segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Terminal do Bela Vista fará integração apenas com cartão eletrônico

06/08/2017 - Via Agora

A medida começa valer a partir deste sábado (12), os bilhetes de ocorrência não serão mais aceitos.

JOSEFA GEOVANA
    
A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) determinou que a partir de sábado (12) a integração no terminal de ônibus do bairro Bela Vista, na Zona Sul só poderá ser feita por meio do cartão eletrônico.

Foto: Prefeitura de Teresina
Terminal de ônibus do bairro Bela Vista.
Terminal de ônibus do bairro Bela Vista.

Durante o período de testes no início do funcionamento do terminal, foram implantados os “bilhetes de ocorrência” para facilitar a integração, mas ele não será mais aceito. A partir do dia 12 só será possível fazer integração os usuários que portarem o cartão de estudante, expresso ou do trabalhador.

“Fizemos a utilização desse bilhete, também da zona Sul, para que as pessoas se acostumassem com o novo sistema, mas agora os usuários já entenderam como é o funcionamentos do terminal. Chegou o momento de retirar o uso desse bilhete”, disse Francisco Nogueira, diretor de Transportes Públicos da Strans.

Os usuários de ônibus que ainda não possuem o cartão eletrônico e querem fazer uso da integração, podem adquiri-lo nos terminais de integração ou nos pontos de vendas do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (setut).

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Integração de ônibus deve ser inaugurada em dezembro

 02/08/2017 - Jornal Meio Norte

 Mayara Valença 

Atrasos nas entregas de equipamentos podem causar um atraso de quatro meses na entrega dos corredores de ônibus das Avenidas Miguel Rosa e Barão de Gurgueia, na zona sul de Teresina. Segundo a engenheira da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), Adélia Melo, para uma matéria do Jornal Meio Norte de 25 de março de 2017, os corredores das avenidas Miguel Rosa e Barão de Gurgueia teriam previsão para serem entregues até agosto de 2017. Ela afirmou que “a maioria dos serviços são terceirizados, tudo vem de fora e demora um pouco. Quando a porta chegar, começaremos a fechar e colocar ar-condicionado, fica praticamente concluído”. No entanto, o mês de agosto iniciou e as obras das duas avenidas ainda não foram concluídas.

A engenheira explicou que não houve um novo cronograma, mas os atrasos aconteceram na entrega de aparatos necessários às instalações dos corredores. “É por questões de obras, que às vezes têm certos atrasos no andamento e os equipamentos demoram a chegar. Mas queremos e vamos entregar todos o sistema de integração, com corredores e terminais, até dezembro. Todos os problemas serão solucionados: reparos, todos os buracos hoje presentes devido às chuvas serão recuperados”, ela garante.

Sobre as elevações e rebaixamentos à altura dos pontos de embarque e desembarque dos corredores, a engenheira explica que será instalada uma nova sinalização nas vias. “O corredor será segregado, com tachões separando a via do corredor das outras vias. Também haverá semáforos de pedestres e sinalizações horizontal e vertical, além de instruções para que a população entenda como funcionará o sistema”, disse Melo.

Ela ainda enfatiza que os terminais que hoje funcionam aos finais de semana a título de experiência passarão a funcionar junto à estrutura que ainda falta ser finalizada, dando início à efetiva integração em Teresina.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Prefeitura instala novas paradas de ônibus na zona sul de Teresina

14/06/2017  - Viagora

Os locais foram escolhidos pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), que realizou um estudo para iniciar a implantação nos bairros mais afastados do centro da cidade.

ISABELA DE MENESES

A Prefeitura de Teresina prometeu instalar até o final do mês de junho, 27 novos abrigos para passageiros de ônibus na zona sul da capital. Os bairros contemplados são, Cerâmica Cil, Salobro, Parque dos Sonhos, Recanto dos Pássaros e Angelim. 

Os locais foram escolhidos pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), que realizou um estudo para iniciar a implantação nos bairros mais afastados do centro da cidade. 

Equipes da Strans farão novas visitar aos outros bairros da capital para ampliar os serviços, e além da construção de novos abrigos, a Strans irá substituir os que estão danificados.

Foto: Divulgação/GPE
Novos modelos de paradas de ônibus
Novos modelos de paradas de ônibus

Segundo o gerente de Engenharia de Tráfego, José Lopes, também aconteceu uma visita a alguns bairros para avaliar os abrigos já existentes. “Avaliamos os abrigos que já existem e que estão em más condições, por isso vamos substitui-los por novos abrigos de metalon”.

O gerente ainda ressaltou que em alguns bairros não existem os abrigos, nesses casos os equipamentos serão implantados o mais rápido possível. “Estamos fazendo muitas obras para a melhoria do transporte público e os novos abrigos estão incluídos nessas ações. Os abrigos serão implantados levando em consideração o espaço físico determinado para cada um deles”, concluiu.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Teresina recebe novos ônibus BRT com ar-condicionado e ainda Wi-Fi

12/06/2017 - 180 Graus

Foto: Divulgação /Facebook Prefeitura de Teresina

A Prefeitura de Teresina anunciou que a zona Sul conta com mais cinco unidades do BRT em sua frota. Esses ônibus estão equipados com ar condicionado, suspensão pneumática (ar), motor traseiro, câmbio automático e Wi-Fi gratuita.

O sistema de transporte coletivo BRT – “Bus Rapid Transit” que, na versão do inglês significa Transporte Rápido por Ônibus, é um sistema que proporciona ao passageiro, mobilidade urbana rápida, confortável, eficiente e segura, por meio de infraestrutura segregada com prioridade de ultrapassagem em operação rápida e frequente.

O BRT foi implantado pela primeira vez no Brasil em 1974, na cidade de Curitiba, durante o mandato do então prefeito Jaime Lerner que também é arquiteto. De lá para cá, diversas cidades aderiram ao sistema como, Porto Alegre, Belo Horizonte, São Paulo e Rio de janeiro.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Passageiros relatam receio em pegar ônibus

27/05/2017 - G1 AM

Em ambas as situações, a reação dos passageiros pode ter sido determinante para que os óbitos viessem a ocorrer

por Yuri Abreu

Medo e receio. Esses, são alguns dos sentimentos que tomam conta dos passageiros que necessitam usar os ônibus para se deslocar pela capital baiana, principalmente se for levado em conta o número de mortes ocorridas nos últimos 30 dias dentro dos coletivos: três, sendo duas apenas na última semana, uma registrada na região do Aquidabã e outra na Avenida Paralela. Em ambas as situações, a reação dos passageiros pode ter sido determinante para que os óbitos viessem a ocorrer.

Além disso, de acordo dados do Sindicato dos Rodoviários, houve pouco mais de 870 assaltos a coletivos apenas neste ano em Salvador, um aumento de 14% em relação a 2016, quando foram registradas 762 ofensivas a ônibus. “São índices que nos preocupam, pois apesar de todo o empenho do Gerrc [Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos, da Polícia Civil] e da Operação Gêmeos [da Polícia Militar], os números continuam crescentes. Temos ouvido relatos de companheiros que tem se mostrado receosos com a situação”, comentou Daniel Mota, diretor de comunicação de sindicato.

Nas ruas, passageiros relatam viverem momentos de tensão por conta da sensação de insegurança dentro dos coletivos. “Eu já ando com medo, imaginando que eles podem entrar a qualquer momento e anunciar o assalto. Além disso, eles são muito agressivos, mesmo com quem não tem qualquer tipo de reação”, afirmou a diarista Rosália Gomes. 

Já assaltado em outras oportunidades, o estudante Rodrigo Yunes, aumentou os cuidados e diz ter algumas estratégias para não sofrer tanto durante as ações dos bandidos. “Quando preciso pegar ônibus, levo um celular que serve apenas para realizar ligações. Além disso, Já levo comigo uma certa quantia em dinheiro, apesar de usar o Salvador Card para pagar a passagem”, explicou.

MUDANÇAS

Apesar de ter ressaltado o empenho das autoridades, o diretor de comunicação do Sindicato dos Rodoviários, Daniel Mota, disse que algumas reuniões, entre a categoria e os órgãos de segurança, necessitam ser feitas para se discutir novas estratégias e atuação para coibir os assaltos. “É um problema complexo no qual o governo poderia ajudar, investindo mais para melhorar a questão, principalmente na parte de inteligência, podendo se antecipar aos bandidos”. Nesta semana, a Polícia Civil prendeu o homem responsável pelo assassinato do servente Enéas Santana, que foi morto após reagir a um assalto a ônibus na Avenida Paralela, no último sábado.

Por outro lado, para as autoridades policiais, a recomendação para se evitar novas tragédias é a de que o passageiro não reaja às abordagens, procurando manter a calma, já que o assaltante, que está sob forte estresse, pode a qualquer momento cometer o ato de matar aquele que reaja ou se negue a passar os pertences. 

sábado, 27 de maio de 2017

Terminal do Bela Vista será inaugurado hoje e atenderá a 20 mil passageiros

27/05/2017 - CidadeVerde.com

A população da zona sul passa a contar a partir de hoje (26), com o Terminal de Integração do Bela Vista, que servirá a cerca de 20 mil pessoas por dia. A solenidade de inauguração será às 18h30, com a presença do prefeito Firmino Filho, e o terminal passa a operar de forma experimental a partir deste final de semana. Deverão passar pelo local 11 linhas de ônibus. 

A área construída é de 2.754,51 mil metros quadrados e a obra custou R$ 4.923.942,97. O terminal está localizado na Avenida Prefeito Wall Ferraz, esquina com a Rua Irmã Alzira Carvalho. Serão beneficiados neste primeiro momento os bairros Esplanada, Santo Antônio, Parque Juliana, Parque Jacinta, Brasilar, Promorar, Bela Vista, Parque Sul, Portal da Alegria Vila Angélica, Vila Irmã Dulce e Pedra Miúda.

De acordo com o superintendente da Strans, Carlos Augusto Daniel Júnior, o terminal irá funcionar inicialmente nos finais de semana. “Estamos entregando para a população o Terminal de Integração do Bela Vista, que irá absorver mais da metade dos bairros da zona sul. Incialmente, o terminal irá funcionar nos finais de semana para que as pessoas possam aprender a utilizá-lo, somente quando os usuários estiverem adaptados ele começará a funcionar nos dias úteis”, afirma.

Passarão pelo local 11 linhas de ônibus da zona Sul, sendo sete linhas alimentadoras (bairro/terminal) e quatro das linhas troncais (terminal/centro), que compreende um total 26 ônibus. A população servida é de 20 mil passageiros por dia, totalizando 445 mil usuários do transporte público por mês.

Os terminais estão sendo feitos para proporcionar conforto para os usuários do transporte público. Todos eles foram construídos respeitando a Lei da Acessibilidade, proporcionado uma mobilidade segura para as pessoas com deficiência. Além disso, todos os terminais têm bicicletário para atender às necessidade das pessoas que utilizam a bicicleta como veículo.

O superintendente ressalta que para utilizar a integração as pessoas precisam ter o cartão eletrônico. “Os usuários necessitam ter o cartão eletrônico para conseguir integrar, assim eles poderão se deslocar até o centro e para outros bairros pagamento apenas uma passagem”, explica.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Ordem de serviço de terminal na Caxangá deve ser assinada em junho

18/05/2017 - Jornal do Comércio

O resultado da licitação para a contratação da empresa foi publicado nesta semana

A empresa vencedora da licitação foi a D&M Construtora / Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
A empresa vencedora da licitação foi a D&M Construtora / Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

A ordem de serviço para a finalização das obras remanescentes do Terminal Integrado da III Perimetral deve ser assinada no próximo dia 1º de junho. A data foi dada pela Secretaria das Cidades (Secid), depois que o resultado da licitação para a contratação da empresa que realizará o serviço foi publicado esta semana no Diário Oficial de Pernambuco. O equipamento, localizado na Avenida Caxangá, no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, faz parte do Corredor Leste-Oeste.

Os terminais da III e IV Perimetral estão abandonados há quase três anos, o que acabou degradando a estrutura que já existia, coberta pelo mato. Em junho do ano passado, inclusive, moradores da área protestaram pedindo providências. De acordo com a Secid, as construções foram paralisadas porque foram abandonadas pela Mendes Jr/Servix, consórcio inicialmente responsável pelo serviço.

Agora, a previsão de gasto é de R$ 1.795.559,64, para que seja feita a conclusão da coberta do terminal, além da limpeza e pintura da estrutura metálica; conclusão do sistema de esgoto, de detecção e combate a incêndios e complementação das instalações elétricas e hidrossanitárias. A empresa vencedora da licitação foi a D&M Construtora.

Em relação ao Terminal Integrado da IV Perimetral, que também fica na Avenida Caxangá, a Secid declara que lançou em março deste ano o edital para a contratação de uma empresa para concluir as obras. Nessa quarta-feira (17), dentro do processo licitatório, ocorreu a Sessão de Propostas de Preços.

Abandono

Em abril deste ano, o blog De Olho no Trânsito falou sobre o abandono das obras do Corredor Leste-Oeste, tanto em relação aos Terminais da III e IV Perimetral, quanto às estações de BRT da Avenida Conde da Boa Vista. Há dois meses, o Governo de Pernambuco cercou o espaço do IV Perimetral com arame farpado e improvisou um portão. Atualmente, o corredor transporta apenas metade dos passageiros projetados - são 60 mil por dia, quando na previsão seriam 120 mil.

O Corredor está com mais de 80% das obras finalizadas, operando com 15 das 26 estações previstas e 63 dos 100 BRTs que deveriam rodar. No início, o custo seria de R$ 145,4 milhões, mas subiu para R$ 168,7 milhões. Desse total, 81% (R$ 136,5 milhões) já foram gastos.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

BRT ganhará reforço com três novas estações neste ano

10/05/2017 - Diário de Pernambuco 

Além das unidades da Benfica e do Complexo de Salgadinho, será construída uma parada em frente a shopping de Paulista

BRT ganhará reforço com três novas estações neste ano. Foto: Julio Jacobina/ DP
BRT ganhará reforço com três novas estações neste ano. Foto: Julio Jacobina/ DP

Duas estações do sistema Bus Rapid Transit (BRT), uma localizada na Avenida Benfica, no corredor Leste/Oeste, e outra no Complexo de Salgadinho, no Norte/Sul, vão começar a funcionar em junho. Outra estação do Norte/Sul, que não estava incluída no projeto original, foi relocada das imediações do Cemitério dos Ingleses, no Recife, para Paulista, onde irá atender a demanda do público que frequenta o Shopping North Way e a Faculdade Joaquim Nabuco, na PE-15. A obra deve ficar pronta no segundo semestre. Atualmente os passageiros de Paulista são obrigados a ir até os terminais para ter acesso ao BRT.  

“Houve uma solicitação por uma estação nessa localidade de Paulista e decidimos relocar a do Cemitério dos Ingleses, na Avenida Cruz Cabugá, que deixará de existir”, justicou o secretário das Cidades, Francisco Papaléo.

Em janeiro deste ano foi assinada pela Secretaria das Cidades a ordem de serviço para a finalização da estação do BRT Derby-Benfica, que estava abandonada desde 2015 e teve os serviços retomados. Os últimos reparos estão sendo feitos na estação, que tem uma área de 160 metros quadrados. A obra custará R$ 1 milhão. Por enquanto, os passageiros se deslocam para as paradas do Derby, no sentido cidade, e da Avenida Caxangá, no sentido surbúbio. “Espero que essa obra saia o quanto antes”, comentou a estudante Eduarda Cabral, que utiliza o BRT como opção todos os dias e desce no Derby para voltar andando até a unidade da Universidade de Pernambuco na Benfica.

Já na estação que fica em frente ao Centro de Convenções, no Complexo de Salgadinho, as obras ainda estão lentas. No local é possível encontrar materiais como ferro, areia e vidro espalhados. A estação, incluída no corredor Norte/Sul está 50% concluída e a previsão é que a parada fique pronta em junho.

De acordo com a Secretaria das Cidades, a demora para a conclusão das obras se deu após o consórcio Mendes Jr/Servix abandonar os serviços em março de 2014. Desde então, foi preciso refazer o levantamento do que já havia ficado pronto e do que ainda faltava construir. Somente neste ano a implantação das estruturas do BRT foram novamente licitadas. Os dois corredores transportam atualmente 86 mil usuários por dia.

Licitações

No começo deste ano outras licitações foram abertas pelo governo do estado e devem retomar o fôlego das obras de mobilidade em Pernambuco. Entre elas estão as finalizações dos terminais da 3ª Perimetral e da 4ª Perimetral e a urbanização da praça localizada em cima do Túnel da Abolição, na Madalena, assim como a instalação de elevadores naquela localidade. Também está programada a reabertura do acesso de veículos ao museu pela Avenida Real da Torre assim que os reparos terminarem. 

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Desativado há dois anos terminal de ônibus é demolido na Praça da Faculdade

11/02/2017 - Tribuna Hoje

Prefeitura deve construir espaço de convívio urbano para os moradores da região

Segundo a Prefeitura, local estava sendo usado por moradores de rua
Segundo a Prefeitura, local estava sendo usado por moradores de rua
Marcos Kromos / 7 Segundos

Desativado há dois anos, o terminal da Praça da Faculdade, no bairro do Trapiche em Maceió, começou a ser demolido na manhã deste sábado pela Prefeitura de Maceió.

A demolição do terminal foi realizada de forma integrada pela Prefeitura de Maceió, por intermédio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Urbanização (Seminfra) e das superintendências municipais de Controle e Convívio Urbano (SMCCU) e de Transporte e Trânsito (SMTT).

Segundo a SMTT, o terminal estava desativado há dois anos, sem uso algum pelos coletivos urbanos da capital. E que estava sendo usado por moradores de rua e que apenas ônibus intermunicipais passavam por lá, da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal).

A demolição foi feita por um trator e com a ajuda de um caminhão caçamba para o recolhimento do material derrubado.

A área foi isolada com fitas refletivas e o trânsito no entorno do terminal de ônibus foi monitorado pela Diretoria de Operações de Trânsito da SMTT (Dotran).

NOTA

Assessoria de comunicação da SMTT  informou que  desde a semana passada a Prefeitura de Maceió comunicou os comerciantes e moradores da região sobre a demolição e pediu a saída dos moradores de rua, que frequentavam o local.

Com a demolição do terminal de ônibus da Praça da Faculdade, a Prefeitura de Maceió está estudando um projeto para construir no local um ambiente de convívio urbano e social para os moradores da região, no bairro Trapiche.

BRT terá duas paradas para desembarque na Av. Conde da Boa Vista

Medida é para amenizar críticas à integração temporal e só funciona das 5h às 9h

11/02/2017 - Jornal do Comércio

Quatro linhas da Avenida Caxangá deixam de circular no Centro do Recife e passam a fazer integração temporal / Hélia Scheppa/JC Imagem
Quatro linhas da Avenida Caxangá deixam de circular no Centro do Recife e passam a fazer integração temporal - Hélia Scheppa/JC Imagem

As linhas 2416 – Roda de Fogo, 2421 – Torrões, 2422 – Monsenhor Fabrício e 2425 – Barbalho (Detran) deixam de circul
ar no Centro do Recife, a partir de hoje, e passam a fazer integração temporal na Avenida Caxangá, na Zona Oeste, com o corredor de BRT Leste/Oeste e com linhas convencionais. Nesta segunda fase de mudanças (a primeira ocorreu no dia 4 com outras quatro linhas), o governo vem com paliativos para minimizar a forte crítica dos usuários para chegar à Avenida Conde da Boa Vista, pelo fato de nenhuma estação de BRT funcionar. 

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Corredor de BRT Norte-Sul ganhará nova estação em Paulista

02/02/2017 - Jornal do Comércio

Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem


Depois de ter retomado a conclusão do Corredor de BRT Leste-Oeste,  com a volta das obras da estação Derby-Benfica, no Recife, no último dia 23 de janeiro, a Secretaria das Cidades de Pernambuco deu início nesta quinta-feira (2/02)  à construção de mais uma estação do Corredor de BRT Norte-Sul. A nova estação fica próxima à Faculdade Joaquim Nabuco e ao Shopping North Way, no município do Paulista.

A estação não estava prevista no projeto original do Norte-Sul, mas o governo decidiu construí-la para atender à demanda da comunidade e aos pedidos da Prefeitura do Paulista. Técnicos do Grande Recife Consórcio de Transportes fizeram análises e confirmaram a viabilidade da obra.

A nova estação deverá ficar pronta em seis meses. O valor do investimento é de 2,5 milhões. A unidade seguirá o mesmo padrão das demais do Sistema BRT, sendo refrigeradas e com vidros temperados. A expectativa é de que receba uma demanda de 3.100 pessoas por dia. O Corredor BRT Norte-Sul opera com 26 estações e tem mais uma em construção (Centro de Convenções), atendendo 66.400 passageiros por dia.

Foto: Divulgação

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Oito linhas sofrem alterações e usuários terão que fazer integração nas estações de BRT da Av. Caxangá

Quatro das oito linhas sofrerão as alterações no próximo sábado (4)

01/02/2017 - Jornal do Comércio


As mudanças foram anunciadas na manhã desta quarta-feira, na sede do Grande Recife / JC Imagem
As mudanças foram anunciadas na manhã desta quarta-feira, na sede do Grande Recife / JC Imagem

*Com informações dos repórteres Rafael Carneiro, da Rádio Jornal, e Roberta Soares, do Jornal do Commercio

Oito linhas que circulam na Avenida Caxangá, na Zona Oeste do Recife, terão suas operações alteradas para integrarem com o Sistema Estrutural Integrado (SEI). Com isto, os passageiros destas linhas que estiverem indo para o Centro do Recife terão que desembarcar na Avenida Caxangá e, em no máximo duas horas, entrar em uma estação de BRT do Corredor Leste-Oeste. A mudança foi anunciada na manhã desta quarta-feira (1º), em coletiva de imprensa, na sede do Grande Recife Consórcio de Transporte, no bairro de Santo Antônio, área Central do Recife.

As alterações, que só valem para quem utilizar o Vale Eletrônico Metropolitano (VEM), entram em vigor no próximo sábado (4), para as linhas 413 - Avenida do Forte, 415 - Sítio das Palmeiras, 423 - Engenho do Meio e 433 - Brasilit. Os passageiros terão duas horas para fazer a integração temporal, contadas a partir do momento em que o usuário embarcar em uma das quatro linhas. Para as linhas 416 - Roda de Fogo, 421 - Torrões, 422 - Monsenhor Fabrício e 425 - Barbalho (Detran), a mudança passará a valer no sábado (11). 

Para atender à demanda dos passageiros que seguem da Caxangá em direção ao Centro do Recife, foram criadas três linhas, sendo uma convencional. São elas: 2439 - Avenida Caxangá (BR-101)/Centro, 2441 - Avenida Caxangá/Centro e 2443 - Avenida Caxangá/Derby, sendo as duas últimas de BRT. É importante lembrar que a integração temporal é válida em qualquer estação de BRT da Caxangá, mas tem como referência a BR-101, Caiara, Parque do Cordeiro e Getúlio Vargas.

Para Alfredo Bandeira, diretor de Planejamento do Grande Recife, a mudança trará benefícios para o trânsito e para o meio ambiente. "Estamos tirando 36 veículos da Avenida Conde da Boa Vista. Há um ganho de tempo, de trânsito para o meio ambiente. Esta alteração afeta 27 mil passageiros por dia", explicou. Segundo Grande Recife, a integração temporal na Caxangá irá retirar 40 coletivos do Centro do Recife e 36 da própria Caxangá.

Integração temporal

A integração temporal permite que o usuário utilize mais de uma linha pagando apenas uma passagem, no período de até duas horas. Atualmente, 64 linhas fazem parte do sistema na Região Metropolitana do Recife (RMR).  

Ligação entre os corredores Norte-Sul e Leste-Oeste

Passageiros do Corredor Leste-Oeste que desejarem integrar com o Corredor Norte-Sul podem fazer uso da linha de BRT 2441 - Avenida Caxangá (BR-101)/Centro e integrar através das estações Maurício de Nassau, Istmo do Recife e Forte do Brum, esta última, em frente à Prefeitura do Recife. Para se deslocar até as Avenidas Conde da Boa Vista e Guararapes, o usuário poderá fazer a integração temporal com a 2438 - TI Caxangá (Centro) ou com a linha 2439 - Avenida Caxangá (BR-101)/Centro, ambas convencionais.

Usuários que estejam na Praça do Derby e queiram ficar mais perto da Avenida Conde da Boa Vista podem fazer a integração temporal com as linhas 100 - Circular (Conde da Boa Vista/Prefeitura) e 101 - Circular (Conde da Boa Vista/Rua do Sol).

Uso do VEM

De acordo com o Grande Recife, dois mil cartões VEM foram entregues a líderes comunitários de Engenho do Meio, Brasilit, Sítio das Palmeiras, Cordeiro, Roda de Fogo, Torrões, Iputinga e Detran. Os cartões serão distribuídos gratuitamente à população. O usuário que ainda não tiver o VEM, quando embarcar em uma das oito linhas, poderá pegar com o cobrador um ticket que dará direito ao recebimento do cartão com o líder comunitário. Outra opção é adquirir o cartão VEM nas máquinas de autoatendimento das estações de BRT e na sede do VEM, na Rua da Soledade, no bairro da Boa Vista, no Centro do Recife.

Saiba mais detalhes sobre cada uma das linhas abaixo:

Dia 4:

413 – Avenida do Forte

A linha passa ser a 2413 – Avenida do Forte/EBRT Getúlio Vargas e terá parada próxima à estação de BRT Getúlio Vargas, na Rua Elizeu Cavalcante, no lado oposto ao número 513, e na Avenida General San Martin, próximo ao Hospital Getúlio Vargas.

415 – Sítio das Palmeiras

A linha passa ser a 2415 – Sítio das Palmeiras/EBRT Getúlio Vargas e terá parada próxima à estação de BRT Getúlio Vargas, na Rua Elizeu Cavalcante, no lado oposto ao número 513, e na Avenida General San Martin, próximo ao Hospital Getúlio Vargas.

423 – Engenho do Meio

A linha passa ser a 2423 – Engenho do Meio/EBRT Caiara e terá parada próxima à estação de BRT Caiara, na Avenida Caxangá, em frente à Igreja Assembleia de Deus.

433 – Brasilit

A linha passa ser a 2433 – Brasilit/EBRT BR-101 e terá parada próxima à estação de BRT BR-101, na Avenida Caxangá, junto ao viaduto da BR-101.

Dia 11:

416 – Roda de Fogo

A linha passa ser a 2416 – Roda de Fogo/EBRT Parque do Cordeiro e terá parada próxima à estação de BRT Parque do Cordeiro, na Avenida Caxangá.

421 – Torrões

A linha passa ser a chamar 2421 – Torrões/EBRT Parque do Cordeiro e terá parada próxima à estação de BRT Parque do Cordeiro, na Avenida Caxangá.

422 – Monsenhor Fabrício

A linha passa ser a 2422 – Monsenhor Fabrício/EBRT Caiara e terá parada próxima à estação de BRT Caiara, na Avenida Caxangá.

425 – Barbalho (Detran)

A linha passa ser a 2425 – Barbalho (Detran)/EBRT BR-101 e terá parada próxima à estação de BRT BR-101, na Avenida Luís de Lacerda. A linha continuará a atender a Avenida Maurício de Nassau em algumas das viagens.

Veja o itinerário das novas linhas:

2439 – Av. Caxangá (BR-101)/Centro – convencional

Terminal/ponto de retorno: Av. Historiador J. Emerenciano, R. Ministro João Alberto, Av. Caxangá, R. Benfica, Ponte Estácio Coimbra, R. Dr. Severino Pinheiro, Praça do Derby, Av. Gov. C. de Lima Cavalcanti, Av. Cde. da Boa Vista, Ponte Duarte Coelho, Avenida Guararapes, Av. Dantas Barreto, Av. N. Sra. do Carmo, Av. Martins de Barros, Rua 1º de Março, Av. Guararapes

Ponto de retorno/terminal: Av. Guararapes, Av. Cde. da Boa Vista, Av. Gov. C. de Lima Cavalcanti, Praça do Derby, Rua Dr. Severino Pinheiro, Ponte Estácio Coimbra, Rua Benfica, Avenida Caxangá, Avenida Luís de Lacerda, Av. Historiador J. Emerenciano.

2441 – Av. Caxangá (BR-101)/Centro – BRT

Terminal/ponto de retorno: Av. Historiador J. Emerenciano, R. Ministro João Alberto, Av. Caxangá, R. Benfica, Ponte Estácio Coimbra, R. Dr. Severino Pinheiro, Praça do Derby, Av. Gov. C. de Lima Cavalcanti, Av. Conde da Boa Vista, Ponte Duarte Coelho, Avenida Guararapes, Avenida Dantas Barreto, Avenida Nossa Senhora do Carmo, Avenida Martins de Barros, Rua 1º de Março, Av. Guararapes

Ponto de retorno/terminal: Av. Guararapes, Av. Conde da Boa Vista, Av. Gov. C. de L. Cavalcanti, Praça do Derby, Rua Dr. Severino Pinheiro, Ponte Estácio Coimbra, Rua Benfica, Avenida Caxangá, Avenida Luís de Lacerda, Av. Historiador J. Emerenciano.

2443 – Av. Caxangá (BR-101)/Derby – BRT

Terminal/ponto de retorno: Av. Historiador J. Emerenciano, R. Ministro João Alberto, Av. Caxangá, R. Benfica, Ponte Estácio Coimbra, R. Dr. Severino Pinheiro, Praça do Derby

Ponto de retorno/terminal: Praça do Derby, Av. Gov. Agamenon Magalhães (pista local), Rua Amauri de Medeiros, Rua Jenner de Sousa, Rua Dr. Severino Pinheiro, Ponte Estácio Coimbra, Rua Benfica, Avenida Caxangá, Avenida Luís de Lacerda, Av. Historiador J. Emerenciano.

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Ônibus climatizados no Recife para atrair usuários

30/01/2017  - Folha de Pernambuco


Ainda é distante do ideal, mas, aos poucos, ônibus com arcondicionado em linhas convencionais - não as opcionais - voltam a fazer parte da realidade do Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/ RMR). A mais nova linha a contar com veículos do tipo é a 166-TI Cajueiro Seco (Rua do Sol), que tem tarifa A (R$ 3,20) e permite que os usuários integrem com outros coletivos até terminais como os do Cabo de Santo Agostinho e do Barro.

A novidade também qualifica ainda mais o serviço de transporte no corredor da avenida Marechal Mascarenhas de Morais, na Imbiribeira, Zona Sul do Recife, por onde outra linha - a 185-TI Cabo - também já circula, há cerca de dois anos, com veículos climatizados.

Na 166-TI Cajueiro Seco (Rua do Sol), cinco dos 11 ônibus da frota são refrigerados. Eles começaram a circular no início deste ano. A promessa da Vera Cruz, operadora da linha, é de que, em fevereiro, mais cinco veículos com o diferencial passarão a fazer o percurso. Já na 185-TI Cabo, operada pela São Judas Ta­­deu, 12 dos 18 ônibus têm ar- condicionado.

A tarifa, porém, é mais cara - R$ 4,40 (anel B). Na prática, as linhas podem acabar disputando o mesmo público na Estrada da Batalha e nas avenidas Mascarenhas de Morais e Sul, corredores comuns ao trajeto das duas.

Como em toda concorrência, melhor para os consumidores, nesse caso, os passageiros, que viram a oferta de ônibus climatizados aumentar na região. “Quando não passa [o ônibus com ar] de uma linha, passa o de outra. É um conforto, sem dúvida, em meio às decepções todas com o transporte”, afirma a vendedora Marília Natália, 27 anos.

Como nem toda a frota dessas linhas é climatizada, embarcar num veículo com o equipamento ainda é questão de sorte. “Se a tarifa é a mesma dos sem ar, melhor esperar e ir no ‘geladinho’”, avalia a auxiliar de serviços gerais Kátia Rodrigues, 43.

Conforto na crise

De acordo com o Grande Recife Consórcio de Transporte, gestor do sistema, apenas 32 ônibus convencionais de uma frota de 2,8 mil são climatizados. Esse número não inclui os veículos de linhas opcionais, que também têm ar condicionado, mas têm tarifa mais cara e oferecem um serviço diferenciado.

No início dos anos 2000, várias linhas já tiveram veículos que ofereciam esse conforto, mas, devido aos altos custos da operação, o serviço foi deixado de lado.