quarta-feira, 27 de abril de 2016

PE-15 ganha faixa exclusiva para ônibus

26/04/2016  - Diário de Pernambuco

O Corredor Norte/Sul do BRT começou a ganhar novos trechos de circulação exclusiva de ônibus. Uma faixa que separa os coletivos dos demais veículos está sendo pintada na PE-15, indo do Viaduto Presidente Kennedy até onde já existe o corredor exclusivo, na altura do quartel do 7º Grupo de Artilharia da Campanha, em Ouro Preto, Olinda. Por enquanto, a faixa está sendo “pré-marcada” com tinta branca, mas deve ganhar pintura amarela e tachões (pequenos blocos) refletivos até o próximo dia 15. Com a segregação do tráfego, a expectativa é de que os ônibus tenham um ganho de 30% no tempo de deslocamento. Assim, a velocidade média vai passar dos atuais 19 km/h para 27 km/h.

Atualmente - um ano e 9 meses depois do primeiro dia de operação do Transporte Rápido por Ônibus (BRT) no Norte/Sul - o corredor ainda tem trechos compartilhados com o tráfego misto, na PE-15 e na Avenida Cruz Cabugá, área central do Recife. Sem faixa segregada em todo o percurso, os ônibus ficam presos nos congestionamentos, indo de encontro com a premissa básica do BRT de corredor exclusivo e segregado.

O próximo trecho a ganhar a faixa exclusiva, de acordo com o Grande Recife Consórcio de Transportes, vai do Viaduto Presidente Kennedy até o limite dos municípios de Olinda e Recife. O secretário executivo de Mobilidade da Secretaria das Cidades, Leonardo Cabral, esclareceu que os corredores exclusivos vão receber pintura sinalizadora no chão e placas indicando que apenas ônibus devem circular por ali. “O projeto de BRT já contempla a segregação e chegou a hora de fazer nesse trecho por causa da inauguração da estação do Complexo de Salgadinho”, explicou. A estação deve ser inaugurada em maio.

A fiscalização para que outros veículos não usem o espaço deverá ser feita pelo órgão de trânsito de cada município. O professor Helder Pires, 28 anos, usa o BRT diariamente e percebeu que os carros, motos, caminhões e ônibus comuns já estão obedecendo a pré-marcação nos horários em que o tráfego está fluindo. “Mesmo sem uma sinalização clara de que é exclusivo para ônibus, estão obedecendo, mas no horário de pico, invadem a faixa”, disse.A dona de casa Cássia Maria dos Santos, 21, também é usuária do sistema desde a inauguração do Corredor Norte/Sul e prevê melhorias com a implementação da faixa exclusiva. Ela percebeu que, de Paulista até o Recife, os ônibus do BRT andam mais rápido até o trecho separado dos demais veículos. “Quando chega perto do Fórum de Olinda, fica muito mais lento porque os ônibus ficam disputando com os carros”, afirmou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário