domingo, 31 de julho de 2011

Cidade baiana se prepara para início do transporte coletivo nesta segunda

31/07/2011 - InfoSAJ

Contagem regressiva para o início do funcionamento do transporte coletivo em Santo Antônio de Jesus. Faltando 1 dia para que as 14 linhas de micro-ônibus comecem a rodar na cidade, a movimentação é grande para que seja oferecido à população um serviço de excelência.

Para isso, o Superintendente de Trânsito, Sidnei Rodrigues, esteve na manhã deste sábado (30), na Estação de Transbordo, falando aos motoristas e passageiros sobre a importância de se obedecer o Código Brasileiro de Trânsito e, principalmente, de se respeitar os usuários. Na ocasião, a Superintendente também prestou orientações aos cidadãos que num momento se aglomeraram no local para tirar dúvidas.

O transporte coletivo urbano de Santo Antônio de Jesus será executado pela Empresa Cooper Micro Luxo, vencedora da licitação municipal. O serviço era uma grande reivindicação da população e, além de promover a mobilidade urbana, será responsável pela geração de cerca de 100 empregos diretos, entre motoristas e cobradores.

Os 14 veículos disponíveis à comunidade tem capacidade para 22 passageiros sentados, são plotados, adaptados para portadores de necessidades especiais e terão horários regulares, facilitando a programação das pessoas. De segunda a sábado, os ônibus farão linhas das 5:30h às 23:20h e domingos e feriados, das 07h às 20h.

Com base na lei Federal, os idosos terão passagem gratuita e os estudantes pagarão a metade do valor da passagem. A empresa Cooper Micro Luxo está convocando os idosos e estudantes para adquirirem as carteirinhas, através do cadastro, levando todos os documentos na sede Cooperativa, que fica localizada na entrada da Rua da Alegria, no bairro Andaiá.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Com dívidas, Natal pode ficar sem obras de mobilidade para a Copa

20/07/2011 - Portal 2014

Prefeitura busca intervenção do governo federal para liberar empréstimo de R$ 300 mi

Obras de mobilidade em Natal podem ficar sem recursos (crédito: Arquivo)

As dívidas da prefeitura da Natal com a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) começam a esbarrar nas obras da Copa de 2014. Como se não bastasse a demora para o início da construção da Arena das Dunas, único estádio da Copa ainda no papel, as obras de mobilidade urbana também estão emperradas.

Isso porque a inadimplência do município impede a captação de empréstimo de R$ 300 milhões do PAC da Mobilidade Urbana, programa exclusivo para obras da Copa. Os recursos seriam destinados a 11 obras viárias na cidade, essenciais para melhorar o acesso ao aeroporto, aos hotéis e ao estádio.

Em vez de acertar as dívidas, a prefeitura da capital potiguar pretende driblar as restrições da STN apelando para o governo federal. A Secretaria de Obras Públicas e Infraestrutura encaminhou um pedido de “excepcionalidade” ao ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Desde a semana passada, o secretário de Planejamento da prefeitura, Antônio Luna, está em Brasília, tentando a liberação dos recursos.

Inadimplência
Segundo informações do jornal “Tribuna do Norte”, a prefeitura de Natal está inadimplente com a SNT em 10 modalidades, que vão desde o não recolhimento de tributos federais à ausência de relatório de gestão.

Segundo o Procurador-Geral do Município, Bruno Macedo, todas as cidades-sedes da Copa possuem pendências com a secretaria. Para Macedo, no entanto, ainda há tempo para realizar as obras para o Mundial.

“Como não precisamos contar com este recurso agora (levando-se em conta que as obras estão previstas para começarem apenas em setembro), ainda há tempo para se fazer uma revisão. Isso não vai comprometer as obras de mobilidade urbana”, disse.

Outra saída para tentar liberar os recursos seria uma ação na Justiça. No entanto, esperar uma solução do Poder Judiciário poderia estourar os prazos do governo federal, que deseja ver as obras iniciadas até dezembro deste ano. Caso contrário, a ameaça é que os estados e municípios sejam excluídos do PAC da Mobilidade Urbana.

Segundo o gestor municipal da Copa, Dâmocles Trinta, os projetos executivos das 11 obras serão entregues para análise da Caixa Econômica Federal (CEF) até o fim deste mês. “Em setembro devemos começar as obras do trecho um”, afirma o secretário.

Este pacote de intervenções, que estão um ano e meio atrasadas, contempla adequações e em trechos que ligam a zona norte à Arena das Dunas, passando pela zona oeste. As obras do trecho dois, que engloba seis intervenções no entorno da Arena das Dunas, estão previstas para começarem até dezembro.

Obras

Para a Copa de 2014, Natal tem 16 obras viárias aprovadas pelo PAC da Mobilidade Urbana. Destas, 11 são de responsabilidade da prefeitura, com orçamento total de R$ 338 milhões.

Os R$ 300 milhões de financiamento são do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e serão negociados pela Caixa Econômica Federal (CEF). O restante virá do orçamento municipal.

Ao todo, o PAC da Mobilidade Urbana tem orçamento de R$ 11,48 bilhões para 47 projetos nas cidades da Copa. Deste montante, R$ 7,68 bilhões serão investidos pela União com recursos do FGTS.

A taxa nominal de juros das operações de empréstimo é de 6% anuais, com prazo de amortização de 20 anos e quatro anos de carência.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Novos ônibus articulados começam a circular em João Pessoa

22/07/2011 - Paraiba em Noticias

Dos 24 novos ônibus zero quilômetro que entram em circulação na próxima semana, cinco veículos são do modelo articulado (tipo sanfona). Estes ônibus já se ajustam ao futuro modelo de operação que está sendo proposto pela Prefeitura da capital o chamado BRT- Bus Rapid Transit. A frota de João Pessoa já dispõe de três ônibus neste modelo, sendo dois da Transnacional e um da Reunidas. Dos cinco novos articulados que começam a circular a partir de segunda-feira (11), quatro são da empresa Transnacional e um da Reunidas. Em agosto, mais dois ônibus articulados entram em operação através da empresa São Jorge, totalizando 10 veículos deste modelo à disposição da população.

Os articulados são ônibus com maior capacidade de passageiros, já que têm maior espaço interno, equivalente a quase o tamanho de dois ônibus convencionais. No sistema de BRT’s, esses ônibus ganham o reforço de faixas exclusivas, o que assegura mais agilidade no deslocamento do transporte coletivo e, consequentemente, viagens mais rápidas.

O diretor da Transnacional e Reunidas, Alberto Pereira, explica que a aquisição de mais ônibus articulados representa o apoio das empresas para contribuir com a implantação do sistema de BRT na cidade. “Sabemos que o sistema de BRT é um modelo de transporte coletivo de média capacidade e que só funciona em sua plenitude se as linhas forem operadas com ônibus articulados ou bi-articulados, por isso, já começamos a dar a nossa contribuição para que o sistema de transporte da capital disponha destes veículos diferenciados quando o novo modelo de gestão do transporte e trânsito da cidade começar a ser implantado”, reforça Alberto.
Com informações: Paraíba em Notícias
às 01:05
Marcadores: João Pessoa (PB)

sábado, 9 de julho de 2011

Em João Pessoa, Novos ônibus articulados que sevirão para o sistema BRT na cidade começam a circular na segunda-feira

09/07/2011 - Paraiba em Noticia

Dos 24 novos ônibus zero quilômetro que entram em circulação na próxima semana, cinco veículos são do modelo articulado (tipo sanfona). Estes ônibus já se ajustam ao futuro modelo de operação que está sendo proposto pela Prefeitura da capital o chamado BRT- Bus Rapid Transit. A frota de João Pessoa já dispõe de três ônibus neste modelo, sendo dois da Transnacional e um da Reunidas. Dos cinco novos articulados que começam a circular a partir de segunda-feira (11), quatro são da empresa Transnacional e um da Reunidas. Em agosto, mais dois ônibus articulados entram em operação através da empresa São Jorge, totalizando 10 veículos deste modelo à disposição da população.

Os articulados são ônibus com maior capacidade de passageiros, já que têm maior espaço interno, equivalente a quase o tamanho de dois ônibus convencionais. No sistema de BRT’s, esses ônibus ganham o reforço de faixas exclusivas, o que assegura mais agilidade no deslocamento do transporte coletivo e, consequentemente, viagens mais rápidas.

O diretor da Transnacional e Reunidas, Alberto Pereira, explica que a aquisição de mais ônibus articulados representa o apoio das empresas para contribuir com a implantação do sistema de BRT na cidade. “Sabemos que o sistema de BRT é um modelo de transporte coletivo de média capacidade e que só funciona em sua plenitude se as linhas forem operadas com ônibus articulados ou bi-articulados, por isso, já começamos a dar a nossa contribuição para que o sistema de transporte da capital disponha destes veículos diferenciados quando o novo modelo de gestão do transporte e trânsito da cidade começar a ser implantado”, reforça Alberto.

Foto: Josivandro Avelar
BRT’s executados e em planejamento no BrasilA primeira cidade brasileira a implantar um sistema de BRT foi Curitiba. Em São Paulo, o primeiro sistema BRT implantado com sucesso foi o Corredor Metropolitano São Mateus - Jabaquara, inaugurado em 1988. Anos depois , a Prefeitura, na gestão do prefeito Celso Pitta, implantou um projeto de sistema BRT sob o nome de "Fura-Fila" , rebatizado por Marta Suplicy por "Paulistão" e por José Serra de "Corredor Expresso Parque D. Pedro - Cidade Tiradentes", ou somente "Expresso Tiradentes". Em Goiânia o BRT foi criado ligando a cidade de Leste a Oeste, e implantado na década de 70. Em Uberlândia implantou-se um sistema integrado de transporte cujo eixo é um BRT e é operado pelo chamado Sistema Integrado de Transporte em Uberlândia-SIT. Além de João Pessoa, há projetos de implantação de BRT nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande (MS), Salvador, Recife, Niterói (RJ), Porto Alegre, Belém e em Palmas (TO).

Fonte: Paraíba em Notícia

Share |
Postado por Clayton Leal às 14:48  

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Aprovado projeto que cria Cartão Integrado de Transporte em São Luís

01/07/2011 - Imirante

A Câmara Municipal de São Luís aprovou, por unanimidade, projeto de lei de iniciativa do vereador Severino Sales, visando a criação do Cartão Integrado de Transportes. Segundo o autor da proposição, a medida busca atender aos anseios da população que nos últimos meses vem reivindicando a melhoria do atendimento no setor.

“Essa proposta tem a finalidade de dar ao usuário de transporte coletivo na capital de pegar uma condução, pagar a primeira passagem, descer e embarcar em outro ônibus, no prazo de 90 minutos, sem dispor novamente de outra passagem, tornando mais ágil e fácil o sistema integrado já existente”, declarou.

O vereador destacou ainda que o objetivo maior é trazer maior comodidade aos passageiros em geral. “Com a apresentação de um único cartão integrado, não será mais necessário o deslocamento de um grande número de pessoas aos terminais de integração para tomar outra condução, proporcionando, dentro de um determinado espaço, uma economia de tempo”, ressaltou.

Severino Sales disse ainda que os terminais existentes em São Luís rapidamente tornaram-se pontos superlotados em decorrência do grande fluxo de pessoas que utilizam esses locais, formando filas intermináveis. “Isso sem falar no tempo desperdiçado. Mas com a implantação do cartão integrado de transporte, estaremos facilitando a vida das pessoas, que serão beneficiadas com essa economia de tempo, mobilidade no sistema e diminuição do gasto em dinheiro para se locomover em mais de uma condução”, frisou.