quarta-feira, 30 de julho de 2014

Fortaleza: Instalação do BRT é prorrogada para outubro

30/07/2014 - O Povo - Fortaleza

Três pontos da avenida Bezerra de Menezes passam por obras para instalação das paradas de ônibus no canteiro central. Os serviços ocorrem para viabilizar o BRT (Bus Rapid Transit, do inglês) da via, que ligará o Terminal do Antônio Bezerra ao Centro por faixa exclusiva de ônibus. O sistema deve funcionar em outubro, segundo o titular da Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), Samuel Dias.

Conforme cronograma anunciado há dois meses, no início dos trabalhos, o sistema funcionaria já em setembro. Segundo Dias, houve readequação do prazo porque alguns serviços só puderam ser avaliados com a obra iniciada. "Nos dois primeiros trechos, definimos a fundação das paradas e o tipo de drenagem que usaríamos nas demais. Isso demandou tempo", justifica o secretário.

O canteiro central da avenida receberá dez paradas, cinco em cada sentido. Os espaços funcionarão como pequenos terminais, onde o passageiro escolherá qual veículo expresso pegará. Os ônibus vão circular por duas faixas da esquerda, sem disputar lugar com carros de passeio e outros transportes.

Dez veículos adaptados (articulados e com portas do lado esquerdo) dividirão espaço com outros 238 ônibus convencionais na primeira fase de instalação do sistema. Os veículos normais deverão entrar no canteiro central para desembarcar passageiros, já que não permitem o acesso pela esquerda.

Com trechos das obras separados por tapumes, só estão livres para trânsito duas das quatro faixas da avenida. Nesses pontos, pedestres e ciclistas dividem a mesma calçada por conta das intervenções. "É preciso passar por esses transtornos para ver a obra concluída. A complicação é momentânea", pondera o pedestre Alfredo Bastos, 58. Para o aposentado, o BRT da avenida deveria funcionar há muito tempo, para evitar os prejuízos sofridos pelos comerciantes da via.

A drenagem de dois trechos da obra - em frente à sede da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) e ao Colégio Master - já foi concluída. Os espaços agora vão receber nova pavimentação e "ilhas", onde as estações de metal serão instaladas. Já no terceiro ponto, próximo à Igreja São Gerardo, os serviços começaram na segunda.

"As duas paradas iniciais demandam mais tempo, por causa das definições pendentes antes do trabalho em campo. Isso já era esperado. Agora os serviços devem seguir num ritmo mais rápido. Inclusive, a expectativa é que mais operários integrem à obra na próxima semana", afirmou Dias.

Saiba mais

A primeira etapa do corredor expresso Antônio Bezerra/Centro prevê a implantação das estações com base de concreto e estrutura metálica até o Centro. O corredor vai até o Terminal do Papicu, com intervenções que devem ser concluídas em 2015.

As obras de ampliação do Terminal do Antônio Bezerra estão com 85% dos serviços concluídos. O trabalho deve terminar junto com as intervenções do BRT da Bezerra de Menezes.

sábado, 26 de julho de 2014

Lucélio diz que BRT deve ser licitado em 15 dias e primeiro VLT da Parajá chega em agosto

26/07/2014 - Nação Ruralista - João Pessoa/PB

O ex-superintendente da CBTU, Lucélio Cartaxo (PT) afirmou em entrevista ao Sistema Arapuan que o prefeito Luciano Cartaxo (PT) deve licitar o BRT em 15 dias. De acordo com ele, no próximo mês a Paraíba estará recebendo o primeiro Veículo Leve sobre Trilho (VLT).

Nós temos aqui em João Pessoa um problema serio na questão de mobilidade urbana e temos hoje um projeto e tive informações com o prefeito Luciano Cartaxo, que na próxima semana, possivelmente nós próximos 15 dias estará licitando o BRT, avisou.

De acordo com ele, o investimento é deve chegar a mais de 200 milhões incluindo o quinto corredor que é o da Avenida Tancredo Neves. Ele ainda afirmou que o primeiro VLT deve chegar ao Estado no próximo mês.

Segundo informações que teve com o atual superintendente da CBTU, Vlado Macedo, houve um pequeno atraso, mas no próximo mês estaremos recebendo o primeiro VLT e uma série de outros que esta vindo a Paraíba, avisou.

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Pelo menos seis avenidas de Fortaleza ganharão faixa exclusiva

24/07/2014 - O Povo - Fortaleza

Daqui a um ano, Fortaleza terá incorporados à sua malha viária 122 quilômetros de faixas exclusivas para transporte coletivo. Até outubro, haverá faixas exclusivas em pelo menos seis avenidas da Capital. As informações, apuradas pelo O POVO, devem ser oficialmente anunciadas pela Prefeitura em coletiva de imprensa marcada para a manhã de hoje, no Paço Municipal. Na ocasião, será lançado o Programa de Implantação de Faixas Exclusivas.

Conforme O POVO apurou, entre o próximo mês e outubro deste ano, serão implantados 27,4 quilômetros de corredores exclusivos na Cidade. Devem ser contempladas as avenidas da Universidade, Carapinima, José Bastos, Godofredo Maciel, Domingos Olímpio e Antônio Sales. A Antônio Sales e a Domingos Olímpio já fazem parte do BRT (Bus Rapid Transit) Antônio Bezerra/Papicu, que, para implantação, depende da conclusão dos viadutos no entroncamento das avenidas Engenheiro Santana Junior e Antônio Sales, no Cocó, prevista para outubro.

O restante das faixas para ônibus e topiques será criado até julho do próximo ano. Nesse período, a avenida Osório de Paiva também deve ser contemplada. Em todos os trechos que ganharem faixas, haverá imediata requalificação das paradas de ônibus, com novas estruturas e iluminação.

O projeto é um novo conjunto de ações do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (Paitt), anunciado em março. Além de contar com cinco ações imediatas (veja quadro ao lado), o Paitt faz parte do Plano de Mobilidade Urbana da Prefeitura, onde estão inseridas ações de médio prazo – como a inauguração de corredores exclusivos.

Ar-condicionado

O POVO apurou também que, em até seis anos, toda a frota de ônibus de Fortaleza terá ar-condicionado. Hoje, a Capital tem 1.928 ônibus, segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).

A partir de agora, todo novo veículo a entrar em circulação já virá com o equipamento e haverá uma renovação mínima da frota de pelo menos 12,5% a cada ano (o que representa 241 ônibus, segundo a frota atual).

Os coletivos que circularão no BRT Antônio Bezerra/Centro (que depois seguirá até o Papicu), a ser entregue ainda este ano, terão os equipamentos e serão articulados, conforme a Prefeitura. A colocação de ar-condicionado nos coletivos de Fortaleza é promessa de campanha do prefeito Roberto Cláudio (Pros).

1.928 ônibus urbanos circulam em Fortaleza, segundo o Sindiônibus

terça-feira, 22 de julho de 2014

Licença para licitação de BRT de Salvador deve ser votada nesta quinta-feira

22/07/2014 - Rádio Metropole FM - Salvador

O Conselho de Meio Ambiente do Município (Comam) deve votar nesta quinta-feira (24), a licença prévia do Projeto de Corredores Público Integrado de Salvador BRT).

A expectativa do secretário municipal de Urbanismo e Transporte, Fábio Mota, é que, caso seja aprovada, a licença deva permitir que a prefeitura comece o processo de licitação das obras, estimadas em mais de R$ 1 bilhão.

A ligação entre Lapa e Iguatemi, com a criação de uma via expressa de 8,7 quilômetros, é o principal alvo das intervenções. Devem ser construídas vias exclusivas de ônibus que contemplem, também, a integração com o metrô.

sábado, 19 de julho de 2014

Primeiro trecho do BRT terá 9 estações entre Lapa e Iguatemi

Novembro/2013 - Revista Grandes Construções

A obra totaliza investimento de R$ 800 milhões, com R$ 300 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Urbana e R$ 500 milhões financiados pela Caixa Econômica Federal
O sistema BRT (Bus Rapid Transit, na sigla em inglês) Lapa-Iguatemi terá vias exclusivas de ônibus articulados e climatizados, três viadutos, cinco elevados e nove estações de embarque e desembarque. O tempo gasto para percorrer os 8,6 km de avenidas que ligam os dois pontos será de 16 minutos.

O anúncio foi feito ontem pelo prefeito ACM Neto, durante a apresentação do projeto do primeiro BRT da capital baiana, que será integrado a outros dois corredores: de 13,7 km (ligando a Paralela ao aeroporto) e de 27 km (ligando a Pituba à orla e ao aeroporto), totalizando 49,3 km de corredores de transporte com faixas exclusivas (leia mais sobre os corredores em matéria abaixo).

A previsão da prefeitura é que as obras sejam iniciadas em abril do próximo ano e sejam finalizadas no início de 2016. A obra totaliza investimento de R$ 800 milhões, com R$ 300 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Urbana e R$ 500 milhões financiados pela Caixa Econômica Federal, com a contrapartida do Executivo municipal.

Estações
O secretário municipal de Urbanismo e Transporte José Carlos Aleluia explicou que a avenida Vasco da Gama terá quatro das nove estações previstas: Dique, Hospital Geral do Estado (HGE), Ogunjá e Rio Vermelho.

As outras cinco serão na Lucaia, Ceasa, ACM (na saída do Itaigara), Hiper Posto e Iguatemi. Para integrar a via a outros corredores, serão construídos viadutos na avenida Garibaldi, no Parque da Cidade e no Iguatemi.

Com os viadutos, alguns pontos de retenção deverão ser eliminados. Segundo o projeto, não haverá cruzamentos e semáforos no trajeto, que também serão eliminados por conta dos viadutos, o que vai permitir fluxo contínuo no trânsito. O projeto também prevê espaços dedicados a pedestres e ciclistas.

Para quem anda de carro, o sistema prevê uma via expressa, que ligará a avenida Garibaldi à Paralela.

"Com os 16 minutos - da Estação da Lapa até o Iguatemi -, a população estará ganhando 44 minutos. Essas intervenções significam ganho de horas em família, horas em lazer. O objetivo é convidar as pessoas a voltarem a usar o ônibus. Elas só vão voltar quando o ônibus tiver qualidade, conforto e segurança", ressaltou Aleluia.

Segundo Aleluia, a velocidade média dos ônibus no BRT será de 30 km/h a 40 km/h. Atualmente, esta velocidade é de cerca de 20 km/h.

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Em Salvador, bilhete único será válido por 3 horas

18/07/2014 - Tribuna da Bahia

Após a finalização do processo de licitação do transporte coletivo em Salvador, a população vai poder contar com a terceira etapa do programa Bilhete Único

O tempo para uso da integração será de 3 horas

Com o novo sistema de transporte, o tempo para utilização do benefício será ampliado de duas para três horas, resultando assim em maior economia e melhor locomoção dos usuários pela cidade.

De acordo com o subsecretário municipal de Urbanismo e Transportes (Semut), Orlando Santos, a medida só será possível após a reformulação geral do sistema de transporte coletivo, previsto na licitação.

"A ampliação do benefício de duas para três horas tem um impacto grande, pois aumenta o número de viagens e reduz a arrecadação. Para evitar essa perda, é necessário que o sistema atual, que é extremamente defasado, seja racionalizado tanto nas linhas, como nos trajetos e tempo de viagem. Essa racionalização é uma das exigências presentes no edital de licitação, que prevê ainda a integração com outros modais, a exemplo do metrô", explica.

Balanço
Os programas Bilhete Único e Domingo é Meia, implantados pela Prefeitura em 2013, totalizaram mais de 25 milhões e 54 milhões de passagens, respectivamente. Os dois projetos, coordenados pela Semut, visam reduzir os custos com transporte dos usuários do sistema e já trouxeram muitas mudanças desde a implantação.

O benefício do Bilhete Único foi implantado em duas etapas. A primeira contemplou quem se desloca de uma das regiões da cidade para outra: Subúrbio, Orla, Itapagipe e Centro. Quem precisava passar de uma região para outra pagava R$2,80 ao pegar dois ônibus no intervalo de duas horas.

Na segunda etapa, em vigor atualmente, os usuários passam a pagar uma única tarifa de R$2,80 ao pegar dois ônibus independentemente da região, dentro de um período de duas horas. A medida vale para quem utiliza o Salvador Card, que corresponde aos cartões para estudantes, trabalhadores que recebem vale-transporte e proprietários do cartão para bilhete avulso.

A terceira etapa, que amplia o intervalo de tempo do benefício de duas para três horas, será implantada após a conclusão da licitação do transporte coletivo, no prazo máximo de um ano. A partir do programa, o número de viagens de integração já passou para três milhões por mês, com tarifa zero na segunda passagem no intervalo de duas horas.

Já o Domingo é Meia, que também aceita pagamento em dinheiro, foi implantado em março de 2013 com expectativa de beneficiar 450 mil usuários do transporte coletivo. Nesse caso, usuários do cartão avulso e aqueles que utilizam dinheiro passaram a pagar, aos domingos, apenas R$1,40 pela passagem. Ou seja, uma economia de 50% em comparação com o valor da tarifa convencional.

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Prefeitura de João Pessoa deve investir cerca de R$ 188 milhões nos corredores de BRTs

17/07/2014 - ClickPB - Paraíba

Será publicado na próxima semana o edital de licitação para as adequações dos corredores que irão receber os BRTs, relatou nesta quarta-feira (16), o secretário de planejamento da Prefeitura Municipal de João Pessoa, Rômulo Polari.

Cerca de R$ 188 milhões serão investidos nos quatro corredores. As obras só começaram após a conclusão das licitações.

Conforme Polari, estão sendo feitos ajustes técnicos no projeto para as obras dos corredores Cruz das Armas, Pedro II, Epitácio Pessoa e o corredor 2 de Fevereiro para os BRT's.

Ele ainda informou que o terminal de integração BRT em Mangabeira ainda não tem local definido, mas garante que será na divisa entre Bancários e Mangabeira.

Entra em operação linha do BRT Norte-Sul de Recife

17/07/2014 - Folha de Pernambuco

Começou a funcionar na manhã desta quarta-feira (16) o novo sistema de transporte público, o Bus Rapid Transit (BRT), que opera no corredor Norte-Sul. Inicialmente, quatro veículos farão as viagens do Terminal Integrado da PE-15, em Olinda, realizando uma parada na estação de embarque em frente ao Shopping Tacaruna, na avenida Cruz Cabugá, e com ponto final da estação situada na avenida Dantas Barreto, no Centro do Recife.

Devido ao feriado de Nossa Senhora do Carmo, os trajetos realizados pelos coletivos foram tranquilos. Mesmo com o começo tímido os usuários aprovaram mais essa ampliação do novo modal. "Foi muito bom e rápido, mas é preciso destacar que é feriado. Espero que nos próximos dias seja bom assim", disse a bióloga, Zélia Azevedo, que utilizou o transporte pela primeira vez. A operação segue em teste, inclusive circulando num horário reduzido (de 9h às 16h).

Das 27 estações previstas para o corredor Norte-Sul, apenas duas estão em funcionamento. Ao longo do itinerário reduzido, isso porque o trajeto completo saíra do munícipio de Igarassu, passando por Abreu e Lima, Paulista, Olinda e Recife, existem estações de embarque em diversos estágios de obras. A tarifa da linha continuará a mesma, R$2,15 e que os usuários que desejarem experimentar o novo modal poderão utilizar o Vale Eletrônico Metropolitano (VEM) nos validadores instalados nas estações.

Os BRTs têm capacidade de transportar de 140 a 160 passageiros e medem entre 19 e 21 metros de comprimento. As estações possuem capacidade para atender cerca de 300 pessoas e são as únicas do Brasil que possuem ar-condicionado.

Leste-Oeste - Nesta quarta (16) também foi ampliado o número de estações de embarque no corredor Leste-Oeste. Agora são sete os pontos em operação para os passageiros do serviço. Com isso, também aumentou o trajeto dos veículos do BRT que fazem a primeira linha, seguindo do Terminal Integrado de Camaragibe até a estação da avenida Guararapes, em frente ao prédio dos Correios. Antes o ponto de retorno era na estação da Praça do Derby. Os 18 veículos que operam no Leste-Oeste vão transitar agora pela avenida Conde da Boa Vista, mas sem fazer paradas, isso porque as paradas na via ainda não estão concluídas.