terça-feira, 24 de setembro de 2013

Feira de Santana deve ter BRT até março de 2014

23/09/2013 - iBahia

Segunda maior cidade da Bahia, com uma população estimada em mais de 600 mil habitantes, Feira de Santana deverá contar com o sistema BRT (Transporte Rápido de ônibus) até o dia 5 de março de 2014, informou no domingo, 22 de setembro, o jornal Correio*.

Vencedora do processo licitatório que contou com a participação de mais duas empresas concorrentes, a Prisma Consultoria e Engenharia Ltda, com sede em Brasília, será a responsável pela elaboração do projeto executivo para implantação do BRT.

Sistema BRT é constituído por veículos articulados ou biarticulados que trafegam em canaletas específicas ou em vias elevadas

"Após essa etapa estaremos licitando as obras que serão realizadas nos bairros e avenidas de Feira de Santana para atender as condições técnicas para implantação do sistema que irá revolucionar o transporte público em Feira de Santana", destacou o prefeito José Ronaldo.

O Ministério das Cidades também já outorgou o Termo de Habilitação para a contratação da operação de crédito destinada a financiar a implantação do BRT. O valor total da obra será de R$ 90.107.500, por meio de financiamento da Caixa Econômica Federal (CEF).

Como funciona

O sistema BRT é constituído por veículos articulados ou biarticulados que trafegam em canaletas específicas ou em vias elevadas. O sistema foi criado originalmente em Curitiba e depois copiado por outros municípios do Brasil e também do exterior - o BRT é o principal meio de transporte em cidades como Bogotá, na Colômbia, e Johanesburgo, na África do Sul.

A proposta da prefeitura de Feira de Santana para reformular o transporte na cidade foi inserida no mês de março no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II), eixo Mobilidade Médias Cidades, no âmbito do Programa de Implantação de Transportes e de Viabilidade Urbana (Pró-Transporte), com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), por meio da CEF.

Informações: iBahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário