segunda-feira, 27 de maio de 2013

Governo de Pernambuco inaugura o Terminal Integrado Cajueiro Seco

Governo de Pernambuco inaugura o Terminal Integrado Cajueiro Seco

18/01/2013 - Secretaria das Cidades

O Governador de Pernambuco, Eduardo Campos e o Secretário das Cidades, Danilo Cabral inauguraram sexta-feira (18/01), o Terminal Integrado Cajueiro Seco, em Jaboatão dos Guararapes. O equipamento servirá como um importante elo de consolidação do Sistema Estrutural Integrado (SEI), sendo o 15º a entrar em operação na Região Metropolitana do Recife. A partir do sábado (19/01), os usuários já poderão transitar pelo TI, que abrigará 13 linhas de ônibus e terá conexão com a linha sul do metrô.


Ainda durante a solenidade o Governador, Eduardo Campos, aproveitou para assinar a Ordem de Serviço para a construção do Terminal Integrado de Prazeres, orçado em R$ 3,8 milhões e, anunciar a implantação de equipes da Polícia Militar em todos os Terminais Integrados da RMR, durante os horários de pico para auxiliar no ordenamento dos equipamentos.

Segundo o Secretário das Cidades, Danilo Cabral, a vinda das equipes da Polícia Militar para dentro dos Terminais Integrados trará para a população mais segurança. "Firmamos uma parceria com a Secretaria de Defesa Social para que a partir de 1º de fevereiro os Terminais Integrados possam contar com equipes da Polícia. Essas equipes estarão nos TI's entre os horários das 5h até às 7h e 17h até 19h, todos os dias. Serão dois policiais por Terminal", pontuou, Danilo.

O Terminal de Cajueiro Seco beneficiará diretamente cerca de 51 mil usuários das comunidades de Cajueiro Seco, Conjunto Marcos Freire, Prazeres, Curcurana, Comporta, Muribeca dos Guararapes, Cohab, Pontezinha, Ponte dos Carvalhos, Gaibú (via integração no TI Cabo), Centro do Cabo, Nossa Senhora do Ó, Camela, Centro de Ipojuca e Suape (todos via integração no TI Cabo).

Segundo o Governador, Eduardo Campos, esse equipamento é fundamental para consolidar o Sistema de Transporte da área sul da RMR. "Esse é um equipamento importante para a integração de toda a região da Muribeca, Marcos Freire, Curcurama e demais comunidades. As pessoas que antes utilizavam a tarifa do Anel B e pagavam R$ 3,45 para sair desses locais e se deslocarem até o centro da cidade, passarão a pagar a tarifa do Anel A que é a de R$ 2,25. Isso gerará uma economia mensal de aproximadamente R$ 70,00, melhorando assim a economia das famílias que pagarão passagens mais baratas", pontuou o Gestor.


Com uma área de 7.819,27m², o equipamento foi projetado dentro dos padrões da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e oferece uma estrutura moderna e funcional, incluindo os requisitos relacionados à acessibilidade para usuários com mobilidade reduzida. Dentro do equipamento funcionarão uma lanchonete e três boxes, além de dois vestiários com banheiros masculino e feminino para funcionários e banheiros masculino, feminino e acessível para o público.

Já o Terminal de Prazeres, também localizado em Jaboatão dos Guararapes, será construído em um terreno de 4.080,11 m², tendo 1.683,03 m² de área construída e 1.412,81 m² para a plataforma. Para o terminal estão previstas seis linhas de ônibus e o transporte de 17 mil passageiros nos dias úteis.

O projeto do Terminal de Prazeres consiste em plataforma de embarque e desembarque e dois Blocos. O Bloco 1 será destinado a administração, depósitos, almoxarifado, apoio, copa, espera e hall. Já no Bloco 2 haverá lanchonete, depósito, lixo, despensa, cozinha, sala de refeições, vestiários masculino e feminino com wc e especial para funcionários, além de banheiros para o púbico masculino, feminino e acessível. Também haverá duas guaritas, 02 ilhas de despachantes e área verde. A empresa Trópicos Engenharia e Comercio LTDA está responsável pela construção do equipamento que terá 11 meses para ser concluído.

CAJUEIRO SECO

Benefícios – Os primeiros benefícios que serão sentidos pelos usuários será o acesso ao SEI e a integração com o metrô, sobretudo, pelas comunidades de Curcurana e Comporta que não tinham essa opção.

Serão oito linhas alimentadoras que transportarão os usuários do subúrbio para o terminal; duas linhas circulares (uma atendendo aos usuários do próprio bairro de Cajueiro Seco e outra com destino ao Shopping Center Recife); uma linha troncal e uma outra linha fazendo ligações com outros terminais integrados (TI Cabo e TI Barro), levando os passageiros desses TI's para vários destinos da Região Metropolitana do Recife.

Redução de tarifa - O ganho tarifário também é uma das melhorias provenientes do início das atividades deste TI. Das 13 linhas que integram a rede, 11 operarão com tarifa do Anel A (R$ 2,25). Além disso, os usuários das linhas que atendem Ponte dos Carvalhos, Muribeca, Muribeca dos Guararapes, Conjunto Marcos Freire e Shopping Recife, que pagavam a tarifa do Anel B (R$ 3,45), pagarão, agora, a tarifa do Anel A (R$ 2,25).

Outra mudança acontecerá para os passageiros da linha 196- Recife/Porto de Galinhas (IMIP), que será extinta com a implantação do equipamento. Com a novidade, os usuários que pagavam R$ 7,50 apenas para ir até o litoral, agora, passarão a integrar no sistema por meio da criação da linha 196 - TI Cabo/Nossa Senhora do Ó e pagarão a tarifa do anel B (R$ 3,45). Uma redução de R$ 4,05 no bolso dos usuários.


Novos Itinerários - O início das atividades também proporcionará novas opções de itinerários para as comunidades que até então só possuíam ligação direta com a região central da capital. A multiplicidade de deslocamentos, por exemplo, oferecerá ligações diretas, entre as linhas de ônibus, com outros dois terminais integrados da RMR: Cabo e Barro. Além da integração com todas as estações do metrô.

Por meio da integração com o TI Cabo, por exemplo, cria-se ainda a possibilidade do deslocamento até o Terminal Integrado de Joana Bezerra, podendo o usuário seguir até os municípios de Camaragibe e São Lourenço. Além disso, as comunidades de Jordão Alto, Jordão Baixo, Jardim Jordão e QG Aeronáutica, retornando do Centro do Recife, já podem se deslocar com uma tarifa mais barata, utilizando a Linha Sul do metrô, com custo de R$1,60.

Acessibilidade – Todo o entorno do TI conta com rampas de acesso, escadas fixas e escadas rolantes. O interior do equipamento também conta com elevador e piso tátil (que facilita a orientação de pessoas com deficiência visual e visibilidade reduzida), além de mecanismos antiderrapantes, para evitar quedas e escorregões. Nas áreas de atendimento, como o local destinado aos trabalhos do pessoal da Central de Atendimento ao Cliente, também há acessibilidade.

Para informações complementares sobre a operação das linhas, os usuários podem entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente (0800.0810158) ou acessar o site www.granderecife.pe.gov.br.

Informações: Sec. das Cidades

domingo, 19 de maio de 2013

Governo de Pernambuco implantará o BRT da BR-101, principal e mais esperado corredor de ônibus da RMR

06/04/2013 - Diário de Pernambuco

Um dia depois de dar ordem de serviço para a construção de um corredor exclusivo para o BRT (sigla em inglês que significa Transporte Rápido por Ônibus) na principal artéria viária do Recife, a Avenida Agamenon Magalhães, o governo do estado deu um novo passo para melhorar a rede de transporte público da Região Metropolitana. A BR-101, no contorno do Recife, será mais um corredor a receber esse modelo de transporte. No Diário Oficial de hoje, foi publicado o edital de licitação para contratar a empresa que requalificará o trecho de 30,7 km entre Abreu e Lima e Jaboatão. Além de se recuperar a pista, será aberta uma faixa exclusiva em todo o percurso para o BRT e ciclovias em ambos os sentidos. As obras começam em agosto. A implantação das estações e a adequação da via para o sistema, que inclui a construção de viadutos, pontes e elevados, deve acontecer no início de 2014.

Trecho entre Abreu e Lima e Jaboatão contará com 39 estações de transporte rápido e 30,7 km de ciclofaixa
A intervenção que o estado vai fazer no trecho entre o km 51 e o km 82 da BR-101 vai consolidar o novo perfil da rota que se tornou fundamental para a RMR. Desde que foi implementado, na década de 1960, esse trecho deixou de funcionar apenas como passagem para veículos de carga e incorporou o tráfego misto, inclusive o transporte coletivo, assumindo função de perimetral. O aumento de demanda e a falta de investimentos deixou a via sucateada e com gargalos que comprometem a mobilidade. “Não cabe mais fazer só recapeamento. A BR será contemplada com um corredor exclusivo de ônibus, como previsto no PDTU (Plano Diretor de Transportes Urbanos)”, afirmou o secretário das Cidades, Danilo Cabral.

Na primeira etapa da obra, cuja licitação foi publicada hoje, será feita a recuperação da pista e a abertura de duas faixas, no canteiro central, para dar passagem ao BRT. A previsão é de que essas obras comecem em agosto e sejam executadas em dois anos. A segunda etapa, que deve começar no primeiro semestre de 2014, contempla viadutos, pontes, elevados, estações do BRT e ciclovias.


Os projetos executivos devem ser entregues ao estado até agosto. Por enquanto, já são consensos dois viadutos tipo ferradura (como os que dão acesso ao aeroporto) na Muribeca e em Dois Irmãos; o alargamento do viaduto da Caxangá, de onde partirá um elevado para o BRT até a BR-232, inclusive com estações suspensas; e a construção de um novo Terminal de Integração na Macaxeira. “Vamos dotar esses corredores com um padrão diferenciado para garantir conforto, velocidade e previsibilidade ao transporte público e atrair o usuário do carro para esse sistema”, declarou o secretário.

saiba mais
A BR-101, no contorno do Recife, foi feita em 1966
Com o tempo, a via ficou saturada e ganhou perfil de perimetral
O trecho já funciona como uma importante rota do transporte público, sem faixas ou corredores exclusivos
O governo do estado vai requalificar o trecho entre o km 51 e o km 82
Os projetos executivos de todas as obras devem ser concluídos até agosto  de 2013
O estado pretende dar a ordem de serviço para o início de todas as obras no primeiro semestre de 2014

Números
58 mil carros passam por dia na BR-101, no contorno do Recife
20% do tráfego são de veículos pesados
30,7 km formam o trecho entre Abreu e Lima e Jaboatão, o mais prejudicado pelo aumento da frota e a falta de manutenção da estrada
49% das placas de concreto são consideradas regulares ou ruins
22 apresentam fissuras ou trincas
R$ 774 milhões serão aplicados no trecho entre o km 51 e o km 82
150 mil pessoas por dia poderão circular pelo novo corredor após as obras
30,7 km serão adaptados para receber o BRT e ciclovias para destravar o trânsito
39 estações para o BRT e 39 passarelas para pedestres atreladas às estações serão implementadas

R$ 224 milhões serão investidos na primeira etapa, que inclui:
Troca de asfalto e placas de concreto
Abertura de via exclusiva com duas faixas de rolamento para a futura passagem do BRT

R$ 550 milhões serão investidos na segunda fase, que inclui:
Implantação de estaçãoes de BRT e ciclovias
Construção de pontes, viadutos e elevados
Construção de elevado para o BRT entre a Caxangá e a BR-232
Implantação do novo Terminal Integrado da Macaxeira, maior e mais confortável que o atual

Por ANA CLÁUDIA DOLORES
Informações: Diário de Pernambuco

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Cidade de João Pessoa ganha mais 44 ônibus novos

10/05/2013 - Portal Correio

Os usuários do sistema de transporte coletivo urbano de João Pessoa vão contar com um reforço de 44 ônibus zero quilômetro, todos acessíveis, adquiridos pela Unitrans (Transnacional e Reunidas). Quatro já passaram pela vistoria da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa – Semob e entram em operação nos próximos dias. Os 40 restantes serão postos em circulação, gradativamente, na medida em que forem sendo entregues pela fábrica e vistoriados pela Semob, até o dia 20 de junho.


Além de serem zero quilômetro, os novos veículos também contam com motorização eletrônica que polui menos o meio ambiente e são dotados de itens que melhoram a acessibilidade do usuário. Todos eles são equipados com plataforma elevatória para o acesso de cadeirantes, possuem uma cadeira especial - mais larga - destinada a gestantes e obesos, têm corrimãos especiais para deficientes visuais e sinal de parada com escrita em Braile.

Dos 44 novos ônibus que entrarão em circulação, 30 foram adquiridos pela Transnacional e 14 pela Reunidas. "Esses veículos que renovam a nossa frota vão substituindo outros mais antigos, dando ainda mais comodidade e conforto aos nossos passageiros", comentou o diretor da Unitrans, empresário Alberto Pereira.


A aquisição dos veículos faz parte do programa de melhoria contínua do sistema de transporte coletivo da capital paraibana acordado entre as seis empresas operadoras de ônibus e a Prefeitura Municipal de João Pessoa para que a frota da cidade continue a ser uma das mais novas do país.

A Semob definirá quais as linhas que vão receber os novos ônibus.

Informações: Portal Correio

terça-feira, 7 de maio de 2013

Obras em Fortaleza estão lentas a 60 dias da Copa das Confederações

06/05/2013 - Folha de SP

Copa das Confederações ocorre de 15 a 30 de junho em seis cidades. Estádio Castelão está pronto, mas obras de mobilidade estão na metade

Adriano Queiroz

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, em entrevista
créditos: Rádio Verdes Mares

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, confirmou, na manhã deste sábado (04), que conseguiu recursos para construção de três novos sistemas de Bus Rapid Transit(BRTs), faixas exclusivas para ônibus.

O anúncio foi feito em entrevista ao apresentador Evandro Nogueira, no quadro Sem Pauta, do programa Sábado Show, daRádio Verdes Mares. Além dos novos BRTs, o gestor afirmou que vai concluir a finalização do BRT que liga os Terminais do Antônio Bezerra e do Papicu até março de 2014. As mudanças foram antecipadas pelo Diário do Nordeste, há dois meses.

Fazendo críticas à gestão anterior, o prefeito disse que "Fortaleza não tem um BRT. O que nós temos hoje é uma pinturazinha de azul num pedaço da Avenida Bezerra de Menezes, que dá prioridade ao ônibus, mas não resolve o problema.O BRT vai funcionar no canteiro central, não na mão lateral, porque isso traz prejuízo para a população e para o comércio".

Ainda segundo Roberto Cláudio, os recursos para os três novos BRTs, foram obtidos: "dois com oGoverno Federal e com o BNDES, e um que está sendo negociado nesse momento com o BID, mas já com o aceno favorável". Os novos BRTs são, respectivamente, um que vai ligar os Terminais do Conjunto Ceará e da Parangaba, outro que vai do Terminal do Siqueira até oCentro e um terceiro que liga o Terminal da Messejana também ao Centro.

"Isso não é só o BRT. Você alarga via, prepara calçamento, faz drenagem e passa o BRT. Todas essas intervenções incluem adaptações e melhorias nos terminais envolvidos. Esses três BRTS, são obras para os quatro anos. Nós temos que licitar alguns deles ainda, temos que iniciar as obras, mas com esses BRTS, nós mudaremos a velocidade de trânsito de ônibus na cidade", prometeu o gestor.