quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Motorista é preso após negar gratuidade à PM

06/01/2011 - Fortalbus

Um motorista da linha de ônibus TopBus foi detido na tarde desta quarta-feira, 5, depois de ter negado a gratuidade da passagem a um policial militar que estava fardado. De acordo com a assessoria da ETUFOR, por se tratar de linha especial, ele não teria direito à gratuidade.


Segundo informações do repórter Everardo Souza, da rádio O POVO/CBN, o soldado se recusou a pagar a passagem e chamou seu superior, mesmo depois de os passageiros terem se prontificado a pagar o valor. Com a chegada do superior, identificado com subtenente Clovis, o motorista foi detido e encaminhado ao 34º DP por desacato. Os passageiros foram deixados na esquina da avenida Dom Manuel com rua Pereira Filgueiras.

De acordo com o delegado titular Aurélio de Araújo, o motorista alegou que estava cumprindo ordens do superior. Será registrado um boletim de ocorrência e o caso será investigado.

Entenda o TopBus

Criado em 1994, o Top Bus é um serviço de ônibus executivo no qual oferece conforto aos passageiros que se deslocam para os principais locais da cidade. Incialmente operava nas linhas: Aldeota/Centro I e II, Iguatemi/Centro e Aeroporto/Beira Mar. As linhas eram operadas com veículos da Expresso Guanabara, com tarifa equivalente à R$2,00.


Em 1997 as linhas passam a ser operadas com micro-ônibus executivos e no início da década de 2000 o controle do TopBus passa a ser da Viação Urbana, empresa pertencente ao Grupo Guanabara. Atualmente o serviço atua em duas linhas: 017-Iguatemi/Centro e 049-Caça e Pesca/Centro/Beira Mar, com o valor da passagem custando R$3,00 e R$1,80, respectivamente. Desde o início do TopBus a meia entrada não é válida, bem como gratuidades.

Com informações do Jornal O Povo

Um comentário:

  1. O PM é quem deveria ser preso e processado por abuso de autoridade pra deixar de ser babaca. Com bandido ele não faz isso!!

    ResponderExcluir