terça-feira, 24 de maio de 2016

Recife: Ainda faltam 23% das obras para terminar BRT prometido para Copa

24/05/2016  - G1 PE

Corredor Leste-Oeste (Foto: Reprodução / TV Globo)
Corredor Leste-Oeste (Foto: Reprodução / TV Globo)Ainda faltam 42,3% das estações do Corredor Leste-Oeste serem entregues à população (Foto: Reprodução / TV Globo)

Obras que deveriam ter ficado prontas para a Copa do Mundo de 2014 em Pernambuco, os corredores Norte-Sul e Leste-Oeste ainda não estão com a totalidade das suas estações de Bus Rapid Transit (BRT) em funcionamento, algumas delas ainda em construção. Do total de 52 estações de embarque e desembarque de passageiros, 12 faltam ser entregues pelo governo de Pernambuco à população, o que significa que 23% das estações para a operação completa dos corredores de da Região Metropolitana do Recife continuam em obras.

Apresentado como uma alternativa para facilitar a circulação de veículos entre Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife (RMR), e o centro da capital, o Corredor Leste-Oeste tem 15 estações concluídas de um total de 26. Ou seja, ainda faltam 42,3% das estações dessa obra, que é investigada pelo Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE), saírem completamente do papel. Entre as unidades que ainda não foram entregues, a Benfica, no Recife; estações no município de Camaragibe; além dos terminais da III e IV Perimetral.

De acordo com a Secretaria das Cidades de Pernambuco (Secid), o atraso na obra que recebeu um investimento de R$ 136,5 milhões foi devido à necessidade da troca do consórcio construtor, após abandono das obras e quebra de contrato com a Mendes Jr/Servix. Por meio de nota, a secretaria informou ao G1 que licitou e contratou a empresa de projetos Policonsult para fazer os levantamentos dos serviços remanescentes do Corredor Leste-Oeste, com previsão de conclusão para o mês de junho.

“Depois que essa empresa finalizar o levantamento de serviços remanescentes e um novo orçamento de obras do que falta ser realizado para a conclusão das obras no corredor, será efetuada uma nova licitação de obras para contratar empresa para finalizar os serviços até 2017. A previsão de publicação do edital de licitação é o próximo mês de junho”, segundo a nota enviada pela Secid.

Do total de 26 estações previstas para o Corredor Leste-Oeste, estão em funcionamento 15 estações, transportando diariamente 63 mil usuários/dia útil, com 45 veículos e três linhas, conforme dados da secretaria. Com capacidade entre 140 a 160 passageiros, cada veículo trafega com uma velocidade de 17 km/h pelos 16 km da sua extensão, segundo o Grande Recife Consórcio de Transporte.

Enquanto isso no Norte-Sul...

Construído para ligar Igarassu, na RMR, à estação central de metrô da capital pernambucana, o Corredor Norte-Sul funciona com 25 estações do total de 26 estações previstas. A unidade que falta é a localizada no Complexo Salgadinho, em Olinda, com previsão de conclusão em junho deste ano.

Com previsão de conclusão para junho deste ano, Passarela Peixe-Agulha vai ligar Terminal Integrado de Abreu e Lima à BR-101 e faz parte do Corredor Norte/Sul (Foto: Marina Barbosa/G1)

De acordo com a Secid, já foram investidos R$ 156 milhões nesse corredor, que passa por cinco cidades: Igarassu, Abreu e Lima, Paulista, Olinda e Recife. O consórcio construtor é a EMSA/Aterpa, que também executa obras relativas a esse projeto, como o Terminal Integrado Abreu e Lima e a construção da Passarela Peixe-Agulha, que vai ligá-lo à BR-101.

Com 33 km de extensão, o Corredor Norte-Sul atende diariamente mais de 66.400 usuários, com 64 veículos e cinco linhas em operação, segundo a secretaria. Os veículos possuem capacidade de até 160 passageiros, que são transportados a uma velocidade média de 18 km/h. Já as estações comportam, cada uma, 300 pessoas, informa o Grande Recife Consórcio de Transporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário