sábado, 2 de maio de 2015

Sistema de biometria facial nos ônibus de Caruaru começa a valer nesta sexta (1)

01/05/2015 - Sistema Liberdade - Caruaru

A partir desta sexta-feira (1) passa a valer o sistema de biometria facial nos ônibus de Caruaru, no Agreste pernambucano. O sistema é a segunda etapa da bilhetagem eletrônica na cidade e tem o objetivo de controlar o uso dos cartões Leva. O Diretor institucional da Associação das Empresas de Transportes de Passageiros de Caruaru (Aetpc), Ricardo Henrique, explica o processo.

"A biometria facial é a segunda etapa bilhetagem eletrônica em Caruaru e ela vem para realmente coordenar as questões de uso devido para gratuidade. A gente chama atenção de que essa biometria vai funcionar para evitar a questão de fraude, de uso indevido de gratuidades no sistema. O que a gente ressalta é que se usar o cartão como deve ser usado não vai ter nenhum tipo de penalidade," explica.

Desde o início da biometria, já foram identificadas mais de mil ocorrências com o uso indevido do Leva. Com o novo sistema, as irregularidades podem levar além do bloqueio do cartão, o pagamento de uma taxa de desbloqueio no valor de 21 reais.

Diário de Caruaru

Caruaru implantará biometria nos transportes coletivos

A partir de primeiro de 1º de maio o sistema de transporte coletivo de Caruaru dará inicio a implantação da identificação através da digital (biometria). As empresas de ônibus que haviam implantado o uso do cartão eletrônico vem percebendo o uso inadequado do mesmo, por exemplo quando várias pessoas usam o mesmo cartão. Segundo a AETPC este procedimento tem apresentado prejuízo para as empresas.

Blog do Wagner Gil

Biometria passará a funcionar nos ônibus

A partir do dia primeiro de maio passa a valer o Sistema de Biometria nos ônibus de Caruaru. O objetivo é coibir o uso indevido do cartão Leva por terceiros, com foco nos usuários inseridos na gratuidade (pessoas com deficiência) e meia tarifa (servidor público e estudante), já que em alguns casos, os cartões são repassados para outras pessoas.

A biometria já está em funcionamento, mas passa a valer de forma efetiva no próximo mês. A partir desta data, haverá penalidades para o usuário, uma delas é o bloqueio do cartão por 30 dias.

Desde a implantação do Sistema de Bilhetagem Eletrônica, mais de 800 casos de irregularidades foram registrados pelo sistema.

O sistema funciona da seguinte forma: ao passar pela catraca do veículo, ocorre o reconhecimento facial do usuário e a identificação do cartão. Caso o passageiro não seja o proprietário do cartão o mesmo é bloqueado e o dono do Leva terá que ir até a sede da Aetpc para efetuar os procedimentos de desbloqueio do carro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário