segunda-feira, 29 de agosto de 2011

SEGUNDA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2011

PB: Sistema numérico de identificação dos ônibus urbanos de João Pessoa
Postado por Fortalbus às 01:02
Milhões de passageiros utilizam por mês o serviço dos ônibus urbanos em João Pessoa conforme informações da STTrans. Diariamente, este contingente corresponde a, uma média, de 270 mil usuários/dia que, em sua maioria, desconhecem o modo de organização deste sistema que promove a acessibilidade da população aos mais diferentes pontos da capital paraibana. A codificação das linhas de ônibus, através do uso de números, por exemplo, é um detalhe que faz a maior diferença no deslocamento diário dos passageiros.

A representação numérica das rotas pelas quais circulam os ônibus urbanos em João Pessoa é uma convenção adotada há mais de 20 anos, quando o sistema atual foi planejado e está relacionada aos sete principais corredores da cidade. Estes itinerários estão identificados pela seguinte numeração:

O Primeiro digito da Linha indica a avenida ou região que ela opera:

Cod: 0 – Roger e Jaguaribe(Linhas próximo ao Centro)
Cod: 1 – Av. Cruz das Armas
Cod: 2 – Av. 02 de Fevereiro(Cristo-Rangel)
Cod: 3 – Av. PedroII
Cod: 4 – Av. Beira Rio
Cod: 5 – Av. Epitácio Pessoa
Cod: 6 – Av. Tancredo Neves
Cod: 7 – Acesso Oeste (Alto do Mateus)

Assim, é através da combinação destes algarismos que se obtém a identificação dos trajetos, além da indicação das denominações nos letreiros frontais do ônibus. “Conhecendo o sistema, fica fácil para o passageiro tomar a condução de um modo adequado. O importante para ele é estar atento aos dois primeiros números do código. Por exemplo: se ele souber que “1” equivale ao corredor de Cruz das Armas e “5” à avenida Epitácio Pessoa, ele vai ter menos chances de errar ao pegar a linha Circular “1500”, principal linha circular da cidade.


As linhas radiais estão representadas por três números e, geralmente, só passam por um corredor. Por exemplo: na linha 510-Tambaú, o uso do algarismo “5” no início do código quer dizer que o veículo passa pelo corredor “Epitácio Pessoa”, o mais movimentado da cidade com 35 linhas em trechos diferentes, circulando diariamente. Já as linhas circulares são identificadas por quatro números e atendem a diversos corredores. O percurso mais longo é feito pelos ônibus circulares 1500 e 5100, que percorrem, em média, 50 km, numa viagem que dura, em média, 110 minutos.

Atualmente, o sistema de transporte pessoense conta com uma frota de 517 ônibus, sendo que 486 ônibus ficam em operação. Os 31 veículos restantes ficam nas garagens como reserva técnica, das seis empresas concessionárias: Transnacional, Reunidas, São Jorge, Santa Maria, Mandacaruense e Marcos da Silva.

Com a criação do Terminal de Integração, a locomoção dos pessoenses foi facilitada, ainda mais, já que 60 linhas de localidades diversas trafegam todos os dias pelo local, beneficiando quem tem que ir a pontos distantes com a utilização de mais de um ônibus, com o pagamento de apenas uma passagem. A integração metropolitana, implantada em 2009, e a temporal, que está disponível desde 2008, melhoraram ainda mais a locomoção das pessoas que utilizam os ônibus urbanos em seus deslocamentos diários.

Fonte: News Comunicação


quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Corredor de ônibus da Av. Presidente Kennedy em Olinda será entregue em setembro

17/08/2011 - Blog Meu Transporte

Uma obra que começou a mais de 03 anos parece que finalmente será entregue, a construção do corredor de ônibus da av. presidente Kennedy em Olinda vem com suas obras se arrastando a muito tempo, a situação prejudica as mais de 75 mil pessoas que moram nos bairros de Peixinhos, Sapucaia, Jardim Brasil, Vila Popular, São Benedito e Aguazinha, todos cortados pela Avenida Presidente Kennedy. São 4.400 metros de problemas.

A obra só inclui a implantação de um corredor central de ônibus com oito paradas, parecido com o que existe na Avenida Caxangá no Recife. Orçada em R$ 7,5 milhões, ela deve ser concluída no mês de setembro. Para muitos usuários de ônibus, este novo corredor de ônibus vai significar bastante no que diz respeito a pontualidade dos coletivos, sem falar que os ônibus não precisarão mais andar junto dos carros, fazendo com que a viagem seja mais rápida.

Visando melhorar ainda mais a mobilidade na cidade, a Prefeitura de Olinda também está planejando obras viárias como: o vetor Norte-Sul pela avenida Olinda até Paulista; o vetor Norte-Sul pela PE-15 e o Vetor Oeste, pela avenida Presidente Kennedy.
Confira as linhas que passam por esta avenida:

881         Caenga/Rio Doce (Getúlio Vargas)
883         Caenga/Rio Doce (II Perimetral)
884         Jardim Brasil/Rio Doce
885         Sítio Novo/Rio Doce
886         Ouro Preto/Rio Doce
907         Paulista/Rio Doce
911         Ouro Preto (Cohab)
916         Ouro Preto/Joana Bezerra
920         Rio Doce/CDU
930         Rio Doce/Dois Irmãos
981         Rio Doce (Conde da Boa Vista)
983         Rio Doce (Princesa Isabel)
985         Rio Doce (Bacurau)
986         Rio Doce/Derby
996         Arthur Lundgren II/Rio Doce (Paratibe)

Mais Notícias de Pernambuco

Blog Meu Transporte

BRT em Salvador terá três vias: Cajazeiras, Calçada e Pituba

13/08/2011 - Bahia Notícias

O presidente da Comissão do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), Alberto Valença, durante coletiva de imprensa que divulgou detalhes do sistema de modais integrados a ser implantado na Região Metropolitana de Salvador, anunciou as três primeiras vias do BRT (ônibus modernos em vias exclusivas) que serão construídas na capital baiana.

Orçados em R$ 800 milhões, os corredores passarão por diversos bairros de áreas nobres e carentes da cidade. O primeiro será na Avenida 29 de Março, via a ser construída para ligar a BR-324 (na altura de Águas Claras) até a Paralela (Bairro da Paz). Este primeiro canal integrará os bairros de Cajazeiras, Fazenda Grande e Castelo Branco.

A segunda via partirá da Estação Ferroviária da Calçada, na Cidade Baixa, até a futura estação de metrô do Retiro. Já a terceira intervenção ligará o Acesso Norte (Iguatemi) até o bairro da Pituba.




Informações: Bahia Notícias
BRT em Salvador terá três vias: Cajazeiras, Calçada e Pituba
sexta-feira, 12 de agosto de 2011

O presidente da Comissão do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), Alberto Valença, durante coletiva de imprensa que divulgou detalhes do sistema de modais integrados a ser implantado na Região Metropolitana de Salvador, anunciou as três primeiras vias do BRT (ônibus modernos em vias exclusivas) que serão construídas na capital baiana.

Orçados em R$ 800 milhões, os corredores passarão por diversos bairros de áreas nobres e carentes da cidade. O primeiro será na Avenida 29 de Março, via a ser construída para ligar a BR-324 (na altura de Águas Claras) até a Paralela (Bairro da Paz). Este primeiro canal integrará os bairros de Cajazeiras, Fazenda Grande e Castelo Branco.

A segunda via partirá da Estação Ferroviária da Calçada, na Cidade Baixa, até a futura estação de metrô do Retiro. Já a terceira intervenção ligará o Acesso Norte (Iguatemi) até o bairro da Pituba.

Informações: Bahia Notícias

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Pernambuco lança editais para obras de mobilidade da Copa

10/08/2011 - Portal 2014

Recife terá novo terminal integrado e 52 km de corredores exclusivos de ônibus

Modelo de estação elevada do TRO (crédito: Divulgação)

Os editais para as obras de mobilidade urbana na Grande Recife visando à Copa de 2014 foram lançados hoje de manhã (10) pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos.

Inicialmente serão licitadas as intervenções que constam da Matriz de Responsabilidade da Copa, a saber: o Terminal Integrado Cosme e Damião, a ser construído em São Lourenço da Mata, e a implantação de 52 km de corredores exclusivos de Transporte Rápido de Ônibus (TRO) nos eixos norte-sul, leste-oeste e ramal Cidade da Copa (também em S. Lourenço da Mata).

O investimento é de R$ 476 milhões, com recursos do estado (R$ 129 milhões) e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), através do PAC da Mobilidade Urbana (R$ 347 milhões), programa exclusivo para a Copa.

As obras constam do Programa Estadual de Mobilidade (Promob) que, além dessas intervenções, prevê ainda a implantação de corredores de transporte público na avenida norte Miguel Arraes e na BR-101 que serão licitados posteriormente. Quando o conjunto de obras estiver concluído, serão mais de 100 km de corredores exclusivos de transporte coletivo e um investimento de R$ 1,5 bilhão.

O governo do estado também está licitando a aquisição de uma central de controle e monitoramento da frota dos mais de 2.900 ônibus que operam hoje no sistema de transporte público da região metropolitana. A tecnologia, que utiliza o GPS para monitoramento em tempo real dos ônibus, está orçada em R$ 26 milhões.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Maior ônibus do mundo circulou nesta terça pelas ruas do Recife
terça-feira, 9 de agosto de 2011

Bruno Freitas/EM/D.A.Press


Na tarde desta segunda, o Diario de Pernambuco participou de uma viagem a bordo do Mega BRT, o maior ônibus do mundo, que deve ser implantado no Recife antes da Copa do Mundo de 2014. O conforto oferecido pelo veículo é indiscutível, mas ele circulará apenas em faixas exclusivas, nos grandes corredores da cidade, em novas linhas que percorrerão os eixos Norte-Sul (de Boa Viagem até Paulista, pela Avenida Agamenom Magalhães) e Leste-Oeste (pela Avenida Caxangá até o Centro) e a Avenida Norte Miguel Arraes.
Com estrutura articulada (sanfona), os coletivos podem transportar até 150 pessoas, com 60 sentadas e o restante em pé. A empresa Neobus é a principal fabricante atualmente, mas outras montadoras já começaram a desenvolver ônibus com o formato. Após a licitação para a construção das novas vias (como a pista acima do canal da Agamenom), o governo do estado indicará o formato do veículo que as empresas de transporte devem comprar para começar a operar.
Os ônibus devem incluir ar-condicionado, espaço para transportar bicicletas e sistema GPS, mas outros recursos opcionais podem ser implementados, como internet wireless. O veículo apresentado tem duas portas de um lado e três do outro, mas elas podem ser adaptadas de acordo com a disposição das paradas nos itinerários. O espaço interno possui 20 metros de extensão, com 2,6 metros de largura e 2,2 metros de altura.
A viagem de apresentação saiu do Cabanga Iate Clube e passou pelo Cais José Estelita, Cais de Santa Rita, Bairro do Recife (Avenida Alfredo Lisboa, Marco Zero, Forte do Brum), Ponte do Limoeiro, Avenida Norte, Avenida Cruz Cabugá, Rua Princesa Isabel, Praça da República, Rua da Madre de Deus e retorno pelos cais de Santa Rita e José Estelita até o Cabanga. Por causa das curvas mais fechadas, foi necessário um acompanhamento de batedores da CTTU.
O modelo já circula na cidade de Curitiba e será implementado também em Florianópolis, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Goiânia e Santiago (Chile).

Com informações do Pernambuco.com

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Usuários reclamam do tempo de espera na Integração Temporal

03/08/2011 - SMTT

Os usuários dos transportes coletivos no Complexo Benedito Bentes reclamam dos transtornos causados pelo Programa Integração Temporal, na última segunda, 1º de agosto. De acordo com os passageiros, a espera pelo ônibus aumentou com o novo sistema.

O porteiro Luiz Carlos contou que esperou por quase uma hora para conseguir pegar um ônibus que seguisse para o bairro da Ponta Verde. “Para conseguir chegar ao meu trabalho na Ponta Verde às 18h, sai da minha casa no Conjunto Moacir Andrade antes das 16 horas. Mas vou chegar atrasado, pois esperei quase uma hora para pegar o ônibus. Com esse novo sistema ficou pior porque os ônibus ficaram divididos para os conjuntos e o tempo de espera aumenta”, afirmou Luiz Carlos.

O programa Integração Temporal, implantado desde o último sábado, 30 pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), permite que o usuário troque de ônibus pagando apenas uma passagem e sem precisar passar por um terminal. O usuário que precisa pegar dois ônibus para ir ao trabalho, pagará a primeira passagem e terá até 60 minutos para pegar o segundo coletivo, sem pagar a mais por isso. Qualquer pessoa com o passe eletrônico poderá usufruir deste benefício, inclusive os estudantes.

Até o momento, as linhas 703 – Benedito Bentes / Ponta Verde – Via Gruta, 704 – Benedito Bentes / Ponta Verde – Via Farol e 809 – Alimentador / Conjunto Selma Bandeira estão funcionando com o Integração Temporal. De acordo com o coordenador da empresa Piedade, Alexandre Rangel, os problemas relatados estão relacionados à adaptação do usuário com o novo sistema.

“Existem 21 veículos da linha 704 e foram enviados sete passando pelos terminais dos conjuntos Frei Damião, Selma Bandeira e Mocambo. Nos horários de pico, os ônibus estão passando pelo terminal central do Benedito Bentes e os dos conjuntos. Nos horários mais tranquilos, são alternados”, disse Rangel.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Cuiabá e Salvador não podem mudar projeto e devem implantar o BRT

31/08/2011 - Folha.com

Nenhuma das 12 cidades-sede da Copa do Mundo poderá mudar os projetos para a área de transporte público urbano. O Ministério das Cidades informou oficialmente, na sexta-feira (29), que vai vetar qualquer mudança pretendida por cidades nas obras para transporte visando ao Mundial.

Numa reportagem especial, divulgada no domingo (24), o jornal paulista mostrou que Cuiabá e Salvador, por exemplo, teria aderido a "um lobby" composto por empresas de ferrovias e construtoras para modificar seus projetos de BRT (ônibus articulado) por VLT ou metrô. Os projetos são mais caros e não ficariam prontos para o evento.

Para fazer as mudanças, as cidades precisam de aval do ministério, já que as obras são financiadas pela Caixa Econômica Federal.

Segundo o Ministério das Cidades, serão seguidas as orientações do Governo dadas pela presidente Dilma Rousseff em reunião com governadores e prefeitos neste ano: as obras devem estar contratadas até dezembro próximo e finalizadas até dezembro de 2013.

De acordo com o ministério, também ficou acertada a manutenção dos modais estabelecidos na chamada Matriz de Responsabilidade Ðplanilha de planejamento das obras para a Copa.

Na terça-feira e na quarta-feira passadas, houve reuniões entre representantes de Cuiabá e de Salvador com integrantes dos ministérios das Cidades e do Planejamento.

A diretora de Mobilidade Urbana do ministério, Luiza Vianna, defendeu nos encontros a manutenção dos que está projetado. Mas o coordenador-geral de Infraestrutura da Copa do Ministério do Planejamento, Guilherme Ramalho, pediu uma solução de consenso vinda das cidades.

Em Salvador, a obra de R$ 600 milhões para BRT passaria para R$ 2,7 bilhões, segundo projeto apresentado pela Invepar (empresa de transporte da Construtora OAS com fundos de pensão estatais).

Os estudos da Invepar chegaram ao número de passageiros 2,5 vezes maior que todos os outros dados disponíveis para o corredor entre o aeroporto e a área central.

O projeto básico de BRT, elemento essencial para licitar a obra, já está concluído em Salvador e em análise desde 2010. Mas o processo está parado devido à indefinição sobre a escolha do modal.

Em Cuiabá, a obra de BRT de R$ 500 milhões passaria para R$ 1,1 bilhão se fosse adotado o VLT previsto. Um dos estudos recebidos por Cuiabá falando que o VLT a diesel era melhor que os outros modais foi feito pela T"Trans, empresa que vende esse tipo de equipamento.

O secretário da Copa do governo da Bahia, Leonel Leal, informou que a prefeitura, responsável pelo projeto de BRT, e o Governo do Estado, que está fazendo o projeto de trilhos, estão conversando para apresentar um projeto de consenso.