quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Mais 50 novos ônibus são incorporados à frota de Salvador

23/11/2010 - Fortalbus
Mais 50 novos ônibus foram incorporados à frota de transporte urbano de Salvador nesta terça-feira (23). Os novos veículos foram entregues simbolicamente à sociedade em solenidade, na Praça Municipal, pelo secretário de Transportes e Infraestrutura, Euvaldo Jorge, e pelos presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Seteps), Fidel Knitel, e superintende da entidade, Horácio Brasil.


Adquiridos pelas empresas Ondina/Central e Rio Vermelho, os carros fazem parte do programa de renovação desenvolvido pelas operadoras que integram o Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus de Salvador (STCO). Toda a nova frota é equipada com câmeras digitais, elevadores de acessibilidade para deficiente físico e dispositivos que impedem o veiculo de se deslocar com as portas abertas. O secretário Euvaldo Jorge destaca que a renovação atende as determinações da Setin para garantir mais conforto e segurança ao usuário.

Segundo o superintendente da Seteps, de janeiro até 18 de novembro deste ano, 370 novos ônibus foram incorporados ao sistema, contribuindo para baixar a idade média da frota. Outros 80 veículos já foram adquiridos e devem chegar a Salvador ainda em 2010.

Fonte: Prefeitura de Salvador

Bilhetagem única deve ser implantada em janeiro

23/11/2010 - Diário de Natal

Usuário terá cartão com dois chips, um para ônibus e o outro para alternativos
Francisco Francerle // franciscofrancerler.rn@dabr.com.br

A bilhetagem eletrônica unificada, prometida pela prefeita Micarla de Sousa desde o mês de março, durante a assinatura do sistema eletrônico dos alternativos, deve ser implantada em janeiro. A informação é do novo secretário Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Kalazans Bezerra. Segundo ele, a Prefeitura de Natal deverá implantar o sistema único de bilhetagem já no mês de janeiro do próximo ano. E o sistema a ser implantado será realmente o proposto pelo Seturn, ou seja, um cartão de passagens híbrido, com dois chips, um utilizado nos alternativos e o outro no transporte convencional.


Atualmente, o sistema complementar não dispõe do dispositivo utilizado nos coletivos convencionais Foto:Joana Lima/Especial/DN/D.A Press

A Prefeitura do Natal até então não havia se pronunciado concretamente sobre a demora na unificação da bilhetagem eletrônica, desde a implantação do sistema de bilhetagem dos alternativos no mês de março. Mas, segundo o secretário, para a implantação do sistema híbrido ainda depende de que a categoria dos opcionais comprove que já possui um sistema organizado e funcionando corretamente (daí a necessidade desse tempo de testes dos equipamentos), é preciso que a categoria garanta que fará o percurso completo (daí a necessidade de se instalar também GPS para o rastreamento dos veículos) e de que não haverá interrupção no serviço e nem intransigência nas negociações. Para o secretário, essa é melhor forma de fazer unificação e o cartão com duas janelas beneficiará tanto a usuário quanto a permissionários.

As declarações do secretário Kalazans Bezerra tiveram a reação de imediato da comissão que hoje representa o Sindicato do Transporte Opcional do Rio Grande do Norte (Sitoparn). Eles, definitivamente, não querem o sistema híbrido e criticam o representante da Semob que desde que assumiu ainda não recebeu a categoria para discutir o impasse. "Aguardamos, ansiosamente, que ele marque um dia para nos receber", ressalta o membro da comissão representativa do Sitoparn, o permissionário Nivaldo Andrade Silva. Ele reconhece o interesse da Prefeitura de Natal em realizar a bilhetagem única, mas diz que aos empresários de ônibus não interessa a implantação.

Para ele, um cartão de dois chips não alteraria em nada o sistema que já funciona atualmente com dois cartões, o do Seturn e do Sitoparn. O usuário e os empregadores que compram passes para funcionários teriam dificuldades para abastecer em dois lugares diferentes. "Além disso, o sistema de duas janelas, ao contrário do que disse o secretário Kalazans, não existe em nenhuma capital do país, pois onde existe bilhetagem eletrônica o sistema é unificado, como em Recife, Fortaleza, São Paulo, Rio de janeiro", infomou o permissionário.

Divergência

Nivaldo também reagiu ao comentário do secretário de que a categoria precisa se adequar ao sistema de bilhetagem. "Isso é uma inverdade, o sistema está preparado. Nós cumprimos todas as determinações da Prefeitura, criamos um sistema de bilhetagem eletrônica próprio, instalamos os equipamentos exigidos, chegamos a investir R$ 25 mil por equipamento e R$ 600 por mês, e até formamos cooperativa. A Prefeitura disse que unificaria a bilhetagem eletrônica 30 dias após a homologação do sistema dos opcionais e até agora nada aconteceu a não ser promessas. Como ele pode dizer que a categoria não está preparada se os equipamentos já funcionando no sistema próprio de bilhetagem?", questiona Nivaldo, completando que se há carros rodando sem o equipamento, é porque muitos permissionários praticamente estão pagando para colocar os carros na rua, devido aos prejuízos impostos pela concorrência desleal da bilhetagem dos ônibus. 
 

domingo, 21 de novembro de 2010

Sindicato de empresas de ônibus apresenta projeto de BRT para Prefeitura de Natal e governo do RN

28/09/2010 - De Olho em 2014


O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Natal (Seturn) está fazendo uma nova aposta para melhorar o sistemas que interliga as linhas de ônibus da capital, com a implantação do BRT (Bus Rapid Transit), uma modalidade de organização das vias de transporte público diferente da que é adotada atualmente no Rio Grande do Norte.

O BRT chega para substituir o projeto de implantação do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), sistema que vem sendo discutido em Natal já faz dois anos. De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, a implantação do VLT seria cara demais, não apenas quanto ao valor do maquinário, mas também quanto às obras de instalação dos trilhos por toda a cidade.

No caso do BRT, o Seturn está tentando repetir a mesma experiência feita em Curitiba nos anos 60 e que rendeu aos paranaenses um dos melhores transportes públicos do país. Essa necessidade nasce principalmente das dificuldades que Natal poderá enfrentar na locomoção de torcedores para a Arena das Dunas em 2014. Como havíamos destacado em posts anteriores, a cidade precisará de uma ampliação na sua frota de ônibus, assim como no número de linhas que cruzam a capital potiguar devido ao futuro crescimento de sua população, fato agravado pela realização dos jogos.

As empresas de ônibus vêm manifestando há algum tempo sua insatisfação com a não inclusão de suas visões e propostas no planejamento das estratégias do poder público para o Mundial de 2014. Dessa maneira o sindicato preferiu lançar por conta própria a proposta para a Prefeitura e o Governo Estadual de realizar uma readaptação do pensamento do transporte coletivo natalense e contratou uma equipe de consultores, que fez uma analise do sistema local para criar novas soluções.

A implementação do BRT não passa apenas pela implementação dos novos ônibus, mas também pela criação de um novo plano de transportes, com abertura de corredores exclusivos para ônibus nas principais avenidas. De acordo com o diretor de comunicação do Seturn Augusto Maranhão, o custo de implantação do BRT chega a ser 90% mais barato que o outro sistema.

No entanto, Maranhão ressalta a falta da realização de audiências públicas para discutir o tema da mobilidade urbana. “Temos que ter as audiências junto ao poder público, à UFRN, aos conselhos comunitários etc. Acho que o Seturn, por sua experiência, teria muito a acrescentar”, disse. O diretor, que também é dono de uma das maiores empresas de transporte da cidade, foi além ao comentar os benefícios de sediar um Mundial ao afirmar que “o grande legado para Natal será na mobilidade urbana. O resto é elefante branco”.
 

Seturn entrega mais 10 ônibus Pré-BRT para a frota natalense

11/11/2010 - DN Online

A frota da cidade do Natal recebeu hoje mais dez ônibus pré-BRT para atender a população. A solenidade de entrega aconteceu no Hotel Barreira Roxa e representa um investimento para o setor de R$ 3,5 milhões, ampliação da capacidade de transporte de passageiros em 30% e melhor qualidade de vida para a população em Natal.

O diretor de comunicação do Seturn, Augusto Maranhão, afirmou que os ônibus estarão nas ruas a partir da próxima terça-feira e ressaltou a necessidade de se investir na adequação da infraestrutura de calçadas e pontos de ônibus. “Estamos atentos a transformação da malha viária de Natal, mas para que os novos ônibus funcionem precisamos de uma infraestrutura adequada, pois somente assim os usuários poderão usufruir dos benefícios oferecidos”.

Representando a prefeitura e a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Kalazans Bezerra, falou sobre os avanços na mobilidade urbana em Natal. “Nosso objetivo é melhorar as condições de vida dos moradores e visitantes de Natal, é para isso que a prefeitura vem investindo no avanço da mobilidade urbana e tem muitos projetos para o ano que vem. A ação mais energética será justamente na mobilidade das calçadas com o projeto “Calçada Livre”. Queremos também que a rede de transporte coletivo funcione e motive as pessoas a utilizá-la”.

Os veículos novos são equipados com motores eletrônicos que atendem às determinações do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), com a vantagem ambiental de reduzir em pelo menos 30% a emissão de poluentes. Possuem elevadores, espaço para cadeirante, lugares específicos para idoso, obesos e deficientes visuais com cão guia. Também são parametrizados para limitar a velocidade, dispondo de sistema de freios pneumático e freio auxiliar Top Brake, garantindo maior segurança. A carroceria proporciona maior vedação acústica contra ruídos externos.
 

Solenidade de entrega de 10 ônibus novos tipo pré-BRT


16/11/2010 - O Clarim Natal

Está chegando a Natal a primeira frota de 10 ônibus Pré-BRT com três eixos e três portas de acesso. O passageiro poderá subir pela frente e descer pelas portas localizadas no meio do veículo e traseira. Já os portadores de necessidades especiais terão acesso pelo elevador instalado na porta do meio.
Os ônibus pertencem às empresas integrantes do Seturn. Eles serão utilizados nas linhas de maior quilometragem de Natal que ligam Zona Norte/Zona Sul da cidade e a Zona Norte ao centro, via Ponte Forte-Redinha.

Estes ônibus têm sua capacidade de transporte de passageiros ampliada em mais 30% e estão inseridos na categoria Pré-BRT.

Está chegando a Natal a primeira frota de 10 ônibus Pré-BRT com três eixos e três portas de acesso. O passageiro poderá subir pela frente e descer pelas portas localizadas no meio do veículo e traseira. Já os portadores de necessidades especiais terão acesso pelo elevador instalado na porta do meio.

Os ônibus pertencem às empresas integrantes do Seturn. Eles serão utilizados nas linhas de maior quilometragem de Natal que ligam Zona Norte/Zona Sul da cidade e a Zona Norte ao centro, via Ponte Forte-Redinha.

Estes ônibus têm sua capacidade de transporte de passageiros ampliada em mais 30% e estão inseridos na categoria Pré-BRT.

Os veículos de categoria BRT são os ônibus articulados com maior capacidade de carregamento, mas que precisam de vias exclusivas para circular nas cidades. Estes que estão chegando estão numa categoria logo abaixo, pois não precisão de vias exclusivas para circular.

“Esse é mais um importante passo que as sete empresas do setor de ônibus de Natal estão dando para oferecer um melhor serviço para o seu usuário. De julho de 2009 para cá já colocamos na frota de Natal 210 ônibus novos. Isso representa um investimento de aproximadamente R$ 50 milhões. Todas as empresas estão inseridas na renovação da frota e todos os ônibus estão equipados com motores eletrônicos com reduzida emissão de poluentes e atendem 100% as normas de acessibilidade da ABNT, com elevadores, espaço para cadeirante, lugares específicos para idoso, obesos e deficientes visuais com cão guia”, salientou Augusto Maranhão, diretor de Comunicação do Seturn.

Augusto Maranhão disse também que este é um bom momento para se abordar a necessidade de dotar a cidade de condições de acessibilidade nas calçadas e pontos de ônibus, pois somente assim os usuários poderão usufruir dos benefícios oferecidos pelos ônibus. “A frota atual circulante de ônibus é de 652 ônibus e 220 estão totalmente adaptados, ou seja, mais de 33,74% da frota atende às necessidades dos portadores de necessidades especiais”, enfatizou Augusto Maranhão. Com chegada de mais esta frota de novos ônibus a idade média da frota cai para menos de quatro anos de uso. Atualmente, Natal tem 329 veículos com idade entre zero e três anos, o que representa perto da metade da atual frota em circulação.

A redução da idade média reflete numa melhoria significativa na qualidade do serviço prestado, pois além de se ter uma frota mais nova, os ônibus adquiridos nos últimos dois anos são veículos muito mais confortáveis, menos poluentes, confiáveis sob o ponto de vista operacional, são mais silenciosos e atendem a todos os requisitos de acessibilidade.

Os veículos novos são equipados com motores eletrônicos que atendem às determinações do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), com a vantagem ambiental de reduzir em pelo menos 30% a emissão de poluentes. Também são parametrizados para limitar a velocidade, dispondo de sistema de freios pneumático e freio auxiliar Top Brake, garantindo maior segurança. A carroceria proporciona maior vedação acústica contra ruídos externos.