terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Começa construção de terminais provisórios em Teresina

12/01/2015 - Diário do Povo do Piauí

Teve início a construção dos terminais provisórios para a implantação do sistema integrado do transporte público em Teresina. Na última quarta-feira, dia 7, ocorreu no auditório da Secretaria Municipal de Administração (SEMA) a abertura dos envelopes das empresas que estão concorrendo na licitação para construção dos terminais de integração definitivos.

De acordo com o superintendente da Strans (Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito), Carlos Augusto Daniel, as construções provisórias visam a manter o cronograma para implantação do sistema de integração. "A intenção é não atrasar o processo de integração do transporte público", disse.

Eles são necessários, pois, após a abertura dos envelopes, as firmas concorrentes têm o prazo de trinta dias para apresentar algum questionamento. Com o fim desse prazo, será apresentada a empresa que ganhou o processo licitatório e as obras dos terminais definitivos devem começar em seguida.

No bairro Parque Piauí, localizado na zona Sul de Teresina, a empresa responsável pela construção dos terminais provisórios já começou a montar as paradas e a fixar os novos bancos de madeira. As paradas do Parque Piauí estão situadas na praça do bairro, ao lado Clube dos 100.

Segundo informações da Strans, serão oito terminais em cada zona da cidade, dois em cada uma. Os provisórios estão sendo construídos no mesmo lugar onde serão instalados os terminais definitivos. Serão dois na zona Norte, um próximo ao mercado do Buenos Aires, outro na rua Rui Barbosa; na zona Sul, um no Planalto Bela Vista e o outro próximo ao Clube dos 100. Na zona Leste, um será na Santa Isabel, outro na avenida Presidente Kennedy, próximo ao Parque Zoobotânico. Já na zona Sudeste, um será próximo a Fundação Bradesco e o outro próximo a Usina Livramento.

De acordo com informações da Prefeitura de Teresina, esse é um dos passos importantes para a implementação do sistema de integração das linhas de ônibus na capital. O objetivo da licitação é melhorar o sistema de transporte público que atende centenas de usuários e concretizar o Plano Diretor de Transportes Públicos de Teresina.

Atualmente, Teresina possui um sistema parcial de integração do transporte coletivo. Das mais de 90 linhas que circulam na capital, apenas 66 delas fazem parte do sistema. Apesar do benefício de poder pegar duas conduções em alguns pontos do Centro da cidade e chegar ao destino pagando por uma única passagem de R$ 2.10, alguns usuários reclamam da integração existente, pois não favorece toda população.

Em Teresina, cerca de 300 mil pessoas utilizam o transporte público. E de acordo com a Associação dos Usuários e Passageiros da capital, apenas 20% dos usuários utilizam o serviço de integração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário