sábado, 16 de novembro de 2013

Primeiro trecho do BRT terá 9 estações entre Lapa e Iguatemi

Novembro/2013 - Revista Grandes Construções

A obra totaliza investimento de R$ 800 milhões, com R$ 300 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Urbana e R$ 500 milhões financiados pela Caixa Econômica Federal.

O sistema BRT (Bus Rapid Transit, na sigla em inglês) Lapa-Iguatemi terá vias exclusivas de ônibus articulados e climatizados, três viadutos, cinco elevados e nove estações de embarque e desembarque. O tempo gasto para percorrer os 8,6 km de avenidas que ligam os dois pontos será de 16 minutos.

O anúncio foi feito ontem pelo prefeito ACM Neto, durante a apresentação do projeto do primeiro BRT da capital baiana, que será integrado a outros dois corredores: de 13,7 km (ligando a Paralela ao aeroporto) e de 27 km (ligando a Pituba à orla e ao aeroporto), totalizando 49,3 km de corredores de transporte com faixas exclusivas (leia mais sobre os corredores em matéria abaixo).

A previsão da prefeitura é que as obras sejam iniciadas em abril do próximo ano e sejam finalizadas no início de 2016. A obra totaliza investimento de R$ 800 milhões, com R$ 300 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Urbana e R$ 500 milhões financiados pela Caixa Econômica Federal, com a contrapartida do Executivo municipal.

Estações
O secretário municipal de Urbanismo e Transporte José Carlos Aleluia explicou que a avenida Vasco da Gama terá quatro das nove estações previstas: Dique, Hospital Geral do Estado (HGE), Ogunjá e Rio Vermelho.

As outras cinco serão na Lucaia, Ceasa, ACM (na saída do Itaigara), Hiper Posto e Iguatemi. Para integrar a via a outros corredores, serão construídos viadutos na avenida Garibaldi, no Parque da Cidade e no Iguatemi.

Com os viadutos, alguns pontos de retenção deverão ser eliminados. Segundo o projeto, não haverá cruzamentos e semáforos no trajeto, que também serão eliminados por conta dos viadutos, o que vai permitir fluxo contínuo no trânsito. O projeto também prevê espaços dedicados a pedestres e ciclistas.

Para quem anda de carro, o sistema prevê uma via expressa, que ligará a avenida Garibaldi à Paralela.

"Com os 16 minutos - da Estação da Lapa até o Iguatemi -, a população estará ganhando 44 minutos. Essas intervenções significam ganho de horas em família, horas em lazer. O objetivo é convidar as pessoas a voltarem a usar o ônibus. Elas só vão voltar quando o ônibus tiver qualidade, conforto e segurança", ressaltou Aleluia.

Segundo Aleluia, a velocidade média dos ônibus no BRT será de 30 km/h a 40 km/h. Atualmente, esta velocidade é de cerca de 20 km/h.

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

No Recife, Obras do Corredor Norte/Sul chegam a Rua do Riachuelo e Avenida Dantas Barreto

13/11/2013 - GRCT

A Secretaria das Cidades inicia nesta quarta-feira (13), os serviços para a construção das estações de embarque e desembarque de passageiros da Av. Dantas Barreto e Rua do Riachuelo, no centro da cidade. A obra integra o Corredor Exclusivo de Transporte Rápido de Ônibus do eixo Norte/Sul.

A intervenção vai começar com a remoção das interferências nos locais. O Consórcio EMSA/ATERPA – responsável pela obra – executará os serviços de remoção da vegetação e limpeza da área. A retirada da iluminação será feita pela Prefeitura do Recife. Após essa etapa, começam os serviços de construção da estação.

Em virtude da obra, a operação das linhas de ônibus que trafegam no trecho entre a Praça da República e a Av. Nossa Senhora do Carmo, na Avenida Dantas Barreto será alterado. A mudança acontecerá com o ponto de parada de 11 linhas.

O mesmo acontecerá na Rua do Riachuelo onde uma parada de ônibus será alterada. Com isso, entre a Rua da União e Rua da Saudade, a parada de nº 180076, localizada do lado oposto ao Circulo Católico, será realocada. As linhas 645 - Av. Norte (Macaxeira), 915 - PE-15 (Rua do Sol), 979 - Paulista (Rua do Sol) - Expresso, que fazem trajeto sentido cidade/subúrbio e atendiam a esta parada, agora passarão a utilizar o ponto de ônibus provisório que será realocado na Rua do Hospício, ao lado da Faculdade de Direito.

Nos primeiros dias da alteração, o Consórcio disponibilizará divulgadores para auxiliar os passageiros e cartazes serão implantados nas paradas de ônibus com as informações referentes às mudanças. Em caso de dúvidas, o Consórcio disponibiliza a Central de Atendimento ao Cliente, no 0800.081.0158. Lembramos que o serviço da CAC funciona todos os dias, das 07h às 19h.

Nesta etapa, será necessária a supressão vegetal de 11 árvores na Av. Dantas Barreto. Entre as espécies estão macaíbas, algodão de praia, ipê roxo e ingá. Todas as licenças para a supressão da vegetação foram dadas pela Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura do Recife e pela CPRH. A compensação ambiental será feita com o plantio de mudas de espécies variadas (no percentual de 1x2 – o dobro de árvores: 22), no bairro de Santo Amaro.

Confira a lista das linhas que terão ponto de parada alterado na Avenida Dantas Barreto:

976 - PAULISTA (PREFEITURA)
621 - ALTO TREZE DE MAIO
741 - DOIS UNIDOS
122 - VILA DO IPSEP
193 - TI TANCREDO NEVES (PRÍNCIPE)
860 - TI XAMBA (PRINCIPE)
971 - AMPARO
973 - CASA CAIADA
993 - CONJUNTO PRAIA DO JANGA
822 - JARDIM BRASIL I (CRUZ CABUGÁ)
824 - JARDIM BRASIL II (CRUZ CABUGÁ

Confira, abaixo, as modificações a serem realizadas durante as obras, no sentido Praça da República/Av. Nossa Senhora do Carmo, na Avenida Dantas Barreto:

As linhas 621 –Alto Treze de Maio e 971 – Amparo que utilizam as paradas nº 180210 e nº 180212 respectivamente passarão a utilizar a parada provisória que será implantada próximo à parada nº 180213, localizada no lado oposto ao antigo prédio do INSS.

A linha 741 –Dois Unidos que utiliza a parada nº 180210 será transferida para a parada nº180223, próxima ao Edifício da AIP (nº 576).

As linhas 822 –Jd. Brasil I (Cruz Cabugá) e 824 – Jd. Brasil II (Cruz Cabugá), que utilizam a parada nº 180227, serão transferidas para a parada nº 180214, localizada no lado oposto ao antigo prédio do INSS.

As linhas 973 –Casa Caiada e 993 – Conj. Praia do Janga, que utilizam as paradas nº 180212 e 180229, serão transferidas para a parada nº 180226, localizada no lado oposto ao nº 525 da avenida.

As linhas 122 –Vila do Ipsep e 193 – Tancredo Neves (Príncipe) que utilizam a parada nº 180211 serão transferidas para a parada nº 180224, localizada em frente ao Edifício da AIP (nº 576).

A linha 976 –Paulista (Prefeitura), que utiliza a parada nº 180209, será transferida para a parada nº 180213, localizada no lado oposto ao antigo prédio do INSS e continuará atendendo parada nª 180230, localizada na Av. Nossa Sra. do Carmo.

A linha 860 –TI Xambá (Príncipe) que também utiliza a parada nº 180211 será transferida para a parada nº 180230, localizada na Av. Nossa Sra. do Carmo.

Informações: GRCT

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Caminho azul para o ônibus

06/11/2013 -  Diário de Pernambuco

Quando a cidade que tem a maior frota de veículos do país (7,5 milhões) decidiu que estava na hora de destinar pelo menos uma faixa para o ônibus, a ideia, embora estivesse longe de ser absurda, suscitou dúvidas quanto à eficácia e questionamentos de quem parecia ter "perdido" um pedaço que sempre foi seu.

Com 225 km de faixas exclusivas para o ônibus e sem muitos alardes e investimentos, a capital paulista deu um passo importante para o resgate da cidadania do transporte coletivo, que havia sido esquecida. Não só a iniciativa deu certo, como a proposta começa a ganhar corpo em outras cidades.

A capital pernambucana vai inaugurar sua primeira faixa exclusiva nos moldes do BRS, até o fim do ano. No Recife, o modelo ganhou o nome de Faixa Azul. "A nossa expectativa é que até março de 2014, a gente consiga implantar a faixa do ônibus em seis corredores na cidade", afirmou o secretário de Mobilidade e Controle Urbano do Recife, João Braga.

A primeira experiência na cidade é a da Avenida Mascarenhas de Morais, Zona Sul da cidade, onde há expectativa de aumento de até 35% na velocidade dos ônibus. Também estão previstas faixas nos corredores da Avenida Domingos Ferreira e Conselheiro Aguiar. "Nestes dois corredores, nós estamos incluindo também as avenidas Herculano Bandeira e Antônio de Góes, que fazem a interligação natural", explicou a presidente da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), Taciana Ferreira.

Também estão previstas faixas exclusivas nas avenidas Abdias de Carvalho, Recife e Beberibe. Elas serão implantadas em 56 km de vias. Em 2014, a capital pernambucana também vai contar com 33 km do corredor Norte/Sul e 12 km do Leste/Oeste, ambos do sistema BRT. Hoje, a cidade tem 39,5 km de faixas segregadas, incluindo trechos que estão sendo incorporados aos corredores do BRT.

A faixa da direita, permite que o carro entre no corredor do ônibus apenas para acessar vias locais ou lojas. Automóveis não podem circular na faixa. De acordo com o gerente de operações de tráfego da Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo (CET), Tadeu Leite Duarte, técnicos de Curitiba foram conhecer o modelo da faixa exclusiva no lado direito da via. "Eles vieram estudar a possibilidade de implantar uma faixa à direita nos corredores onde já circula o BRT", revelou.

Não é só Curitiba que quer pegar carona, o Rio de Janeiro também está apostando na mesma proposta de uma faixa para o ônibus no lado direito, que lá é chamada de Bus Rapid Service (BRS) — Serviço Rápido por Ônibus, em tradução livre. "Está fazendo muito sucesso aqui. Nós estamos tendo um aumento de 20% na velocidade operacional dos ônibus, apenas por priorizá-lo na faixa. Não é nem uma via segregada", explicou Alexandre Sansão, subsecretário de Transportes.

(Matéria publicada na edição do dia 05/11/2013)

Tânia Passos - Blog Mobilidade Urbana (Diário de Pernambuco)