da Boa Vista, onde ainda não existe faixa exclusiva nem estações.

O modelo será misto até o fim do primeiro semestre de 2015, quando os terminais da 3ª e 4ª perimetrais, na Caxangá, estão previstos para ficar prontos. ?O projeto do BRT previa que todo o corredor ficaria pronto no mesmo momento, mas a obra atrasou. Quando estiver pronto, não vou ter mais nenhum veículo convencional no trânsito da Caxangá. Só BRT. Até lá, vamos precisar de alternativas?, justificou o diretor de operações do Grande

Recife, André Melibeu. A solução, disse ele, foi indicada pelos moradores das comunidades de Camaragibe.

A operadora de telemarketing Maria Thaís, 20 anos, gasta cerca de uma hora e meia para se deslocar de Camaragibe ao Centro do Recife em um ônibus apertado e quente. Com a linha TI Caxangá (Centro), ela acredita que o tempo será reduzido. ?Gasto muito tempo para chegar ao meu destino. É um tempo perdido no meu dia. Vai ajudar muito essa linha expressa?, conta.

Das 12 estações em operação no corredor Leste/Oeste, apenas a Capibaribe não será atendida pela nova linha. Com ela, o corredor terá um total de quatro em operação, contando com a Camaragibe (Centro) e Camaragibe (Derby).

Saiba mais

Nova linha 437 - TI Caxangá (Centro)

14

novos veículos

9

BRTs

5 convencionais articulados

Novo itinerário das linhas Tabatinga e Jardim Primavera (Vale das Pedreiras):

Seguirão o trajeto atual até a Caxangá, entrarão na Avenida Afonso Olindense e Rua Rodrigues Ferreira, de onde retornarão para o TI da Caxangá

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Av. Perimetral terá faixas exclusivas a partir de sexta-feira (19/12/2014)

18/12/2014 - Diário do Nordeste - CE

A partir desta sexta-feira, dia 19, começam a funcionar as faixas exclusivas para ônibus naAvenida Perimetral, na Zona Sul de Fortaleza, no trecho compreedido entre a Avenida Juscelino Kubitschek e a BR-116, em7,2 Km de extensão. A informação foi confirmada pela Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e Secretaria de Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), responsável pelo Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito(Paitt).
De acordo com o engenheiro do Paitt,  Ezequiel Dantas, aplicação de multas só começa a valer depois da instalação dos equipamentos de câmeras e sensores ao longo do respectivo trecho. Segundo ele, esse processo deve durar em torno de 15 dias e aí sim, no início de janeiro, com a fiscalização eletrônica pronta, as multas começam a ser aplicadas.

Além das faixas exclusivas, foram instaladas as novas paradas de ônibus padronizadas com distância de 500 metros entre uma e outra. Nelas, o usuários também pode conferir as linhas de ônibus e vans que circular na via e seus roteiros de viagem. Dantas explica que a implantação dos abrigos obedecem a estudos técnicos, mas que em outros locais da cidade elas poderão ter uma distancia menor de até 300 metros.

Dentro do cronograma do Paitt, no primeiro trimestres de 2015 serão implantadas faixas exclusivas nas avenidas as avenidas Presidente Castello Branco (Leste-Oeste), um segundo trecho da Perimetral (entre a Juscelino Kubitschek e a Godofredo Maciel) e a Aboliçãoreceberão as faixas exclusivas para ônibus. Segundo Ezequiel Dantas, até o fim do primeiro semestre do próximo ano, outras duas via, a Washington Soares e a Raul Barbosa também terão as faixas.
Quem desrespeita as faixas exclusivas para ônibus comete infração leve, que gera multa de R$53,20, além de três pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O sistema prevê exclusividade de segunda a sexta-feira das 5h às 21h e aos sábados de 5h às 16h. Em caso de feriados e domingos, o tráfego fica livre a todos os condutores. 

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Faixa para ônibu0s começa a funcionar em João Pessoa

02/12/2014 - Jornal da Paraíba

Desde ontem, parte da Epitácio Pessoa, principal avenida de João Pessoa, passou a contar com faixa exclusiva para ônibus, mas no primeiro dia de mudança muitos condutores 'desavisados' desrespeitaram a sinalização e invadiram a via, identificada por uma faixa na cor azul. A exclusividade foi implantada a partir do cruzamento da avenida Amazonas, no bairro dos Estados, até o Parque Sólon de Lucena (anel interno), onde já existe faixa desse tipo.

A medida faz parte da preparação das vias para o Bus Rápid Transit (BRT), que deve ser implantado no próximo ano, e amplia a faixa exclusiva de 2,5 quilômetros (km) para mais de 7km.

Na faixa exclusiva, além dos ônibus, podem circular as bicicletas, desde que tomem os cuidados necessários, como a distância de segurança entre os coletivos urbanos, veículos da Polícia Militar, Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) e ambulâncias que estejam em situação de emergência com luzes e sirenes acionadas. As intervenções foram feitas no sentido Centro/Praia e Praia/Centro.

Os veículos comuns também podem trafegar pelo local, mas somente quando tiver curva à direita e os condutores forem fazer uso dela. Além disso, o acesso deve ser apenas nos últimos 50 metros antes da mudança de rota. Entretanto, não foi bem isso que a reportagem verificou na manhã de ontem. Em um pequeno intervalo de tempo, vários veículos foram flagrados fazendo o uso indevido das faixas exclusivas.

Quando questionado sobre o uso da via destinada aos coletivos urbanos, o condutor de um carro, que não quis se identificar, disse que percebeu a faixa mais livre e por isso a usou. "Não tinha percebido que estava pintado, mas mesmo assim vou entrar na próxima rua a direita, não tinha como estar no outro lado da rua", justificou.

Para o motorista de ônibus Alberto Pereira, que trabalha diariamente trafegando pela Epitácio Pessoa, apesar do descuido de alguns condutores, a medida já fez efeito no fluxo do trânsito. "É só adaptação. Quando todos já estiverem familiarizados, não haverá mais problema. Mesmo assim, já estou sentindo diferença. A viagem fica mais rápida", afirmou.

Falando em rapidez, esse é o principal objetivo da Semob, que com a ampliação da faixa exclusiva de ônibus quer que haja uma distribuição mais justa das vias da cidade, priorizando o transporte coletivo que, em média, é responsável por aproximadamente 70% dos deslocamentos da população, que soma cerca de 270 mil usuários. A ampliação também servirá para a implantação do Bus Rápid Transit (BRT) ou Transporte Rápido por Ônibus, que proporcionará mobilidade urbana rápida, confortável e segura aos passageiros.

De acordo com o órgão, o critério para a definição do trecho escolhido foi o número de linhas que circulam no corredor e a existência de vias paralelas por onde os veículos particulares podem circular de maneira alternativa à Epitácio Pessoa. Para isso, agentes de mobilidade estarão orientando os condutores por um período de 30 dias até a adaptação completa.

FAIXAS EXCLUSIVAS

Atualmente, na capital, existe faixa exclusiva a partir do anel interno da Lagoa, Viaduto Miguel Couto, avenida Cardoso Vieira, avenida Candido Pessoa e avenida Sanhauá até o Terminal de Integração do Varadouro. Após o terminal, a faixa prossegue pela rua Padre Azevedo, rua Padre Meira até o cruzamento da avenida General Osório com rua Guedes Pereira.

Com a ampliação, esses trechos serão interligados à Epitácio Pessoa até o cruzamento com a avenida Amazonas (proximidades do supermercado Extra), incluindo as avenidas Getúlio Vargas, Almirante Barroso e Maximiano Figueiredo.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Ampliação de faixas exclusivas para ônibus modifica trânsito em João Pessoa

01/12/2014 - Momento PB - João Pessoa/PB

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) vai ampliar, a partir desta segunda-feira (1), as faixas exclusivas para o transporte coletivo urbano. As novas faixas serão implantadas na Avenida Epitácio Pessoa, a partir do cruzamento da Avenida Amazonas até o Parque Sólon de Lucena (anel interno), onde já existe faixa exclusiva. Com essa medida, a faixa exclusiva para ônibus será ampliada de 2,5 km para mais de 7 km.

De acordo com o superintendente executivo de Mobilidade Urbana de João Pessoa Roberto Pinto, a ampliação da faixa exclusiva de ônibus faz parte da preparação das vias para a implantação do Bus Rápida Transit (BRT) ou Transporte Rápido por Ônibus, que proporcionará mobilidade urbana rápida, confortável e segura aos passageiros.

O gestor aposta na redução do tempo de viagem de ônibus nos trechos onde as faixas exclusivas serão ampliadas.  Atualmente, existe faixa exclusiva a partir do anel interno da Lagoa, Viaduto Miguel Couto, Avenida Cardoso Vieira, Avenida Candido Pessoa e Avenida Sanhauá até o Terminal de Integração do Varadouro. Após o terminal, a faixa prossegue pela Rua Padre Azevedo, Rua Padre Meira até o cruzamento da Avenida General Osório com Rua Guedes Pereira. Com a ampliação, esses trechos serão interligados a Epitácio Pessoa até o cruzamento com a Avenida Amazonas (proximidades do supermercado Extra), incluindo as Avenidas Getúlio Vargas, Almirante Barroso e Maximiano Figueiredo.

A Semob se reuniu com representantes do Ministério Público da Paraíba, OAB-PB, Procon-PB, Procon-JP e Procon-Legislativo, a Associação de Desfesa dos Usuários do Transporte Coletivo do Estado da Paraíba (AUTCP), o Sindicato dos Transportes Urbanos (Sintur) e o Sindtaxi com a finalidade de debater sobre a faixa exclusiva de ônibus.

Após vários encontros, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi firmado no Ministério Público entre as entidades, sindicatos, associações e Prefeitura de João Pessoa em que ficou acordada a ampliação da faixa exclusiva para proporcionar melhorias na prestação de serviços de transporte coletivo e de mobilidade da cidade.

O critério para a definição do trecho escolhido foi o número de linhas que circulam no corredor e a existência de vias paralelas por onde os veículos particulares podem circular de maneira alternativa à Epitácio Pessoa. Desde o ano passado, a PMJP tem realizado obras e intervenções de vários portes para criar opções a Epitácio Pessoa como a implantação dos binários do Bairro dos Estados, do entorno do Espaço Cultural e a construção do viaduto sobre a BR-230, em Tambauzinho, que ligará as ruas José Florentino Júnior e a Deputado José Mariz.

Com a faixa exclusiva, a intenção da Semob é que haja uma distribuição mais justa das vias da cidade, priorizando o transporte coletivo, que em média, é responsável por aproximadamente 70% dos deslocamentos da população.

Segundo Roberto Pinto, a medida faz parte do plano para melhorar a mobilidade urbana da cidade, dando mais atenção ao transporte coletivo, tornando-o mais rápido e eficiente. Toda cidade de médio e grande porte, no Brasil e no mundo, prioriza o transporte coletivo. João pessoa necessita seguir essa tendência para melhorar a mobilidade. Contudo, estamos pensando no conjunto e não deixaremos de nos preocupar com os deslocamentos particulares, que também ocupam os espaços. Por isso, a importância de também oferecer rotas alternativas à população, afirmou.

Para o superintendente, a implantação da faixa exclusiva trará vantagem para cerca de 270 mil passageiros que circulam diariamente nos ônibus da Capital. A intenção é impactar positivamente os deslocamentos coletivos, ressaltou. Entre as vantagens podemos citar o aumento da velocidade operacional dos ônibus; diminuição do tempo do passageiro dentro do veículo, o que permitirá maior fluidez na circulação viária para os ônibus, além de redução dos custos com combustível e da emissão de poluentes.

Além dos ônibus, apenas as bicicletas (resguardada a distância mínima de segurança) poderão circular na faixa. Os veículos particulares só poderão utilizar as faixas exclusivas para entrar/sair de estacionamentos ou 50 metros antes quando for entrar à direita em alguma rua transversal.

Os veículos de saúde, de emergência, viaturas policiais e de fiscalização, inclusive da Semob, poderão circular pela faixa exclusiva se estiverem em serviços de urgência com sinalização sonora e de luz acionadas.


domingo, 30 de novembro de 2014

CCR pode ser autorizada a ter linha própria de

29/11/2014 - Bahia Notícias

O governador Jaques Wagner e o prefeito ACM Neto caminham para um entendimento sobre a tarifa de integração do Metrô de Salvador, mas, segundo a coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde, o chefe do Executivo municipal informou que o impasse se dá por um recuo do governo no subsídio ao preço do bilhete.

De acordo com a coluna, Neto afirma que a passagem de ônibus subiria de R$ 2,80 para R$ 3,90, sendo R$ 1,10 custeado pelo Estado, conforme previsto em contrato. O governo, no entanto, só quer pagar R$ 0,55.

O prefeito ainda disse que, como sinal de boa vontade para resolver o problema, técnicos da prefeitura começam a admitir a possibilidade de permitir que a concessionária do metrô, a CCR, tenha sistema de ônibus próprio para alimentar o modal.

"É ruim para o sistema de ônibus, porque vai tirar passageiro. Mas, paciência, é uma alternativa. Resta saber se a concessionária vai querer montar e operar o sistema", disse Neto.

Sobre a linha 2 do metrô, o prefeito afirma que as negociações estão avançadas. Ele se comprometeu, segundo a coluna, com a construção do viaduto que interligará a área servida pelo metrô com o BRT Lapa – Iguatemi.




Enviado por Samsung Mobile

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Faixas exclusivas para ônibus em João Pessoa têm aprovação

26/11/2014 - Jornal da Paraíba


A Epitácio Pessoa já está sinalizada, pronta para a modificação de trânsito que acontecerá a partir da próxima segunda-feira: a implantação das faixas exclusivas para ônibus. Para a população, a mudança será positiva, porém precisa ser fiscalizada para garantir melhorias reais no fluxo de veículos do local.

A mudança ampliará as faixas exclusivas já existentes, que passarão de 2,5 quilômetros (km) para 7 km. Atualmente, há faixa exclusiva a partir do anel interno da Lagoa, Viaduto Miguel Couto, avenida Cardoso Vieira, avenida Candido Pessoa e avenida Sanhauá até o Terminal de Integração do Varadouro. Após o terminal, a faixa prossegue pela rua Padre Azevedo, rua Padre Meira até o cruzamento da avenida General Osório com rua Guedes Pereira.

Segundo informações da assessoria de comunicação da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP), a intenção da mudança é distribuir o fluxo de veículos nas vias da cidade, priorizando o transporte coletivo. Hoje, aproximadamente 270 mil pessoas utilizam os transportes públicos em João Pessoa, o que corresponde a cerca de 70% dos deslocamentos da população.

Com a ampliação, esses trechos serão interligados à Epitácio Pessoa até o cruzamento com a avenida Amazonas (proximidades do supermercado Extra), incluindo as avenidas Getúlio Vargas, Almirante Barroso e Maximiano Figueiredo. Essa modificação no trânsito pertence ao projeto de implantação do Bus Rapid Transit (BRT) – Transporte Rápido por Ônibus -, que acontecerá no sentido de promover um transporte mais rápido, confortável e seguro aos passageiros.

Para garantir que não haja congestionamento do trânsito, vias alternativas foram preparadas pela Semob, como os binários do Bairro dos Estados, do entorno do Espaço Cultural e a construção do viaduto sobre a BR-230, em Tambauzinho, que ligará as ruas José Florentino Júnior e a Deputado José Mariz.

Além dos ônibus, apenas as bicicletas (resguardada a distância mínima de segurança) poderão circular na faixa. Os veículos particulares só poderão utilizar as faixas exclusivas para entrar/sair de estacionamentos ou 50 metros antes quando for entrar à direita em alguma rua transversal.

Os veículos de saúde, de emergência, viaturas policiais e de fiscalização, inclusive da Semob, poderão circular pela faixa exclusiva se estiverem em serviços de urgência com sinalização sonora e de luz acionadas.

Os motoristas terão todo o mês de dezembro para se adaptarem e, neste período, haverá agentes de mobilidade da Semob dando orientações e distribuindo panfletos para informar a população quanto às mudanças.

Implantação no Centro de CG não tem data

STTP só irá implantar essa mesma faixa seletiva na avenida Floriano Peixoto, no Centro, após alterações no entorno central da cidade.

Mesmo após a implantação da faixa exclusiva de ônibus na avenida Giló Guedes, mais conhecida como avenida Canal, em Campina Grande, em 2012, que possibilitou a diminuição do congestionamento de veículos na área, a Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STTP) do município só irá implantar essa mesma faixa seletiva na avenida Floriano Peixoto, no Centro, após alterações no entorno central da cidade. A proposta é inicialmente reduzir a quantidade de tempos nos cruzamentos semafóricos para que os coletivos ganhem mais agilidade na rota do Centro.

De acordo com Araci Brasil, gerente de trânsito da STTP, para que a faixa exclusiva na principal avenida da cidade funcione de acordo com a proposta do Conselho de Mobilidade, é necessário diminuir o tráfego de passagem pelo Centro da cidade, e também acabar com as confluências à esquerda em alguns cruzamentos. Ela ainda disse essas alterações também poderão ocasionar no fechamento de determinadas vias, o que limitará a circulação de veículos na área do central.

"A faixa exclusiva da avenida Canal deu certo, mas ainda iremos melhorar o fluxo naquela área reduzindo o tempo de espera no cruzamento semafórico da rua Quebra Quilos, onde funcionava o Banco do Brasil. Já a implantação da Floriano Peixoto, na área do Centro, só será possível quando reduzirmos o fluxo de passagem nas ruas Maciel Pinheiro e Venâncio Neiva, eliminando as confluências à esquerda, principalmente na Maciel Pinheiro. Só assim os coletivos ganharão em agilidade e não irão esperar muito tempo nos semáforos", disse Araci.

A gerente de trânsito explicou que até o final do ano que vem essas medidas deverão ser implantadas, uma vez que é preciso tempo para que os condutores se adequem. Ela ainda destacou que a limitação ao acesso da Maciel Pinheiro é apenas uma das saídas que podem ser implantadas para estimular que os motoristas só trafeguem pela área central quando precisarem. Araci ainda afirmou que a proibição da confluência à esquerda da Maciel Pinheiro para a Floriano Peixoto também deverá ser proibida, para que o tempo de espera do semáforo neste cruzamento seja menor.

"Pensamos em limitar o acesso da Maciel Pinheiro, de quem vem pela Epitácio Pessoa, para reduzir a quantidade de veículos que cruzam essa rua. A maioria dos condutores está só de passagem para o Açude Velho, e isso prejudica o tráfego. Com essa medida, e a proibição da confluência à esquerda na Floriano Peixoto, os ônibus esperarão menos tempo no cruzamento semafórico, teremos condições de implantar a faixa exclusiva, e ainda oferecer a 'onda verde', que dará mais fluidez ao longo de toda a avenida", acrescentou Araci Brasil. 

domingo, 23 de novembro de 2014

Corredor exclusivo para ônibus pode desativar estacionamentos em Campina Grande

23/11/2014 - Jornal da Paraíba

Os corredores exclusivos para o transporte coletivo são uma das saídas para melhorar o fluxo de veículos em Campina Grande e devem fazer parte do plano de mobilidade do município, que deverá ser finalizado em abril de 2015. Contudo, a execução dessa proposta pode provocar polêmica entre os condutores, já que para a implantação dessa alternativa alguns estacionamentos públicos da cidade precisariam ser desativados para que as vias exclusivas sejam instaladas e entrem em funcionamento. Quem explicou essa proposta foi Valéria Ramos, engenheira e membro da comissão de elaboração do plano de mobilidade, que foi discutido na manhã de ontem no auditório do Ipsem, quando foi realizada uma audiência pública para debater o tema.

"A prioridade que temos que estudar para esse plano de mobilidade é o transporte coletivo. Precisamos tirar os obstáculos e proporcionar um descolamento mais rápido, com mais qualidade. Com a prioridade do transporte coletivo, a proposta que está sendo debatida é implantar esses corredores em trechos das avenidas Floriano Peixoto e na Juscelino Kubitschek, Almirante Barroso, Getúlio Vargas e Aprígio Veloso, que deixarão de ter estacionamentos nas laterais das vias, o que facilitará o fluxo desses veículos", explicou Valéria Barros. Caso essa proposta seja confirmada no plano de mobilidade de Campina Grande, a Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STTP), ficará encarregada de implantar a sinalização nos locais, indicando a proibição do estacionamento, para que o local seja usado exclusivamente para os transportes coletivos.

Ar-condicionado, é o novo ítem de conforto dos ônibus de Fortaleza

23/11/2014 - Fortalbus

Chegou a Fortaleza o primeiro ônibus convencional da nova frota com ar-condicionado. Aos poucos, os 1.956 transportes coletivos da Capital serão substituídos. Os primeiros veículos fazem parte da frota da São José Transportes. Até 2020, todos os ônibus que circulam por Fortaleza terão ar-condicionado, acessibilidade para cadeirantes e menos poluentes.

"Esses veículos vão ser todos direcionados para as linhas onde estão sendo implantadas as faixas exclusivas. Até 2020, todos os ônibus de Fortaleza estarão equipados com ar-condicionado, conforme foi o nosso acerto com o prefeito", garante Dimas Barreira, presidente do Sindiônibus.

As unidades dos ônibus climatizados da São José Transporte Urbano, são do modelo Mega Plus, montado com chassi OF-1519. Além do sistema de climatização, outros diferenciais internos se destacam, como as poltronas estofadas, os novos veículos trazem uma modificação na identificação visual, com a circunferência em destaque na parte traseira. Cada ônibus dessa nova frota custou, em média, R$ 300 mil.

Os novos ônibus chegam para renovar o cenário de qualidade e conforto no transporte coletivo de Fortaleza, que passa atualmente por fortes transformações, e antenada sempre com a tecnologia e modernidade de seus ônibus, a São José Transportes Urbanos vai reduzindo a idade média de sua frota.

Grande Recife: Via Livre Norte/Sul passa a operar nos finais de semana

21/11/2014 - GRCT

Os usuários do Via Livre Norte/Sul ganharão mais opções de deslocamentos nos finais de semana. É que a partir do próximo sábado (22), a linha 1979 – TI Pelópidas (Dantas Barreto) passará a operar aos sábados e domingos. Com isso, houve um acréscimo de 44 viagens no sábado e 15 no domingo. A melhoria do serviço também implica nos horários das viagens, que foram estendidas até às 23h30.

A linha circulará nos dois dias, com seis BRTs, realizando 64 viagens por dia, com um intervalo de 15 minutos, a partir das 4h10. Ela atenderá todas as estações em operação do corredor: São Salvador do Mundo, Cidade Tabajará, Jupirá, Aloísio Magalhães, Tacaruna, Treze de Maio, Riachuelo e Praça da República.

Para mais informações, os usuários dispõem da Central de Atendimento ao Cliente no número 0800.081.0158.

Informações: GRCT

Primeiros ônibus convencionais com ar-condicionado de Fortaleza

Corredor exclusivo de ônibus e ciclofaixa são entregues em Fortaleza

21/11/2014 - Prefeitura de Fortaleza

Priorizando o transporte coletivo e os modais de circulação não motorizados, a Prefeitura de Fortaleza entregou à população, nesta sexta-feira (21/11), a faixa exclusiva de ônibus e a ciclofaixa da Av. Antônio Sales. A medida beneficiará cerca de 65 mil passageiros, usuários das 13 linhas que trafegam na via, diariamente, além de garantir mobilidade segura aos ciclistas.

A faixa de ônibus implantada na Av. Antônio Sales conta com um total de 4 km de extensão, no trecho compreendido entre as avenidas Dom Manoel e Engenheiro Santana Júnior, funcionando nos dias úteis, de 5h às 21 horas, e aos sábados, de 5h às 16 horas. Será permitido também o tráfego de vans, transporte complementar (vans) e escolar. Demais veículos só poderão adentrá-la para fazer conversões à direita nos cruzamentos imediatos ou acesso ao lote.

Para garantir o respeito ao espaço de circulação exclusiva dos ônibus, todo o corredor estará monitorado com equipamentos de fiscalização eletrônica em um prazo máximo de 30 dias. A estrutura já começou a ser instalada. Após a conclusão total da instalação, será dado ainda um período educativo de 15 dias para os motoristas se adequarem às novas regras de circulação. Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o valor da multa por transitar em faixa exclusiva é de R$ 53,20 e implica em três pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Iniciativa do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (Paitt), a implantação da faixa exclusiva na Av. Antônio Sales visa aumentar a velocidade operacional dos ônibus em até 40%, otimizando os deslocamentos e reduzindo o consumo de combustível e gases poluentes. Com essa intervenção, Fortaleza passará a contar com um total de 44,1 km de priorização do transporte coletivo e, até julho de 2015, esse número será de 137 km, onde 122 Km terão sido implantados no período de um ano.

Ciclofaixa
Em paralelo à implantação da faixa de ônibus, a avenida também está sendo contemplada com 3,5 km de ciclofaixa, que interliga a Av. Visconde do Rio Branco até a R. Monsenhor Catão. O espaço destinado aos ciclistas está situado no lado esquerdo e segue o sentido de circulação da via, estando devidamente sinalizado para garantir a segurança dos usuários.

Durante os primeiros dias de funcionamento da ciclofaixa, agentes da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC) intensificarão a fiscalização no trecho por meio de rotas volantes. A punição para o condutor ou motociclista que trafegar na ciclofaixa é gravíssima x 3 (R$ 574,62 + 7 pontos da CNH), enquanto que para quem estaciona irregularmente é grave (R$ 127,69 + 5 pontos da CNH + remoção do veículo).

Informações: Prefeitura de Fortaleza

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Ônibus climatizados começarão a circular na próxima semana em Fortaleza

20/11/2014 - Diário do Nordeste

Cinco novos ônibus com ar-condicionado devem começar a circular em Fortaleza na próxima semana. Os veículos fazem parte da nova frota, os quais, de acordo com determinação da Prefeitura, devem ser obrigatoriamente climatizados. Ainda não foram definidas quais linhas receberão os coletivos, mas, segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), terão preferência as que trafegam nas faixas exclusivas.

O anúncio foi feito ontem pelo presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), Dimas Barreira. Segundo ele, os veículos recém-adquiridos, pertencentes à empresa São José Transporte Urbano, pretendem fornecer conforto aos usuários, proporcionando viagens mais agradáveis. No entanto, Barreira destaca a necessidade de complementação entre a renovação da frota e as medidas de priorização do transporte público iniciadas nos últimos meses em Fortaleza, em especial a implantação de corredores dedicados unicamente aos ônibus.

"Um dos grandes desafios é fazer a frota produzir viagens mais rápidas. Sem o corredor exclusivo, o ar-condicionado não agrega valor. Nada vai amenizar uma viagem de 40 minutos, que deveria ser feita em 15. Com os corredores, os passageiros terão uma viagem melhor, mais rápida, e, agora, climatizada", destaca o chefe do sindicato.

Substituição

Conforme ele, a partir do dia 3 de dezembro, outros cinco ônibus climatizados serão incluídos à frota. Nos próximos meses, a expectativa é que mais veículos com ar-condicionado passem, aos poucos, a circular na cidade. Até 2020, todos os coletivos devem ser substituídos. Esse foi o prazo dado pelo prefeito Roberto Cláudio no início deste mês.

Para Barreira, houve avanços no transporte coletivo da Capital nos últimos meses, atribuída, principalmente, às faixas exclusivas implantadas em avenidas como Bezerra de Menezes, Universidade, Santos Dumont, Dom Luís, Domingos Olímpio e outras. De acordo com as estimativas do Sindiônibus, nos trechos com os espaços reservados, a velocidade dos ônibus dobrou.

"No tempo total das viagens, o resultado ainda é pouco, mas no trecho do corredor, a velocidade dobrou e diminuiu o tempo pela metade. Pode ser pouca diferença, mas para as pessoas que usam, com certeza mudou bastante", acredita o presidente.

O sindicato estuda a implantação das faixas na Avenida Perimetral e também espera a finalização do corredor para ônibus completo na Avenida Bezerra de Menezes, que deve ser entregue até o começo do próximo ano. A expectativa é terminar 2015 com 120 Km desses corredores exclusivos em Fortaleza.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Perimetral ganhará faixas exclusivas

19/11/2014 - Diário do Nordeste / O Estado do Ceará

Dando continuidade à política de priorização do transporte público coletivo nas ruas da Capital, a Prefeitura de Fortaleza deverá implantar, ainda neste mês, faixas exclusivas para ônibus na Avenida Perimetral, na zona sul da cidade. A medida faz parte do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (Paitt), e ainda não tem data para começar, faltando para tanto a conclusão de estudos de tráfego que estão em curso. A informação é da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), responsável pelo Paitt.

O trecho em que serão pintadas as faixas de uso restrito ainda não foi definido pelo órgão. Entretanto, observa-se que o segmento da via com maior fluxo de veículos é entre as avenidas Godofredo Maciel e Juscelino Kubitschek. Apesar de ainda não ter sido decidido o espaço de circulação exclusiva, o engenheiro Ezequiel Dantas, do Paitt, adianta que o sistema não será implantado ao longo de toda a extensão da avenida.

Ainda segundo o funcionário da Prefeitura, a próxima via a receber faixas específicas para o ônibus na Capital, com previsão de início de operação em dezembro deste ano, é a Av. Presidente Castello Branco (Leste-Oeste). Ezequiel também informou que todas as ruas do Centro da cidade que operam hoje com áreas preferenciais, como a Imperador, passarão a ter espaços exclusivos até julho de 2015, embora não haja data para a mudança.

Na próxima sexta-feira (21), será a vez da Av. Antônio Sales finalizar a implantação das faixas de uso restrito para ônibus. Com isso, os 4 Km de extensão da pista terão a demarcação no asfalto indicando a nova forma de circulação.

Ainda de acordo com o engenheiro do Paitt, a maioria dos motoristas tem respeitado as faixas que já estão já em atividade naquela avenida. A demarcação teve que se dar por etapas devido ao fato de a via também receber ciclofaixas.

A partir do momento em que um logradouro recebe a demarcação de áreas de circulação exclusiva para ônibus, segundo a SCSP, a Prefeitura Municipal de Fortaleza tem até 30 dias para providenciar a instalação de câmeras e sensores ao longo do respectivo trecho. O passo seguinte é o início da campanha educativa junto aos condutores, que deve durar 15 dias.

Passado o período, começam a ser aplicadas as punições aos motoristas que desrespeitarem o espaço.

Fiscalização

Até agora, já estão sendo fiscalizadas de maneira punitiva as Avenidas do binário Santos Dumont/Dom Luís e a Avenida da Universidade. Nas duas primeiras, as multas passaram a ser aplicadas a partir do dia 10 de setembro, tendo sido emitidas 1.376 notificações na região somente no primeiro mês. Já na avenida do bairro Benfica, as punições começaram a ser impostas no último dia 7 de novembro.

Na Av. Bezerra de Menezes, os condutores de veículos particulares que trafegam sobre o espaço para coletivos também são penalizados.

Os equipamentos de fiscalização, entretanto, estão temporariamente desligados, em função das obras do Bus Rapid Transit (BRT) que estão em desenvolvimento ao longo da via.

Quem desrespeita as faixas exclusivas para ônibus comete infração leve, que gera multa de R$53,20, além de três pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O sistema prevê exclusividade de segunda a sexta-feira das 5h às 21h e aos sábados de 5h às 16h. Em caso de feriados e domingos, o tráfego fica livre a todos os condutores.

O Estado do Ceará

Mudança melhora trânsito e gera dúvidas

Ontem foi o primeiro dia de implantação do sentido único na Avenida Visconde do Rio Branco, no trecho que compreende entre a BR-116 e Avenida Pontes Vieira, no bairro São João do Tauape. Apesar da movimentação tranquila na região e da aprovação das modificações pela maioria dos motoristas que transitavam no lugar, alguns ainda não sabiam da alteração de sentido.

O administrador Rodrigo Santos, 43 anos, por exemplo, trafegava na Avenida Pontes Vieira e não sabia, ainda, que a partir de ontem era proibido entrar à direita para a Avenida Visconde do Rio Branco. Ainda bem que os agentes de trânsito estavam no local para me orientar. Moro na região e agora terei que entrar uma rua antes para ter acesso à minha casa, disse. Segundo ele, a mudança era necessária na via. No sentido sul/norte era muito congestionado e refletia nas outras vias próximas à avenida também. Agora, espero que melhore.

O advogado Vinícius Rebouças acredita que as mudanças irão melhorar na avenida, mas trarão prejuízos na BR-116. Eu acredito que está melhor com a implantação do sentido único. Mas, em minha opinião, vai piorar na BR-116 por conta da implantação do semáforo próximo à rotatória. Antes, quando não tinha, já era muito congestionado, comentou.

Já o taxista Diego Dias reclama da mudança de ponto de táxi, que saiu do lugar em frente ao Hospital da Unimed e foi para a rua ao lado, na Monsenhor Salazar. A qualquer hora vai ficar bom, pois são cinco faixas para os carros. Não tem como ficar congestionado. Mas, para os taxistas ficou complicado, pois a maioria de nossos passageiros é do hospital e, agora, para acessarmos a entrada do lugar, temos que fazer um balão o que implica mais gasto de gasolina e de tempo, reclamou Dias.

Segundo a assessoria da Prefeitura, a alteração de circulação foi definida após a realização de estudos técnicos, que comprovaram a dificuldade na chegada dos veículos à Av. Visconde do Rio Branco pela BR-116. No local, chegam a trafegar seis mil veículos pela rodovia no sentido Messejana/Centro. As alterações nas vias fazem parte do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (Paitt).

OUTRAS ALTERAÇÕES

Além da Visconde do Rio Branco, a Rua  João Paulino Barros Leal, também,  mudou e agora tem sentido único norte/sul, entre a Avenida Pontes Vieira e a Rua Monsenhor Salazar, para atender à demanda que vem do Centro em direção à BR-116. A Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania (AMC) informou que, em cada via onde aconteceram mudanças, dois agentes de trânsito, por turno, estarão no local durante os primeiros dias de intervenção efetuando o controle de tráfego e orientando a população.

BINÁRIO

Além da implantação de sentido único, o binário existente nas ruas Paulo Firmeza e Monsenhor Salazar será prolongado. A Rua Paulo Firmeza, por exemplo, passa a operar com sentido único (oeste/leste), entre a Av. Visconde do Rio Branco e a Rua João P. Barros Leal. Já a Rua Monsenhor Salazar teve o sentido invertido, passando a concentrar o fluxo veicular no sentido contrário (leste/oeste), da Av. Visconde do Rio Branco à BR-116.

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

TCE mantém suspensa licitação para obras do BRT de João Pessoa

15/11/2014 - Jornal da Paraíba

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) decidiu manter suspensa a licitação que visa à contratação de empresa para execução das obras do Bus Rapid Transit (BRT) em João Pessoa. A determinação partiu do relator das contas de 2014 da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), conselheiro Fernando Catão, durante sessão da 2ª Câmara Deliberativa do tribunal, ocorrida ontem. Na segunda-feira, Fernando Catão vai se reunir com o prefeito Luciano Cartaxo (PT) para discutir as adequações que precisam ser feitas no edital de licitação.

Até ontem, a PMJP ainda não havia sanado 14 das 24 irregularidades apontadas pelo TCE no edital de licitação do BRT, que poderiam causar dano ao erário municipal. O TCE ainda aguarda informações sobre a realização da fase preparatória, o que é exigido no Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC) e realização de audiência pública para consultar a população acerca do impacto que as obras vão causar na capital.

Conforme Fernando Catão, não há no edital a indicação expressa da condição motivadora da opção da contratação integrada, bem como parâmetros objetivos para o julgamento pela melhor combinação de técnica e preço (30% para técnica e 70% para menor preço). O quesito matriz de risco é outro ponto questionado pelo TCE.

Para que o edital de licitação seja liberado, dentre outras adequações, a prefeitura também precisa modificar o item que não prevê a completa execução das obras necessárias para o funcionamento da rede de BRT, já que na contratação em questão está prevista somente a execução das fundações (alicerces) das estações de transferência. Segundo o conselheiro Fernando Catão, isso poderá ocasionar transtorno para a população com a indefinição do término da obra.

A sessão da 2ª Câmara foi acompanhada pelo procurador-geral do município, Adelmar Azevedo Régis, que estima que o processo licitatório seja concluído ainda este ano. "O tribunal aprovou alguns aprimoramentos feitos pela prefeitura, estamos analisando os outros itens. Vamos nos reunir com os técnicos e analisar, se houve alguma inconsistência nós vamos corrigir. Até o fim do ano nós vamos conseguir resolver essas divergências jurisprudenciais, publicar um novo edital ou manter o mesmo, caso o tribunal acate nossos argumentos", explicou.

Prazo do BRT de Fortaleza é novamente adiado

16/11/2014 - Diário do Nordeste

O corredor de ônibus da Avenida Bezerra de Menezes tem nova data para começar a operar. Com previsão anterior de conclusão ainda para este mês, o empreendimento só deve ficar pronto, de fato, na segunda quinzena de dezembro, segundo informa o titular da Secretaria de Infraestrutura de Fortaleza (Seinf), Samuel Dias. Enquanto isso lojistas e moradores da região se sentem prejudicados com a demora.

Desde que as obras começaram, as vendas na loja do comerciante Antônio Paulo da Silva cairam cerca de 60%. "Por causa das obras as pessoas estão deixando de transitar na avenida e, por isso, não vêm comprar por aqui", reclamou mostrando a loja vazia no meio da tarde.

Ao contrário de alguns meses atrás, ressaltou Silva, o trânsito na via melhorou, pois agora os condutores preferem procurar outras vias para trafegar. "A movimentação por aqui mudou demais. Até mesmo os engarrafamentos diminuiram".

Segundo o empresário José Elieser Oliveira Moreira, que tem uma loja naquela avenida, desde que as mudanças nas faixas tiveram início 79 estabelecimentos já fecharam. "É muito prejuízo. As vendas caíram mais de 60%", reclamou.

Devido ao ritmo lento da obra ele não acredita que tudo será finalizado e entregue para a população em dezembro. "Já adiaram tantas vezes que eu não sei mais o que é verdade. Além disso, o pessoal parece que trabalha em marcha lenta", destacou.

Até agora, 70% dos serviços do corredor de ônibus estão concluídos, informou Samuel Dias. Assim que o empreendimento for entregue, garante o gestor, o corredor entrará em funcionamento, proporcionando o aumento na velocidade dos coletivos e o encurtamento no tempo das viagens naquele trecho.

Para o secretário, os atrasos no cronograma devem-se a dois fatores. Um deles é a alteração no projeto original, que precisou sofrer ajustes à medida que a obra ia avançando, devido às circunstâncias encontradas em campo. "Para efetuar o serviço foi preciso escavar e, quando isso foi feito, percebeu-se a presença de tubos de drenagem que não estavam previstos, por exemplo", explica.

De acordo com Dias, fatos como este requerem mudanças na programação, que causam a diminuição o ritmo de produção na obra e, consequentemente, os atrasos.

O segundo motivo relatado pelo gestor para a demora na entrega do corredor é o fato de os serviços serem executados com mão de obra intensiva, utilizando prioritariamente a força humana, com poucas máquinas em operação.

"Obras pouco mecanizadas são mais sujeitas a atraso", argumenta Samuel Dias. A execução dos trabalhos está a cargo do consórcio Queiroz Galvão/Galvão Engenharia.

Maio

O trajeto do corredor para ônibus na Avenida Bezerra de Menezes terá, ao todo, dez estações. A implantação dos novos pontos de parada foi iniciada no último dia 15 de maio e tinha previsão inicial de entrega no mês de agosto, três meses atrás. O custo total do empreendimento é de R$ 9 milhões.

"Os ônibus já chegaram e as paradas elevadas já estão sendo construídas. Algumas faltam apenas paisagismo e acabamentos, e em outras ainda falta fazer a pavimentação das ilhas e também da via onde antes havia o canteiro central", diz o secretário de Infraestrutura da Capital.

sábado, 15 de novembro de 2014

Fortaleza: BRT Bezerra de Menezes/Centro, começam a funcionar no fim de dezembro

15/11/2014 - Verdinha

As estações de BRTs na Avenida Bezerra de Menezes, em Fortaleza, estão em fase de conclusão e devem ser entregues à população no fim de dezembro deste ano, de acordo com o prefeito Roberto Cláudio.

"Até final de dezembro todas as 10 estações estarão prontas. Nesse momento, os ônibus deixarão de andar pela direita e, tanto os ônibus sanfonados, quanto os ônibus normais, irão ter as paradas nos canteiros centrais", afirmou.

O prefeito disse ainda que haverá estações diferentes, de acordo com os tipos de ônibus. "Vai ter uma parada diferente para ônibus padrão, que tem porta na direita, e para ônibus sanfonado, que tem porta a esquerda", comenta.

A população terá acesso às estações, que ficam nos canteiros centrais, por meio das faixas de pedestres. "Vão ter faixas de pedestres com sinais em cada uma das cinco paradas. Na verdade, são 10, mas cinco de cada lado", disse.


A intenção da Prefeitura é diminuir o tempo de percurso do transporte público e consequentemente, o tempo de espera do passageiro nas paradas, no deslocamento que liga o Terminal do Antônio Bezerra ao Terminal do Papicu.

Com essas modificações, o ônibus sairá do Terminal do Antônio Bezerra, que passou por uma reforma recentemente, pegará a faixa exclusiva na Av. Mister Hall, entrará no BRT da Bezerra de Menezes, seguirá pelas faixas exclusivas da Domingos Olímpio e Antônio Sales, pegando o viaduto e finalizando o percurso no Terminal do Papicu.

O prefeito falou ainda que, até o final de 2016, 25% da frota de ônibus estarão rodando com ar-condicionado.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

População de São Cristóvão, em Sergipe, queima ônibus que quebrava todos os dias



29/10/2014 - Jornal do Dia - Sergipe

Usuários do transporte público da Grande Aracaju voltaram a se rebelar na manhã de ontem e incendiaram um veículo da Viação Tropical nas proximidades do povoado Cabrita, município de São Cristóvão. Conforme denúncia dos passageiros, essa foi a segunda vez que o mesmo veículo apresentou defeito no sistema e voltou a deixá-los no meio da estrada na espera por um carro substituto. Mobilizadas, algumas pessoas que estavam no veículo no exato momento da pane decidiram em conjunto incendiar o ônibus como forma de protesto e a fim de exigir que a empresa, ou Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT/AJU), viabilize a substituição imediata da frota com aquisição de ônibus novos. O ato de vandalismo ocorreu por volta das 6h30.

Minutos após, já com o veículo todo em chamas, uma guarnição da Companhia de Policiamento Rodoviário (CPRv) transitava pelo local e ao se deparar com o sinistro decidiu acionar o Corpo de Bombeiros através do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp). Para aqueles que dependem desse sistema integrado para se locomover diariamente entre as duas cidades, é preciso que mobilizações sem atos criminosos sejam promovidos. O pedido também é para que os órgãos públicos administrativos e de fiscalização intervenham no pleito da comunidade. Após o reajuste da tarifa de ônibus, aprovada em junho do ano passado pela Câmara de Vereadores e sancionada pela Prefeitura de Aracaju, os passageiros acreditavam em avanços.

Segundo o auxiliar de jardinagem Luís Américo dos Santos, que estava no momento do incêndio, o motorista e cobrador não interferiram nos planos de incendiar o veículo com possível receio de serem linchados por alguns dos passageiros mais exaltados. "Eu preferi nem me meter porque sabia que a polícia poderia parar aqui e prender todos que planejaram e tocaram fogo no ônibus, mas de fato já estamos no limite da paciência. Disseram que com o aumento da tarifa a qualidade iria melhorar, mas até hoje esperamos essa promessa dos vereadores que aprovaram o projeto da SMTT e Setransp, e do prefeito João Alves Filho que decretou o projeto legal", disse.

Diante da ocorrência detalhada pelos funcionários da empresa, o sargento Genivaldo Santos decidiu acionar outras equipes de policiamento com o propósito de identificar os principais responsáveis pelo ato. Outras equipes chegaram ao local, mas não encontrou nenhum manifestante. Todos já haviam subido em outro ônibus. "Concordo que esse tipo de atitude não deve acontecer, mas também não crucifico o pai de família que todo mês recebe um bom desconto por chegar atrasado no emprego depois do ônibus quebrar duas ou até três vezes por quinzena. Eu mesmo estou cansado desses problemas e entrei num consócio de moto porque aqueles que dependem do serviço de ônibus em Aracaju não tem vida fácil", declarou o vigilante Anderson Siqueira.

Este foi o nono ônibus incendiado este ano na Grande Aracaju. Sete deles foram vítimas de um ataque criminoso em 16 de junho quando estavam estacionados em um posto de combustíveis desativado na Avenida Tancredo Neves. Até o início da noite de ontem a direção da SMTT não havia se pronunciado quanto a este caso registrado na Rodovia João Bebe Água. A expectativa é que as investigações continuem para identificar os possíveis responsáveis por atear fogo.

A empresa Tropical decidiu suspender a linha, alegando falta de segurança.

Nova faixa exclusiva é implantada na Av. Antônio Salles

29/10/2014 - Diário do Nordeste - Fortaleza


A implantação das medidas do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (Paitt) chega à Av. Antônio Sales esta semana. Um dos principais corredores de tráfego de Fortaleza, a via recebe, na próxima sexta-feira (31), uma faixa exclusiva para o transporte coletivo e uma ciclofaixa. A implantação, que será feita em quatro etapas, tem início no trecho compreendido entre as avenidas Virgílio Távora e Engenheiro Santana Júnior.

A primeira etapa de implementação, que tem cerca de 700 metros, foi acelerada para atender à demanda que será criada após a entrega da segunda parte do viaduto no Cocó, conforme o secretário executivo de conservação e serviços públicos, Arcelino Lima. "O trecho escolhido está mais próximo do viaduto e irá atender à sua sinalização", reforça o secretário.

A Prefeitura iniciou a instalação das faixas na via ainda na noite de ontem. Arcelino explica que o processo é um pouco mais demorado em virtude da implantação das ciclofaixas, que demanda uma readequação na sinalização da pista. "Cada trecho tem um volume de sinalização que será apagada e então sinalizada novamente", afirma.

Arcelino Lima salienta, ainda, que a implantação da medida no decorrer da via, da Av. Dom Manuel até a Av. Virgílio Távora, em um trecho de aproximadamente 3,3 Km, será iniciada tão logo for finalizada a primeira etapa, concluindo o corredor Av. Domingos Olímpio- Av. Antônio Sales. A previsão é que até o fim de novembro o trabalho seja concluído. Com tudo pronto, a Antônio Sales ficará com uma ciclofaixa à esquerda, duas pistas para carro e uma faixa para ônibus.

A implantação seguirá o itinerário de fiscalização das demais faixas. "No primeiro momento, não haverá multa, apenas orientações. Trinta dias após a implantação, iremos começar a fiscalização eletrônica e fazer notificações, ainda em caráter educativo. Somente após mais 30 dias, inicia-se a penalização com multa", informa o secretário.

Conforme a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), 13 linhas de ônibus, que passam diariamente pela Av. Antônio Sales, serão beneficiadas. A expectativa do órgão é que o tempo de viagem na via seja reduzido em até 40%.

Outra via de Fortaleza que recebe o corredor exclusivo ainda nessa semana é a Av. Bernardo Manuel. Nela, 9,7 Km de faixas para o tráfego de ônibus, micro-ônibus, vans, táxis e transportes escolares serão dispostas desde a Av. Perimetral até a Av. Carlos Jereissati, no bairro do Aeroporto. No local, passam diariamente 13 linhas de ônibus. A entrega total do corredor está prevista para a próxima sexta-feira.

Adaptação

O processo de adaptação do fortalezense a essas medidas, conforme Arcelino Lima, está dentro da expectativa da Prefeitura. "É um programa novo, e evidente que acontecem os desrespeitos, mas está tudo dentro do limite", acrescenta.

O secretário esclarece, ainda, uma dúvida recorrente aos motoristas quanto ao uso das demais faixas. "A sinalização da via indica a exclusividade apenas das faixas dedicadas ao transporte coletivo, mas não diz que ele não pode usar as demais faixas. Os motoristas de ônibus são instruídos a não deixarem a faixa, apenas para ultrapassagem, mas se ele sair não se configura uma infração", explica.

A Prefeitura de Fortaleza planeja, até julho de 2015, implantar um total de 122 Km de faixas exclusivas para transporte público na Capital. As avenidas Engenheiro Santana Júnior, Washington Soares, Abolição e Raul Barbosa são algumas das demais vias que serão contempladas com as faixas.

De acordo com o secretário de infraestrutura de Fortaleza, Samuel Dias, a implantação das faixas são coordenadas com a implantação das obras de infraestrutura da Capital. Segundo ele, as alterações na Av. Antônio Sales já adiantam os efeitos do futuro corredor expresso Antônio Bezerra/Papicu. Além disso, diz ele, o início da utilização das faixas coincidirá com a liberação do viaduto, também, na avenida. "Até o fim dessa semana é a expectativa para concluirmos as obras e liberar o tráfego".

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Ônibus articulado começa a circular em Fortaleza

16/10/2014 - O Povo - Fortaleza / Estado do Ceará

Ao primeiro ronco do motor, os celulares não se aguentaram nos bolsos. Tinham de registrar em lentes que não fossem retina, guardar a novidade para alcançar outros olhos. Foi assim a primeira viagem do ônibus articulado que começou a circular pela Capital, como teste, na linha 084 - Antônio Bezerra/Messejana/Perimental. Ontem, o novo veículo se uniu aos 11 ônibus que fazem diariamente o trajeto entre os terminais do Antônio Bezerra e da Messejana.

A operação experimental funcionará até novembro, quando deve ser concluída a instalação das paradas de ônibus no canteiro central da avenida Bezerra de Menezes. Os serviços ocorrem para viabilizar o corredor exclusivo para ônibus (BRT, Bus Rapid Transit) na via.

Com o fim dos serviços, esse e outros sete ônibus articulados serão deslocados para fazer o itinerário entre o Terminal do Antônio Bezerra e o Centro, pelo corredor exclusivo. Como na avenida o embarque/desembarque será feito pelo lado esquerdo, os novos veículos já possuem as portas com adaptação.

O articulado tem ainda componentes de conforto, como ar-condicionado e suspensão pneumática, o que permite mais estabilidade no interior do coletivo. O veículo tem capacidade para transportar 150 passageiros, 55 a mais que os ônibus comuns.

Laydyelle Siqueira, 31, aprovou a novidade. A supervisora de logística precisa fazer diariamente todo o percurso do coletivo para chegar ao trabalho. Nos ônibus convencionais, segundo ela, é difícil encontrar assento vago e a quentura do sol sempre incomoda. "Mas se for todo dia com esse novo ônibus fica bom. Viajar sentado e com ar-condicionado facilita muito", comenta.

Outras avenidas

"Queremos testar vários atributos desses veículos, tanto em relação ao conforto de passageiros como às próprias características dos ônibus, por exemplo a capacidade de frenagem e aceleração", comenta Antônio Ferreira, presidente da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor). Segundo ele, a proposta é que esse experimento seja feito em outras vias da Capital, a depender da disponibilidade dos ônibus articulados. A prioridade, de acordo com Ferreira, serão linhas com grande fluxo de passageiros em vias que já possuem faixas exclusivas, como a avenida José Bastos.

Além dos oito veículos articulados que atuarão no corredor Antônio Bezerra/Centro, outros veículos como a mesma tecnologias farão o trajeto que ligará os terminais do Antônio Bezerra e do Papicu, também usando a avenida Bezerra de Menezes. Essa linha só funcionará em 2015, após intervenções nos cruzamentos da avenida Engenheiro Santana Júnior com as avenidas Antônio Sales e Padre Antônio Tomás, além da reestruturação do Terminal do Papicu.

Saiba mais

O POVO acompanhou a primeira viagem do ônibus articulado por Fortaleza. O trajeto entre os terminais do Antônio Bezerra a do Papicu durou exatos 50 minutos. Em alguns trechos da avenida Perimetral, principalmente no bairro Siqueira, as ondulações na via provocavam balanço intenso.

Esta não é a primeira vez que Fortaleza recebe ônibus articulados no sistema de transporte coletivo. Por dez anos, entre 1990 e 2000, os veículos "sanfonados" percorrem as ruas da cidade. A proposta, à época, era de os ônibus percorrem avenidas como Bezerra de Menezes, José Bastos e Aguanambi.

Ontem, um grupo de busólogos (pessoas interessadas por ônibus) acompanhou o primeiro dia dos novos coletivos.

O Estado do Ceará

População aprova ônibus articulado

No primeiro dia em circulação em Fortaleza, o ônibus articulado aguçou a curiosidade da população e foi aprovado pelos passageiros. O veículo começou a funcionar de forma experimental fazendo a linha 082, que realiza o trajeto Antônio Bezerra/Perimetral/Messejana.

No terminal de Messejana, um dos pontos de saída da linha, a maioria dos passageiros estranhou o novo ônibus, fazendo muitas perguntas ao entrar, principalmente sobre o itinerário. Outros nem se arriscaram a explorar o veículo até o final e preferiram ficar de pé, próximo ao motorista.  A aposentada Maria Estela ficou surpresa e quase não entrava no novo ônibus. "Pensei que eu tivesse errado a parada, mas eu não estava enganada. Perguntei ao motorista se os pontos de paradas ainda eram os mesmos, pois fiquei com medo que o itinerário tivesse mudado também", disse aprovando o conforto. "É mais espaçoso, dá para ir sentada e tem até ar-condicionado", contou.

O técnico de segurança do trabalho, Rafael Fernandes, é busólogo (gosta e estuda sobre ônibus) e fez questão de conhecer de perto o ônibus articulado. "Gostei do desempenho dele nas ruas, aparenta ser muito seguro, além de confortável. Acredito que o investimento que estão fazendo vai valer a pena, principalmente quando o corredor exclusivo começar a funcionar", disse. Rafael também falou sobre a diferença dos novos articulados com os que foram implantados nos anos 90 em Fortaleza. "A diferença é grande. Os antigos não tinha ar-condicionado, tinham portas só de um lado, eram muito quentes, barulhentos. Eu não me sentia seguro", recordou o busólogo.

O motorista da linha 082, Carlos Cristiano, nunca tinha dirigido um ônibus articulado, mas assegurou que achou fácil devido à sua experiência com carretas. "É um carro muito bom de dirigir e de fácil adaptação. Não fiz nenhum curso, mas como eu era motorista de carreta já sei como manobrá-lo", acrescentou, afirmando que o ônibus tem vários itens de conforto. "Gostei muito do sistema automático, porque acabou com a fadiga do braço e da perna, que incomoda muito os motoristas dos ônibus convencionais", explicou.

ETUFOR

Segundo a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), os motoristas não passaram por treinamento específico para dirigir o novo ônibus, é preciso apenas que tenham habilitação E. "Dezenas de motoristas já possuem essa capacitação, então à medida que os veículos forem chegando já teremos motoristas aptos para dirigi-los", informou a assessoria.

Paulo Ferreira é motorista de ônibus há 10 anos e estava empolgado com o novo veículo em circulação. Ele disse que até pensa em tirar carteira E para poder dirigir algum dos novos modelos. "Gostei do ônibus, muito bonito e parece ser bom de trafegar com ele nas ruas". Porém, Ferreira lembrou que os motoristas dos novos articulados ganham mais responsabilidade ao dirigi-lo. "No articulado, nós transportamos 100 pessoas a mais em comparação com o comum. Então, a responsabilidade dobra", alertou.

Já o cobrador Eden Melo citou o conforto como um dos melhores itens do ônibus. "O calor e o sol cansam muito o nosso trabalho. O ar-condicionado, com certeza, deixa o trabalho e a viagem dos passageiros mais confortável. Todos ficam felizes quando entram". Ele destacou, ainda, que, quando o novo ônibus articulado passa nas ruas, algumas pessoas acenam e tiram fotos. "Estão gostando da novidade".

ÔNIBUS

O ônibus articulado tem como característica principal o aumento da capacidade de passageiros, passando de 95 para 150 lugares. Além disso, itens de conforto como ar-condicionado, suspensão pneumática, câmbio automático, portas elétricas, câmeras de ré e de segurança espalhadas no veículo. Os ônibus também contam com portas elevadas, que serão utilizadas nas estações do corredor Antônio Bezerra/Centro e portas na altura padrão, para as paradas no restante da cidade.

A linha 082 foi escolhida para iniciar o experimento por fazer a ligação entre os dois grandes terminais da cidade, Antônio Bezerra e Messejana, passando por vias como Av. Mister Hull, R. Cel. Matos Dourado, R. Cônego de Castro, Av. Pres. Costa e Silva e Av. Jornalista Tomás Coelho. Segundo a Etufor, o ônibus articulado será acrescentado à frota dessa linha até o início da operação do corredor Antônio Bezerra/Centro, passando a operar exclusivamente no corredor após a inauguração. O veículo articulado circula diariamente entre 5h45 e 20h23, com o preço normal da tarifa: R$ 2,20 (inteira) e R$ 1,10 (meia).

A assessoria da Etufor informou, também, que outro ônibus articulado está em processo de licenciamento e deve iniciar a operação em breve. "A expectativa é que oito articulados estejam circulando no corredor Antônio Bezerra/Centro até o final desse mês", garantiu a Etufor.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Ônibus articulado começa a funcionar nesta quinta em Fortaleza

15/10/2014 - G1 CE / O Estado do Ceará


O primeiro ônibus articulado do Sistema de Transporte Coletivo de Fortaleza começa a funcionar nesta quinta-feira (15). O veículo vai circular em fase experimental na linha 082- Antônio Bezerra/Messejana/Perimetral. O equipamento tem capacidade para transportar 150 passageiros.

Oito novos ônibus iguais ao que começará a ser testado foram adquiridos para circular definitivamente no corredor Antônio Bezerra/Centro, com previsão de início de circulação para o próximo mês.

A linha 082-Antônio Bezerra/Messejana/Perimetral faz a ligação entre os terminais do Antônio Bezerra e de Messejana e passa pelas Avenida Mister Hull, Rua Coronel Matos Dourado, Rua de Cônego de Castro, Avenida Presidente Costa e Silva e Avenida Jornalista Tomás Coelho.

O coletivo articulado será acrescentado à frota desta linha até o início da operação do corredor Antônio Bezerra/Centro, e vai funcionar exclusivamente no corredor após a inauguração. A condução articulada funcionará diariamente das 5h45 às 20h23, com o preço atual da passagem de Fortaleza, R$ 2,20 (inteira) e R$ 1,10 (meia).

Em fevereiro desse ano, a linha 041-Parangaba/Oliveira Paiva/Papicu contou com ônibus articulados que funcionaram em fase de testes, esse período serviu para às empresas de ônibus da capital apresentaram modelos para serem escolhidos para integrar o Sistema de Transporte Público de Fortaleza.

Corredor Antônio Bezerra/ Centro

O corredor exclusivo de ônibus Antônio Bezerra/Centro, que ligará o Terminal do Antônio Bezerra ao Bairro Centro, com percurso de 8,2 km, tem previsão de conclusão para o próximo mês.

 

O Estado de Ceará

Ônibus articulado inicia fase experimental hoje

O primeiro ônibus articulado do Sistema de Transporte Coletivo de Fortaleza entra em funcionamento comercial, na manhã de hoje. Os veículos estão fazendo a linha 082 - Antônio Bezerra/Messejana/Perimetral e funcionam das 5h45 às 20h23. A tarifa é a mesma cobrada pelos ônibus comuns: R$ 2,20 (inteira) e R$ 1,10 (meia). De acordo com a Prefeitura de Fortaleza, os ônibus funcionarão em caráter experimental até o próximo mês.

Além do tamanho diferente dos convencionais, o ônibus articulado conta com itens de conforto como: sistema de ar-condicionado, suspensão pneumática e câmbio automático. O veículo também tem piso baixo, sem desnível ou degraus, o que facilita a mobilidade dentro do coletivo e, ainda, portas dos dois lados, sendo metade delas elevadas para serem usadas no embarque e desembarque nas estações do corredor exclusivo Antônio Bezerra/Centro, localizado na Avenida Bezerra de Menezes. Outra mudança é a quantidade de passageiros que serão transportados por veículo, que aumenta de 95 para 150.

A LINHA

A linha 082 faz a ligação entre os terminais do Antônio Bezerra e Messejana, e passa pelas Avenidas Mister Hull, Rua Coronel Matos Dourado, Rua de Cônego de Castro, Avenida Presidente Costa e Silva e Avenida Jornalista Tomás Coelho. Porém, segundo a assessoria da Prefeitura de Fortaleza, o novo ônibus funcionará nesta linha só até o início da operação do corredor exclusivo.

CORREDOR EXCLUSIVO

Oito novos ônibus articulados foram adquiridos para circular, definitivamente, no corredor exclusivo Antônio Bezerra/Centro que, de acordo com a Prefeitura, deverá ser inaugurado em novembro. O corredor ligará o Terminal do Antônio Bezerra ao bairro Centro e terá um percurso de 8,2 quilômetros.

O corredor Antônio Bezerra / Centro é a primeira etapa do corredor Antônio Bezerra / Papicu, que terá extensão total de 17,4km. As obras de construção das estações que integram o plano da Prefeitura prevê a implantação de 130 quilômetros de corredores de ônibus, com um investimento total de R$ 1,5 bilhões.

Segundo a Prefeitura, quando o corredor estiver concluído, as quatro faixas (duas em cada sentido) ao lado do canteiro central da Av. Bezerra de Menezes serão utilizadas apenas pelo transporte público e as quatro faixas junto aos passeios (duas em cada sentido), que hoje funcionam como faixas exclusivas para o BRS (Bus Rapid System), serão restituídas para o trânsito de veículos particulares.

TESTES

Em fevereiro deste ano, os fortalezenses tiverem a oportunidade de conhecer e experimentar os ônibus articulados. Eles circularam na cidade fazendo a linha 041 - Parangaba/Oliveira Paiva/Papicu.