sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Mudança no transporte começa a valer amanhã em Teresina

16/01/2015 - Diário do Povo do Piauí

A Superintendência Municipal e Transportes e Trânsito (Strans) lança hoje, a partir do meio-dia, na Ponte Estaiada, zona Leste, o novo sistema de transporte público da cidade. Na ocasião, serão entregues 40 ônibus padronizados que entrarão em funcionamento amanhã. Até o final de fevereiro serão entregues mais 20 ônibus. Ao todo serão substituídos 60 carros dos mais antigos de uma frota estimada em 444 veículos. A ideia é trocar aos poucos os carros que já chegaram a nove ou dez anos de uso.

A novidade do sistema é a implantação da integração através do uso de terminais provisórios distribuídos pelas quatro zonas da cidade. Serão dois terminais por zona, contemplando os bairros Parque Piauí e Bela Vista (zona Sul); Dirceu e Livramento (zona Sudeste); Santa Isabel e Piçarreira (zona Leste) e Buenos Aires e Matadouro (zona Norte).

O novo de sistema começa, de forma experimental, pelo Parque Piauí, na zona Sul de Teresina. O terminal está praticamente pronto, segundo o gerente de Fiscalização da Strans, Vinícius Rufino, com previsão de funcionamento para daqui a duas semanas. O próximo a entrar em operação é o terminal do bairro Bela Vista, com previsão de entrega para o final de fevereiro. A ideia da implantação gradativa dos terminais é fazer com que a adaptação da população aconteça por etapas.

"A migração para o novo sistema de integração será de forma gradativa e a grande vantagem da sua implantação será a redução do tempo de viagem, entre as rotas e o encurtamento do tempo de espera nas paradas. Tudo isso porque com o aumento das linhas da integração que vão para 97 linhas, teremos uma melhor distribuição dos ônibus pela cidade", explica Vinícius. 

Atualmente as pessoas que pegam ônibus nos bairros vão direto para o Centro de Teresina. A partir da implantação do sistema, será adotado um tipo de tronco-alimentar que serão os terminais distribuídos pelas quatro zonas da cidade onde os passageiros poderão pegar uma linha que os leve direto para o Centro da cidade ou pegar uma linha interterminal, que os levará a outros bairros.

Mas, por enquanto, isso só vai valer para usuários da zona Sul de Teresina e somente daqui a duas semanas. Os usuários de ônibus das outras zonas da cidade terão que aguardar a implantação dos terminais provisórios em sua região. A previsão de conclusão dos outros dois é até o final do ano. O que efetivamente entra em funcionamento amanhã são os novos 40 ônibus e o aumento das linhas disponíveis, que das 65 linhas atuais vão para 97 linhas de integração disponíveis para os usuários da capital.

Outra mudança que entra em vigor amanhã é que, para utilizar o sistema integrado, o usuário deverá possuir o cartão eletrônico próprio para a integração, disponível em três modalidades distintas: cartão eletrônico do estudante; vale transporte eletrônico; e cartão expresso. Eles serão comercializados em todos  25 os pontos de venda do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut) e custam R$ 6,30.

Vinícius Rufino ressalta que a integração só pode ser realizada por esses cartões. "É importante lembrar à população que para fazer uso do sistema não se poderá usar dinheiro, apenas os cartões fornecidos, isso porque não teríamos como fazer o controle dos usuários do sistema", disse Vinícius Rufino.

Os ônibus passam ter faixas de cores diferentes para indicar as zonas que serão atendidas. Todos os ônibus serão na cor verde, onde a faixa verde indica a zona Norte, a faixa vermelha a zona Leste, a faixa Azul a zona Sudeste e a faixa amarela a zona Sul.

Amanhã, os consórcios Poty, Urbanus, Theresina e empresa Transcol serão os responsáveis pelo serviço nas quatro zonas da capital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário