segunda-feira, 9 de junho de 2014

BRT é elogiado por passageiros em primeiro dia útil de funcionamento

09/06/2014 - G1 PE / Diário de Pernambuco

O primeiro dia útil de funcionamento do BRT Via Livre, no Grande Recife, deixou os passageiros satisfeitos com o serviço. Motoristas e usuários aprovaram algumas das mudanças oferecidas pelo veículo que, inicialmente, conta com apenas duas estações de parada no percurso entre Camaragibe, Região Metropolitana do Recife, e o Derby, área central da capital.

O motorista Silvio Menezes, que fez uma das viagens desta segunda (9), elogiou a subida no elevado da Avenida Caxangá, pois desse modo dois semáforos são eliminados do trajeto, evitando retenções. Para os passageiros, a redução no tempo do percurso é essencial para chegar cedo no trabalho, escola e demais compromissos.

"Está muito boa a viagem. E, pelo fato de só parar na Caxangá e no Derby, deve ser rápida. Hoje eu já sei que não vou chegar tarde ao trabalho", conta a secretária Elânia Melo. O armador Josenilson Ramos de Souza compartilha da opinião. "Estou gostando. O ônibus é confortável e a viagem é rápida", comenta.

Homem morre atingido por vidro de estação de BRT

No último sábado (6), um homem morreu após ser atingido por um vidro de uma das estações do BRT na Avenida Conde da Boa Vista, no Centro da cidade. De acordo com o advogado da empresa terceirizada - à qual os dois funcionários que estavam trabalhando no momento da queda do vidro são vinculados - o serviço na estação deve ser retomado ainda nesta segunda.

"A ideia é voltar a trabalhar hoje porque não há risco para a população. Estamos fazendo uma vistoria para melhorar a seguranças nas estações", afirmou o advogado Ernesto Cavalcanti. Sobre a falta da rede de proteção no momento do acidente, o advogado informou que "as lâminas [de vidro] já estavam colocadas, por isso não tinha o esquema de proteção. Nós estamos apurando pra saber o motivo dela ter caído", completou.

Diário de Pernambuco

Estações do BRT serão vistoriadas

Após o acidente na Avenida Conde da Boa Vista que provocou a morte de um motociclista, a responsável local pelas obras do BRT, Consórcio Mendes Júnior, informou ontem que todas as estações serão inspecionadas por técnicos e engenheiros. Marcelo Lúcio Marcelino da Silva, 43 anos, morreu na noite de sábado, após um vidro que estava sendo instalado numa das estações do BRT cair em suas costas quando ele passava de moto na pista local.

 Duas pessoas foram indiciadas por suposto homicídio culposo (sem intenção): o dono da empresa terceirizada que fazia o serviço na parada, Eduardo Ferreira, e o encarregado da obra, Everton Santos. Ambos foram presos em flagrante, pagaram uma fiança de R$ 10 mil cada um e responderão em liberdade.

O acidente ocorreu no mesmo dia em que o BRT foi inaugurado, no trecho Camaragibe-Derby. Eduardo Ferreira foi levado à delegacia ainda na noite do sábado, acompanhado pelo advogado do consórcio Ernesto Cavalcanti.

 Segundo o advogado, o próprio Eduardo instalava o vidro com a ajuda do encarregado, quando a peça, de aproximadamente um centímetro de espessura, dois metros de largura e um metro de altura, caiu sobre Marcelo, que trabalhava no jogo do bicho e fazia a entrega da arrecadação do dia.

Outros quatro funcionários que estavam na estação também foram à delegacia, mas foram soltos porque apenas viram o que aconteceu. O advogado da Mendes Júnior negou que os funcionários tenham fugido. Segundo ele, todos foram escoltados pela PM até a delegacia para não serem linchados.

Questionado pelo Diario sobre a segurança existente em uma estação de vidro, Cavalcanti disse que a revisão das estruturas começou a ser feita ontem por uma equipe de técnicos e engenheiros. Ele disse que a empresa terceirizada é pequena e que os funcionários não sinalizaram a obra como deveriam.

 A Secretaria de Cidades de Pernambuco informou que o consórcio tomará as "medidas cabíveis". Marcelo morava com a mãe, Laurinete, 66. O corpo dele foi enterrado ontem, em Santo Amaro. A certidão de óbito diz que ele teve o pulmão atingido e morreu de hemorragia interna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário