quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Nova faixa exclusiva é implantada na Av. Antônio Salles

29/10/2014 - Diário do Nordeste - Fortaleza


A implantação das medidas do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (Paitt) chega à Av. Antônio Sales esta semana. Um dos principais corredores de tráfego de Fortaleza, a via recebe, na próxima sexta-feira (31), uma faixa exclusiva para o transporte coletivo e uma ciclofaixa. A implantação, que será feita em quatro etapas, tem início no trecho compreendido entre as avenidas Virgílio Távora e Engenheiro Santana Júnior.

A primeira etapa de implementação, que tem cerca de 700 metros, foi acelerada para atender à demanda que será criada após a entrega da segunda parte do viaduto no Cocó, conforme o secretário executivo de conservação e serviços públicos, Arcelino Lima. "O trecho escolhido está mais próximo do viaduto e irá atender à sua sinalização", reforça o secretário.

A Prefeitura iniciou a instalação das faixas na via ainda na noite de ontem. Arcelino explica que o processo é um pouco mais demorado em virtude da implantação das ciclofaixas, que demanda uma readequação na sinalização da pista. "Cada trecho tem um volume de sinalização que será apagada e então sinalizada novamente", afirma.

Arcelino Lima salienta, ainda, que a implantação da medida no decorrer da via, da Av. Dom Manuel até a Av. Virgílio Távora, em um trecho de aproximadamente 3,3 Km, será iniciada tão logo for finalizada a primeira etapa, concluindo o corredor Av. Domingos Olímpio- Av. Antônio Sales. A previsão é que até o fim de novembro o trabalho seja concluído. Com tudo pronto, a Antônio Sales ficará com uma ciclofaixa à esquerda, duas pistas para carro e uma faixa para ônibus.

A implantação seguirá o itinerário de fiscalização das demais faixas. "No primeiro momento, não haverá multa, apenas orientações. Trinta dias após a implantação, iremos começar a fiscalização eletrônica e fazer notificações, ainda em caráter educativo. Somente após mais 30 dias, inicia-se a penalização com multa", informa o secretário.

Conforme a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), 13 linhas de ônibus, que passam diariamente pela Av. Antônio Sales, serão beneficiadas. A expectativa do órgão é que o tempo de viagem na via seja reduzido em até 40%.

Outra via de Fortaleza que recebe o corredor exclusivo ainda nessa semana é a Av. Bernardo Manuel. Nela, 9,7 Km de faixas para o tráfego de ônibus, micro-ônibus, vans, táxis e transportes escolares serão dispostas desde a Av. Perimetral até a Av. Carlos Jereissati, no bairro do Aeroporto. No local, passam diariamente 13 linhas de ônibus. A entrega total do corredor está prevista para a próxima sexta-feira.

Adaptação

O processo de adaptação do fortalezense a essas medidas, conforme Arcelino Lima, está dentro da expectativa da Prefeitura. "É um programa novo, e evidente que acontecem os desrespeitos, mas está tudo dentro do limite", acrescenta.

O secretário esclarece, ainda, uma dúvida recorrente aos motoristas quanto ao uso das demais faixas. "A sinalização da via indica a exclusividade apenas das faixas dedicadas ao transporte coletivo, mas não diz que ele não pode usar as demais faixas. Os motoristas de ônibus são instruídos a não deixarem a faixa, apenas para ultrapassagem, mas se ele sair não se configura uma infração", explica.

A Prefeitura de Fortaleza planeja, até julho de 2015, implantar um total de 122 Km de faixas exclusivas para transporte público na Capital. As avenidas Engenheiro Santana Júnior, Washington Soares, Abolição e Raul Barbosa são algumas das demais vias que serão contempladas com as faixas.

De acordo com o secretário de infraestrutura de Fortaleza, Samuel Dias, a implantação das faixas são coordenadas com a implantação das obras de infraestrutura da Capital. Segundo ele, as alterações na Av. Antônio Sales já adiantam os efeitos do futuro corredor expresso Antônio Bezerra/Papicu. Além disso, diz ele, o início da utilização das faixas coincidirá com a liberação do viaduto, também, na avenida. "Até o fim dessa semana é a expectativa para concluirmos as obras e liberar o tráfego".

Nenhum comentário:

Postar um comentário