terça-feira, 19 de agosto de 2014

Promotoria requisita informações sobre implantação do BRT em João Pessoa

19/08/2014 - Parlamento PB

A 2ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e do Patrimônio Social de João Pessoa requisitou ao prefeito da Capital, Luciano Cartaxo (PT), o envio de informações sobre o projeto de instalação do BRT (Bus Rapid Transit) e sobre o cronograma com a data de início e de conclusão da obra.

A promotoria também requereu informações sobre a implantação da faixa exclusiva para ônibus na faixa direita da Avenida Epitácio Pessoa, cópia das planilhas de custos e demonstrativos para o empenho das despesas com a implementação dessa faixa.

De acordo com o promotor de Justiça João Geraldo Barbosa, o objetivo é obter esclarecimentos sobre a última medida anunciada pela Prefeitura Municipal de João Pessoa e amplamente divulgada nos meios de comunicação, em relação à implantação da faixa exclusiva de ônibus na Avenida Epitácio Pessoa, em contraponto aos corredores dos BRTs, que, conforme projeto, serão implantados na faixa esquerda, junto ao canteiro central da mesma avenida.

O ofício foi expedido no último dia 12 de agosto. O prazo para o envio das informações é de dez dias, a contar do seu recebimento, sob pena de responsabilização pelo descumprimento da Lei de Ação Civil Pública e Lei de Acesso à Informação.

O BRT é um sistema de ônibus de alta capacidade e velocidade que deve resultar em um grande avanço para a solução dos problemas de mobilidade urbana no município de João Pessoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário