segunda-feira, 30 de setembro de 2013

BRT Alberto Craveiro, em Fortaleza, chega à marca de 94% de conclusão

30/09/2013 - Portal 2014

Trabalhos se concentram na drenagem e no acabamento do canteiro central e das calçadas

Avenida Alberto Craveiro, em Fortaleza: obras na reta final (crédito: Prefeitura de Fortaleza)

As obras do BRT da avenida Alberto Craveiro, em Fortaleza, atingiram 94% de execução. O términos dos trabalhos está previsto para dezembro deste ano. Os trabalhos se concentram na drenagem de alguns trechos e no acabamento do canteiro central e das calçadas.

O BRT da avenida Paulino Rocha, por sua vez, tem 51,16% de conclusão. Os dois projetos integram o sistema viário que dará acesso ao Castelão e fará a ligação do estádio com a zona hoteleira da cidade. 

A prefeitura prevê para maio de 2014 a entrega da todas as obras de mobilidade previstas na Matriz de Responsabilidades --são mais dois BRTs (Dedé Brasil e Eixo Via Expressa/Raul Barbosa) e o VLT Parangaba-Mucuripe, além de cinco túneis, três viadutos e a reconstrução da rotatória que liga as vias urbanas do entorno da arena.O investimento total é de R$ 527 milhões.

No total, quatro túneis serão construídos: na avenida Padre Antônio Tomaz, na avenida Santos Dumont, o túnel longitudinal (entre as avenidas Santos Dumont e Padre Antônio Tomaz) e na avenida Alberto Sá. Eles fazem parte do projeto Eixo Norte-Sul (Via Expressa/Raul Barbosa). 

VLT
O Veículo Leve sobre Trilhos terá 12,7 km de extensão e vai atravessar 22 bairros de Fortaleza. O trajeto terá 11,2 km em superfície e 1,5 km em elevado. No bairro de Parangaba, a estação terá integração com a linha sul do metrô e com o terminal de ônibus do Sistema Integrado de Fortaleza. Já a estação elevada do Papicu fará a integração com a linha leste do metrô e o terminal de ônibus. 

domingo, 29 de setembro de 2013

Valor da Linha Sul (Fortaleza) daria para fazer 33 BRTs

29/09/2013 - O Povo - Fortaleza

O Bus Rapid Transit (Transporte Rápido por Ônibus) da avenida Dedé Brasil, ao custo de R$ 41,6 milhões, é o mais caro em construção em Fortaleza. Terá uma extensão de 7 quilômetros, com estimativa de transportar 49 mil pessoas por dia, conforme dados do Anuário da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) 2012-2013. O fluxo é cerca de sete vezes menor do que o da Linha Sul do Metrofor, que tem 24,1 quilômetros de extensão. O valor do investimento no metrô foi de R$ 1,4 bilhões, o que daria para construir cerca de 33 BRTs semelhantes ao da Dedé Brasil.

 "Não me posiciono contra o metrô. Ele auxilia na mobilidade, pela alta capacidade que tem. O inconveniente está relacionado ao custo", avalia o superintendente técnico do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus), Francisco Pessoa de Araújo Neto.

Como prioridade, Pessoa defende ser mais adequado esgotar a solução via ônibus inicialmente. "Temos como fazer transporte de alta capacidade utilizando ônibus. Está comprovado em diversos lugares. O problema é investir em corredor de ônibus fere vários interesses, vai mexer com quem usa automóvel, com lojista", ressalta.

O diretor-técnico admite que perfurar um túnel, a princípio, não mexe na vida das pessoas, mas torna o transporte rígido, com pouca - e cara - possibilidade de mudar o trajeto, caso necessário. "Você não pode mexer no sistema. A grande vantagem do metrô é porque não tem cruzamento, tem liberdade de circulação". No trem de superfície, a crítica é ao possível isolamento entre os bairros.

Pessoa afirma ainda que nem o ônibus nem o metrô acabam com os congestionamentos de veículos, já que só vai deixar o carro em casa quando for mais conveniente usar o transporte público.

Complementares

Conforme dado do Comunicado 98 do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Ministério das Cidades e NTU, vale a pena investir no metrô com fluxo a partir de 25 mil pessoas por hora por sentido. Atende até cerca de 70 mil pessoas. O BRT vai de 5 mil a cerca de 45 mil pessoa por hora por sentido.

O presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô de São Paulo (Aeamesp), José Geraldo Baião, destaca que as cidades brasileiras têm crescido mais do que a infraestrutura e isso tem sido um problema para o transporte urbano. "Muitas pessoas que precisam do transporte público moram na periferia das cidades, cada vez mais longes das áreas mais centrais". Ele afirma que o BRT não é um transporte de alta capacidade de fluxo, que só pode ser suprido pelo metrô ou pelo monotrilho.

Baião adverte que o olhar não é só sobre a demanda. "A maior frota de automóveis e de motocicleta traz problemas de poluição e acidentes. Esse aspecto ambiental já tem peso. Vou colocar ônibus ou sistema eletrificado?", questiona.

O presidente da Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (Abrati) e diretor-executivo do Grupo Guanabara, Paulo Porto Lima, não analisa o metrô como concorrente de ônibus, apesar de os ônibus moverem os negócios do grupo que lidera. Para ele, o transporte urbano deve funcionar de forma integrada. Se não for assim, não funciona. "Na visão de quem transporte, cada modal tem uma função. Eles precisam de integração", ressalta.


sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Fortaleza: Obras do corredor expresso de ônibus em fase de conclusão

27/09/2013 - Portal da Copa

Com 94% de finalização, faltam apenas a drenagem de alguns trechos e o acabamento no canteiro central e nas calçadas para que as obras do BRT (Bus Rapid Transit) da avenida Alberto Craveiro, em Fortaleza, sejam concluídas. Até a data de entrega - dezembro de 2013 -, a prefeitura planeja concluir, também, o BRT da Avenida Paulino Rocha, que chegou a 51,16% de finalização dos trabalhos em setembro.

As duas intervenções fazem parte do conjunto de compromissos assumidos pelo governo municipal na Matriz de Responsabilidades da Copa do Mundo de 2014 e vão integrar o sistema viário que dará acesso à Arena Castelão e fará a ligação do estádio com a zona hoteleira da capital cearense. A prefeitura prevê para maio de 2014 a entrega da todas as obras de mobilidade previstas pela prefeitura para o Mundial. Isso inclui mais dois BRTs - um na avenida Dedé Brasil e outro no Eixo Via Expressa/Raul Barbosa -, além de cinco túneis, três viadutos e a reconstrução da rotatória que liga as vias urbanas do entorno da arena.

De acordo com o planejamento de restauração das vias, será construído um túnel no cruzamento da avenida Alberto Craveiro com a Dedé Brasil e a Paulino Rocha. Na Dedé Brasil, será implantado o complexo viário da Parangaba, com a construção de viadutos nos cruzamentos com as avenidas Osório de Paiva e Germano Frank. 

Privilégio ao transporte público

As obras na Via Expressa visam à melhoria do acesso do Aeroporto Pinto Martins à zona hoteleira e preveem a construção de um viaduto no cruzamento da Raul Barbosa com a rua Murilo Borges e túneis nos cruzamentos da Via Expressa com as avenidas Santos Dumont, Padre Antônio Thomaz, Alberto Sá, além de um túnel longitudinal entre a Santos Dumont e a Padre Antônio Thomaz. 

Todas essas vias irão receber ainda melhorias na drenagem, na malha viária e na iluminação pública. O investimento total, de acordo com a prefeitura, chegará a R$ 227,51 milhões, sendo a maior parte por meio de financiamento da Caixa Econômica Federal. 

As obras seguem o objetivo assumido já para a Copa das Confederações de privilegiar o transporte público no plano de mobilidade urbana de Fortaleza. Para a Copa do Mundo, a intenção é que os BRTs funcionem de maneira integrada com o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) Parangaba-Mucuripe e o metrô, de modo a facilitar o deslocamento dos torcedores que verão os jogos em Fortaleza. O Castelão vai receber seis partidas do Mundial. 

Fonte: Portal da Copa

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Feira de Santana deve ter BRT até março de 2014

23/09/2013 - iBahia

Segunda maior cidade da Bahia, com uma população estimada em mais de 600 mil habitantes, Feira de Santana deverá contar com o sistema BRT (Transporte Rápido de ônibus) até o dia 5 de março de 2014, informou no domingo, 22 de setembro, o jornal Correio*.

Vencedora do processo licitatório que contou com a participação de mais duas empresas concorrentes, a Prisma Consultoria e Engenharia Ltda, com sede em Brasília, será a responsável pela elaboração do projeto executivo para implantação do BRT.

Sistema BRT é constituído por veículos articulados ou biarticulados que trafegam em canaletas específicas ou em vias elevadas

"Após essa etapa estaremos licitando as obras que serão realizadas nos bairros e avenidas de Feira de Santana para atender as condições técnicas para implantação do sistema que irá revolucionar o transporte público em Feira de Santana", destacou o prefeito José Ronaldo.

O Ministério das Cidades também já outorgou o Termo de Habilitação para a contratação da operação de crédito destinada a financiar a implantação do BRT. O valor total da obra será de R$ 90.107.500, por meio de financiamento da Caixa Econômica Federal (CEF).

Como funciona

O sistema BRT é constituído por veículos articulados ou biarticulados que trafegam em canaletas específicas ou em vias elevadas. O sistema foi criado originalmente em Curitiba e depois copiado por outros municípios do Brasil e também do exterior - o BRT é o principal meio de transporte em cidades como Bogotá, na Colômbia, e Johanesburgo, na África do Sul.

A proposta da prefeitura de Feira de Santana para reformular o transporte na cidade foi inserida no mês de março no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II), eixo Mobilidade Médias Cidades, no âmbito do Programa de Implantação de Transportes e de Viabilidade Urbana (Pró-Transporte), com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), por meio da CEF.

Informações: iBahia

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Olha os puxadinhos: Corredor Leste/Oeste da Região Metropolitana do Recife sofre novas mudanças

19/09/2013 - Blog Mobilidade Urbana

Mais uma mudança no modelo do projeto do BRT (Bus Rapid Transit) do corredor Leste/Oeste na Região Metropolitana do Recife (RMR). O governador Eduardo Campos confirmou que ao contrário das cinco estações do BRT, que estavam previstas para serem implantadas na Avenida Belmino Correia, principal via de Camaragibe, será construída apenas uma estação central nos moldes do BRT nas imediações do Fórum e outras quatro paradas vão funcionar na calçada, sendo quatro por sentido.

A mudança está sendo implantada porque não houve consenso em relação ao valor das indenizações dos imóveis a serem desapropriados e os proprietários dos imóveis entraram na justiça. O governo não quer perder mais tempo. O prazo de conclusão da obra é março de 2014.

Com a mudança na Belmino e a adaptação na Conde da Vista, os pontos de partida e chegada do corredor Leste/Oeste, onde irá operar o BRT, na prática, estão sendo improvisados.

Na Avenida Conde da Boa Vista, apesar da Secretaria de Mobilidade do Recife ter decidido que a via será exclusiva do BRT, não há tempo suficiente para implantar as estações nos moldes do BRT com pagamento antecipado.

As paradas existentes serão adaptadas para receber o ônibus do BRT, que deverá ter portas nos dois lados. Resta saber se com todas essas ações improvisadas a operacionalização do sistema ficará comprometida ou não.

Por Tânia Passos
Informações: Blog Mobilidade Urbana

Fortaleza ganhará 77,8 Km de BRTs

19/09/2013 - Diário do Nordeste - Fortaleza

O secretário de Infraestrutura de Fortaleza Samuel Dias afirmou, ontem (18), que o plano de mobilidade da Capital ganhará cinco BRTs (Bus Rapid Transit), corredores expressos para o transporte público na Capital, que compreendem um total de 77,8 Km de extensão. As informações são da Redação Web do Diário do Nordeste.

O primeiro deles é o Antônio Bezerra/Papicu, que está com 65% de execução e possui 17,4 Km de extensão. Outra dessas faixas, batizada como BRT Copa, compreende 18 Km e passará pela Av. Alberto Craveiro, Raul Barbosa, Dedé Brasil e Paulino Rocha.

No cruzamento da Av. Augusto dos Anjos com Av. José Bastos, o BRT terá 11,6 Km de extensão. Já na Av. Senador Fernandes Távora com Av. Expedicionários, a faixa exclusiva para ônibus terá 15,6 Km de extensão. E por fim, o BRT4 que vai da BR-116 a Av. Aguanambi, sendo 15,2 Km de faixa.

As obras do BRTs, que devem diminuir o tempo de trânsito na Capital, contam também com alargamento da via, construção de ciclovia, drenagem, nova pavimentação, padronização de calçadas e as faixas exclusivas para ônibus.

Túneis

Além disso, Samuel Dias acrescentou que dará início, nos próximos 60 dias, à construção de mais dois túneis na Via Expressa (oficialmente Av. Almirante Henrique Sabóia).

Serão feitos um túnel longitudinal, sob a Via Expressa (entre as Avenidas Santos Dumont e Padre Antônio Tomás), na Aldeota, e passará por debaixo do futuro trilho VLT (Veículo Leve sobre Trilhos). O outro túnel será construído na Av. Alberto Sá, no bairro Papicu. Ao todo, estão previstos no pacote de obras de mobilidade urbana para Fortaleza, quatro túneis na extensão da Via Expressa.

Atualmente, estão em andamento as obras do túnel do cruzamento com a Av. Santos Dumont, iniciado em maio deste ano, e outra no cruzamento com a Av. Padre Antônio Tomás, em andamento desde agosto.

Conclusão

A promessa é que as obras na Via Expressa sejam concluídas, até a Copa do Mundo, em maio de 2014, juntamente com o túnel do cruzamento das avenidas Alberto Craveiro, Dedé Brasil e parte da Deputado Paulino Rocha. A construção dos túneis na Via Expressa faz parte da Matriz de Responsabilidades para a Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014

O secretário de Conservação e Serviços Públicos, João Pupo, explicou que, além das medidas a longo prazo, com o plano de mobilidade urbana, a Prefeitura também estuda medidas emergências para a Cidade. O plano emergencial deve durar de cinco meses a um ano e tem o objetivo de diminuir em 10% a 20% o tempo de deslocamento do fortalezense. Pupo afirmou que as medidas ainda são estudadas.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Prefeito confirma 5 corredores BRTs na Capital e intervenções na Lagoa e Beira Rio ainda este ano

10/09/2013 - Conexão PB

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, confirmou nesta segunda-feira (09) a construção de cinco corredores para a utilização dos BRTs. Cartaxo contou também que deve começar intervenções na Lagoa e na avenida Beira Rio ainda neste ano. "Vamos abrir o processo de licitação para apresentação dos projetos para os BRTs e esperamos que com isso tenha cinco grandes corredores exclusivos para ônibus em João Pessoa", pontuou o prefeito.
Segundo Cartaxo, a Prefeitura já detém quatro terrenos para a construção das estações dos BRTs. Os terrenos serão um em Mangabeira, um próximo ao Rangel e mais um próximo ao Almeidão, que deve ser cedido pelo Governo do Estado, assim como o terreno ao lado da Rodoviária de João Pessoa. Outro terreno, este ainda não localizado, seria no bairro de Mandacaru. "Se temos esses corredores exclusivos para o BRT vamos melhorar consideravelmente o trânsito", argumentou.


Lagoa e Beira Rio – O prefeito ainda lembrou que João Pessoa é a terceira cidade mais antiga do Brasil e que muitos dos problemas de mobilidades decorrem das ruas serem estreitas. Entre as mudanças previstas no plano de mobilidade urbana está a padronização das calçadas. "Precisamos fazer a padronização das calçadas de uma ponta a outra da Beira Rio. Queremos fazer com que a Beira Rio possa ter um espaço reservado para os ciclistas e uma faixa a mais para os ônibus", revelou o petista.

Cartaxo explicou ainda que este ano também está previsto o início do projeto do parque Sólon de Lucena. Será uma obra de R$ 20 milhões apenas na primeira etapa. "A segunda etapa prevê mudanças no paisagismo do Parque, mas a parte de infra-estrutura, o desassoreamento já será feita na primeira etapa. Vamos trabalhar com ações definitivas, nada paliativo", finalizou.

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Representantes do BID avaliam melhorias para o transporte público de Fortaleza

Fortaleza: Corredor de ônibus expresso BRT Messejana - Centro

Foi encerrada a Missão do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Dessa vez, os representantes do BID, vieram a Fortaleza para tratar de vários temas relacionados ao novo financiamento de Fortaleza junto ao banco. 

O principal objetivo do encontro foi a implantação de melhorias para o transporte público de Fortaleza, com atenção especial ao projeto do corredor expresso de ônibus denominado "BRT Messejana / Centro" que se dará através de faixa exclusiva ou preferencial para o transporte coletivo, garantindo a acessibilidade universal com o embarque e desembarque em nível, utilização de ônibus de maior capacidade com ar condicionado, baixo nível de ruído e controle de emissão de poluentes, objetivando redução nos tempos de viagem, maior conforto e segurança. Tratamento e padronização nos passeios para um melhor fluxo de pedestres. Construção de ciclovias. Implantação de um sistema de comunicação ao usuário. Construção de interseção em desnível no cruzamento das vias BR-116 com Eduardo Girão, objetivando a retirada de semáforos e a melhoria do tráfego em geral. Reforma, ampliação e adequação do terminal de Messejana. 

Vias Integrantes do BRT: Frei Cirilo, Padre Pedro de Alencar, Jornalista Tomaz Coelho, BR-116, Aguanambi e Domingos Olímpio.

Melhorias Viárias: Restauração da Avenida Eduardo Girão.  

Previsão de início: 3º trimestre de 2014 

Previsão de conclusão: 1º trimestre de 2016 

Valor estimado: R$ 250 milhões

Com informações: Etufor