quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Salvador investe em ônibus elétrico

16/10/2013 - Verde Sobre Rodas

Dois ônibus elétricos passam a circular em Salvador nos próximos dias, fazendo linha Estação da Lapa/Aeroporto

Veículos não geram poluição ao meio ambiente
créditos: Reprodução

A novidade promete melhorar o transporte público da capital, já que os veículos não emitem barulho e não geram poluição ao meio ambiente. Os ônibus, que inicialmente vão operar em fase de teste durante 15 dias, são fabricados pela empresa chinesa BYD. O valor da passagemcobrado inicialmente será de R$2,00, sendo que toda a renda será doada para as Obras Sociais Irmã Dulce (Osid).

A informação foi confirmada ontem pelo secretário da Cidade Sustentável de Salvador, Ivanilson Gomes, durante o 3ª Encontro de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras, que está acontecendo no Hotel Golden Tulip, noRio Vermelho.

Segundo Gomes, os ônibus elétricos são movidos somente com baterias que são carregadas durante a noite e conseguem circular cerca de 200 km por dia. Os veículos custam em torno de R$800 mil, mais caros do que os convencionais, que custam, EM média, R$ 500 mil.

A empresa de ônibus Rio Vermelho será a responsável pela operação dos veículos. De acordo com o secretário, por ser um veículo moderno e que não polui o meio ambiente, a expectativa é que aos poucos as empresas de transporte público da capital passem a inserir os veículos em suas frotas.

A vida útil dos ônibus elétricos pode ser entre duas ou três vezes mais que de ônibus convencionais. O secretário informou que a expectativa era de que, na próxima terça-feira (14), os veículos estivessem circulando nas ruas de Salvador. No entanto, por conta de trâmites na documentação, eles continuam no porto de Recife e devem chegar à capital no início da semana.

Os veículos elétricos já operam em países como China, Cingapura, Taiwan, Itália, Holanda, Alemanha e Estados Unidos. No Brasil, as cidades do Rio deJaneiro e São Paulo já realizam teste. Por conta da eletricidade, o sistema reduz o consumo de combustível em até 30% e diminui a poluição em até 90%.

Leia também:

Salvador terá R$ 600 milhões para construir corredor de BRT
"Se a cidade é boa para os mais pobres, as crianças e os mais fracos, então é boa para todos!"
Obras de "imobilidade" urbana para a Copa em Salvador

Nenhum comentário:

Postar um comentário