domingo, 16 de janeiro de 2011

Via Metro com novo visual no Cariri

08/09/2011 - Fortalbus

A filial da Auto Viação Metropolitana no Cariri está adotando uma nova identidade visual. Baseado no Metrô (VLTs), o novo visual dos ônibus irá trazer uma novidade, a possibilidade da integração Ônibus-Metrô, para linhas intermunicipais operadas pela Via Metro. Isso significa que os usuários do Metrô poderão, com um só bilhete, pegar as linhas integradas de ônibus para continuar seu percurso, a integração será tarifária, operacional, temporal e física.

Estação do Crato

Juntamente com a integração, o Metrô do Cariri ganhará em 2011 mais um VLT e também sua nona estação, nas proximidades da escola técnica no Bairro Antônio Vieira. Atualmente com oito estações, o percurso Juazeiro do Norte a Crato leva cerca de 40 minutos, a passagem custa apenas R$ 1,00 e R$ 0,50 meia. Parte dos funcionários do Metrô do Cariri, também fazem parte do quadro de funcionários da Auto Viação Metropolitana.

Atualmente a Via Metro opera na região do Cariri com uma frota de 36 veículos, distribuídos em 4 linhas, atendendo as cidades de Barbalha, Missão Velha, Crato e Juazeiro do Norte. O objetivo é padronizar toda a frota da empresa com esta nova identidade visual, que irá aproximar estes dois meios de transporte da região.

Um dos primeiros ônibus já em operação no Cariri



Dos novos veículos, dois já estão em circulação no Cariri. Em breve mais quatro unidades deste primeiro lote que se encontra na matriz irá juntar-se aos demais. Os novos ônibus têm carroceria modelo Torino com chassi Mercedes-Benz OF-1418, equipados com elevador para cadeirantes na porta de embarque traseira. Em breve, com a aquisição de mais veículos novos, a empresa irá renovar consideravelmente os ônibus da filial no interior cearense.

Alunos do treinamento

Na oportunidade da visita à garagem Matriz de Maracanaú, fomos gentilmente recebidos por Manoel Pessoa, que realiza treinamento na escolinha de cobradores e motoristas da empresa. Fomos apresentados aos alunos, que recebem noções que vão desde mecânica até primeiros socorros, visando assim humanizar cada vez mais a relação entre os funcionários que lidam diretamente com o público.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Fora o Castelão, obras da Copa 2014 não saíram do papel

10/01/2010 - O Povo

Maioria dos projetos da Copa do Mundo de 2014 em Fortaleza está em fase de licitação. Até agora, só o Castelão está em obras. O processo segue o cronograma e a expectativa é que as outras obras comecem neste 1º semestre

Fortaleza ainda não vê as mudanças para a Copa do Mundo de 2014. A expectativa é que esse panorama mude até o fim deste primeiro semestre. Os projetos executivos foram elaborados e estão em fase de publicação de editais de licitação. Das obras prioritárias, apenas o estádio Castelão, que receberá os jogos, passa por reformas. 

Continuam no papel a implantação do sistema de Veículo Leve sobre o Trilho (VLT), construção dos terminais Padre Cícero e Montese na linha sul do metrô, criação de vias exclusivas e de tráfego rápido para ônibus (BRT), reforma do aeroporto Pinto Martins e construção do terminal de passageiros do Porto do Mucuripe.

O período é de publicação de editais para as licitações e acompanha os prazos da matriz de responsabilidades, um cronograma acertado entre as três esferas administrativas - municipal, estadual e federal. No primeiro acordo, as obras do VLT, Via Expressa e avenidas de grande fluxo deveriam ser iniciadas este mês.

Segundo o gerente do projeto Copa 2014 da Prefeitura de Fortaleza, Felipe Araújo, houve uma repactuação com o Governo Federal em relação ao cronograma e os prazos foram estendidos. Agora, as obras estão marcadas para começar em maio e junho. Os recursos estão todos garantidos, mas falta a liberação do dinheiro. “Enviamos toda a documentação, mas ainda aguardamos o trâmite final na Secretaria do Tesouro Nacional”, diz.

A previsão é que ainda este mês seja lançado o edital de licitação, com as obras sendo iniciadas no primeiro semestre. “Tivemos reuniões com as concessionárias para mapear o que há de coincidência em termo de execução de obras nas áreas contempladas, e acabamos atrasando”, justifica.

Mesmo com a alteração nos prazos de início dessas obras, há a garantia de término no mesmo período (dezembro de 2012), a tempo de que Fortaleza possa receber a Copa das Confederações de 2013, evento teste para a Copa do Mundo de 2014. “Os recursos estão garantidos, mas estamos aguardando a aprovação do financiamento pela Secretaria do Tesouro Nacional. Para acessar esses recursos, existe todo um trâmite burocrático, que necessita de tempo e aprovação”, acrescenta. 

Secretaria da CopaDe acordo com o titular da Secretaria Extraordinária da Copa, Ferruccio Feitosa, as licitações devem correr no prazo estipulado e as obras não devem sofrer mais interferências no processo. A publicação dos editais ocorre esse mês. Com isso, a maioria das obras está prevista para ser iniciada em junho, após o período de chuvas. 

“Nós estamos acompanhando todas as obras do governo e conversando com a Prefeitura e Governo Federal para dar maior celeridade ao processo. Há um comprometimento para que todas as obras sejam concluídas no prazo estipulado”, comenta o secretário, que no segundo mandato do governo Cid deixou a Secretaria do Esporte (Sesporte) para cuidar exclusivamente do projeto Copa 2014.

Ferruccio afirma que esta é uma etapa que deve ser considerada. “Qualquer governo tem que passar por esse processo de captação de recursos e fazer bons projetos para executar de fato”. Para ele, há uma rigidez maior nos prazos relacionados ao Castelão por causa da Copa das Confederações, em 2013. “As demais obras podem ficar prontas até 2014. Estamos criando um método de controle sobre o cuidado no cronograma”.

Ele não soube precisar qual a posição que Fortaleza está em relação às outras cidades-sede, quanto ao andamento das obras. “Não tivemos mais reuniões com as autoridades das outras sedes”.

Fortaleza será uma das 12 cidades-sede da Copa do Mundo 2014 e terá que agilizar grandes obras para oferecer uma mudança significativa no planejamento urbano. A realização do campeonato acaba pressionando pela conclusão de melhorias que são aguardadas há muitos anos pela população.



Viviane Gonçalves 
vivi@opovo.com.br

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Feira de Santana já conta 70 ônibus com GPS

07/01/2011 - Fortalbus

Parte da frota do Sistema Integrado de Transportes (SIT) de Feira de Santana já conta com sistema de GPS instalados em ônibus do transporte coletivo de passageiros. São 70 equipamentos, utilizando-se de sinais de satélites, para fornecer a posição exata dos veículos em suas respectivas rotas de tráfego. O GPS está presente em 70 dos 207 ônibus do transporte coletivo urbano. A medida é uma ação do Governo Municipal que prima por um transporte mais organizado e que possa corresponder às expectativas do usuário do sistema.

Todos os novos veículos introduzidos à frota em 2010 já contam com GPS. Os novos ônibus, que ainda este semestre devem substituir os antigos, também serão equipados com o sistema de rastreamento. O secretário municipal de Transportes e Trânsito, Flailton Frankles, credita que muito em breve toda frota do SIT já estará equipada com o sistema. “O objetivo do Governo Municipal é dotar todo sistema desse equipamento”, disse.

Com a instalação do GPS nos veículos, a Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) vai poder fiscalizar com maior eficiência o serviço prestado pelas empresas de ônibus coletivo. O GPS vai substituir a fiscalização feita pelos fiscais. Nos grandes terminais, por exemplo, terão telões informando o horário dos veículos, itinerário dos coletivos e o próprio cidadão, se desejar, poderá informações via celular sobre o horário exato que o seu carro estará passando pelo ponto desejado.

O secretário Flailton Frankles também ressaltou a instalação de câmeras de segurança em vários ônibus do transporte coletivo da cidade. “Todos os novos ônibus introduzidos à frota em 2010 contam com o esse sistema”, comenta. Segundo dados da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito, mais de 3 milhões de pessoas utilizam, por mês, o sistema de transporte coletivo na cidade.

Fonte: Jornal Grande Bahia

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Motorista é preso após negar gratuidade à PM

06/01/2011 - Fortalbus

Um motorista da linha de ônibus TopBus foi detido na tarde desta quarta-feira, 5, depois de ter negado a gratuidade da passagem a um policial militar que estava fardado. De acordo com a assessoria da ETUFOR, por se tratar de linha especial, ele não teria direito à gratuidade.


Segundo informações do repórter Everardo Souza, da rádio O POVO/CBN, o soldado se recusou a pagar a passagem e chamou seu superior, mesmo depois de os passageiros terem se prontificado a pagar o valor. Com a chegada do superior, identificado com subtenente Clovis, o motorista foi detido e encaminhado ao 34º DP por desacato. Os passageiros foram deixados na esquina da avenida Dom Manuel com rua Pereira Filgueiras.

De acordo com o delegado titular Aurélio de Araújo, o motorista alegou que estava cumprindo ordens do superior. Será registrado um boletim de ocorrência e o caso será investigado.

Entenda o TopBus

Criado em 1994, o Top Bus é um serviço de ônibus executivo no qual oferece conforto aos passageiros que se deslocam para os principais locais da cidade. Incialmente operava nas linhas: Aldeota/Centro I e II, Iguatemi/Centro e Aeroporto/Beira Mar. As linhas eram operadas com veículos da Expresso Guanabara, com tarifa equivalente à R$2,00.


Em 1997 as linhas passam a ser operadas com micro-ônibus executivos e no início da década de 2000 o controle do TopBus passa a ser da Viação Urbana, empresa pertencente ao Grupo Guanabara. Atualmente o serviço atua em duas linhas: 017-Iguatemi/Centro e 049-Caça e Pesca/Centro/Beira Mar, com o valor da passagem custando R$3,00 e R$1,80, respectivamente. Desde o início do TopBus a meia entrada não é válida, bem como gratuidades.

Com informações do Jornal O Povo

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

PB: Prefeitura inaugura novo terminal em Mangabeira neste sábado em João Pessoa

05/01/2011 - Prefeitura de João Pessoa

foto

A Prefeitura Municipal de João Pessoa, através da Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans), vai inaugurar neste sábado (08), às 8h, mais um terminal de bairro, no Loteamento Patrícia Tomás, em Mangabeira. Este será o 46º terminal implantado na Capital. Quatro linhas de ônibus passarão por ele, realizando um total de 284 viagens por dia útil. A inauguração contará com a presença do prefeito Luciano Agra.

Através dos terminais de bairro, a STTrans passa a ter o controle sobre as linhas de ônibus e o cumprimento de seus horários de chegada e saída nas paradas, evitando os atrasos. De acordo com a chefe da Divisão de Coletivos, Ângela Monteiro, apesar da existência da catraca, que permite que o monitoramento seja feito de forma eletrônica, um despachante das empresas que circulam pelo terminal de bairro permanece no local para controlar a saída dos veículos e garantir o cumprimento dos horários.

"O despachante faz um boletim do controle da linha, mas ele também atua fornecendo informações para os usuários do transporte público, como a respeito da falta de motorista, e organizando as substituições quando necessárias, para evitar que os ônibus se atrasem", afirmou.

Circularão pelo Terminal do Patrícia Tomás, as linhas 302, 514 e 209 da Empresa Transnacional e a linha 5603 da Empresa Reunidas. Ao todo são 30 ônibus, incluindo um opcional da Reunidas fazendo uma média de 284 viagens em dias úteis. Durante a inauguração, será servido um café da manhã para a comunidade.

O Terminal faz parte do Termo de Compromisso (TC) firmado pela STTrans com as empresas no final do ano passado, durante a reunião do Conselho Municipal de Transportes e Trânsito (CTT) que discutiu o aumento da tarifa. Além do terminal, a frota de ônibus deverá ser renovada em 50 veículos, todos dotados de acessibilidade para cadeirantes e deficientes visuais, entre outros, além de implantar 80 novos abrigos com calçadas acessíveis ao longo deste ano.

Fonte: STTRANS

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Terminal São Benedito

03/01/2011 - Fortalbus


No dia 3 de janeiro de 1996, a Empresa São Benedito inaugurava o primeiro terminal exclusivo de uma companhia de ônibus em Fortaleza. Localizado na Avenida Domingos Olímpio, próximo a Aguanambi, o terminal iniciou suas atividades atendendo as linhas: Ancuri, São Bento, Lagoa Canas, Iguape, Caponga, Tipuiú, Carcará, Batoque, Aquiraz, Tapuio, Pacajus, Eusébio, Guanacés, Cascavel, Aroeira, Telha, Itaitinga, Jacarecoacora, Horizonte, Chorozinho, Camará e Prainha.

Terminal em funcionamento 

Para oferecer um maior conforto aos passageiros, o terminal é coberto e equipado com serviço de som, televisão, lanchonete, banheiros, bancos e lojas. O funcionamento foi autorizado pelo Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DERT), Prefeitura de Fortaleza e Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Fonte: Jornal O Povo