sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Fortaleza: Obras do corredor expresso de ônibus em fase de conclusão

27/09/2013 - Portal da Copa

Com 94% de finalização, faltam apenas a drenagem de alguns trechos e o acabamento no canteiro central e nas calçadas para que as obras do BRT (Bus Rapid Transit) da avenida Alberto Craveiro, em Fortaleza, sejam concluídas. Até a data de entrega - dezembro de 2013 -, a prefeitura planeja concluir, também, o BRT da Avenida Paulino Rocha, que chegou a 51,16% de finalização dos trabalhos em setembro.

As duas intervenções fazem parte do conjunto de compromissos assumidos pelo governo municipal na Matriz de Responsabilidades da Copa do Mundo de 2014 e vão integrar o sistema viário que dará acesso à Arena Castelão e fará a ligação do estádio com a zona hoteleira da capital cearense. A prefeitura prevê para maio de 2014 a entrega da todas as obras de mobilidade previstas pela prefeitura para o Mundial. Isso inclui mais dois BRTs - um na avenida Dedé Brasil e outro no Eixo Via Expressa/Raul Barbosa -, além de cinco túneis, três viadutos e a reconstrução da rotatória que liga as vias urbanas do entorno da arena.

De acordo com o planejamento de restauração das vias, será construído um túnel no cruzamento da avenida Alberto Craveiro com a Dedé Brasil e a Paulino Rocha. Na Dedé Brasil, será implantado o complexo viário da Parangaba, com a construção de viadutos nos cruzamentos com as avenidas Osório de Paiva e Germano Frank. 

Privilégio ao transporte público

As obras na Via Expressa visam à melhoria do acesso do Aeroporto Pinto Martins à zona hoteleira e preveem a construção de um viaduto no cruzamento da Raul Barbosa com a rua Murilo Borges e túneis nos cruzamentos da Via Expressa com as avenidas Santos Dumont, Padre Antônio Thomaz, Alberto Sá, além de um túnel longitudinal entre a Santos Dumont e a Padre Antônio Thomaz. 

Todas essas vias irão receber ainda melhorias na drenagem, na malha viária e na iluminação pública. O investimento total, de acordo com a prefeitura, chegará a R$ 227,51 milhões, sendo a maior parte por meio de financiamento da Caixa Econômica Federal. 

As obras seguem o objetivo assumido já para a Copa das Confederações de privilegiar o transporte público no plano de mobilidade urbana de Fortaleza. Para a Copa do Mundo, a intenção é que os BRTs funcionem de maneira integrada com o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) Parangaba-Mucuripe e o metrô, de modo a facilitar o deslocamento dos torcedores que verão os jogos em Fortaleza. O Castelão vai receber seis partidas do Mundial. 

Fonte: Portal da Copa

Nenhum comentário:

Postar um comentário