quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Projeto prevê corredor para ônibus na BR-116

12/02/2015 - Diário do Nordeste - Fortaleza

Com o intuito de agilizar e melhorar a qualidade do transporte público da Capital, um novo BRT (sigla em inglês para trânsito rápido para ônibus) deverá ser instalado. Ele ligará o Terminal da Messejana, por meio da BR-116, ao Centro, pela avenida Aguanambi, e terá uma extensão de 15,2 Km. A ação é resultado do início de um processo de estudo feito pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Infraestrutura (Seinf), e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Conforme o titular da Seinf, Samuel Dias, a inserção é um projeto. "Vale ressaltar que isso ainda é uma ideia. Precisamos passar por vários órgãos para depois iniciarmos. Vamos manifestar interesse para que depois a obra possa ser feita", explica.

De acordo com o gestor, como só existe a intenção da construção do BRT, ainda não é possível estabelecer datas precisas para a obra sair do papel e ser concluída. Mas, segundo a Seinf, a expectativa é que o término do corredor da Av. Aguanambi, correspondente ao trecho entre as avenidas 13 de Maio e Domingos Olímpio, seja para o segundo semestre de 2016. Já a área da BR-116 tem estimativa para o fim do ano de 2017.

De acordo com o superintendente regional do Dnit Ceará, Diógenes José Tavares Linhares, a Seinf já deu início ao processo administrativo. "Ontem (última segunda-feira), houve uma reunião da Prefeitura de Fortaleza com o Dnit. A Prefeitura está estudando a implantação do BRT na BR-116, do Km-zero até o viaduto da Messejana", disse.

Trecho

Para que seja possível edificar o BRT, será necessário municipalizar o trecho de 9,5 Km. Assim, a Prefeitura será responsável pela área. "Depois de concluído o processo, a administração do local ficará a cargo do Município. Dessa forma, ela será monitorada pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC)".

As obras deverão contar com investimentos de R$ 250 milhões para a sua execução. Destes, 50% serão financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o restante pelo Governo Federal.

O corredor deve integrar o Centro ao Terminal da Messejana. "Queremos fazer a ligação desses dois pontos. O BRT vai exatamente dos cruzamentos da BR-116 com a Av. Perimetral e das avenidas Aguanambi com Domingos Olímpio", conta o secretário Samuel Dias.

Entre os trabalhos da construção do novo BRT estão a reurbanização das vias, com a padronização das calçadas, a implantação de ciclovia compartilhada com passeio, arborização, instalação de estações de ônibus junto ao canteiro central, além de drenagem e pavimentação.

Túnel

Existe ainda a previsão da construção de um túnel, que ligará a Av. Domingos Olímpio à Av. Antônio Sales, para retirar os semáforos existentes e permitir o livre acesso às duas avenidas, especificamente naquele trecho.

O corredor vai garantir a redução do tempo de viagem dos coletivos, principalmente na Avenida Aguanambi, por onde trafega hoje um total de 58 mil veículos por dia, além de 34 linhas de ônibus.

O titular da Seinf relata que o corredor do Terminal da Messejana/Centro deve ligar-se com o Terminal Antônio Bezerra/Terminal do Papicu. "Na verdade os dois BRTs se integrariam no cruzamento das avenidas Aguanambi com Domingos Olímpio. Lá a pessoa poderá seguir para um dos outros terminais", assegura.


Nenhum comentário:

Postar um comentário