segunda-feira, 18 de março de 2013

No Recife, Corredor Leste Oeste já tem as primeiras estações de ônibus semi-prontas

17/03/2013 - Blog Meu Transporte

De cara nova, assim vai ficar o mais novo corredor de ônibus da Caxangá, dotado de Corredor Leste Oeste, este corredor será um dos principais ápices do transporte coletivo na cidade.

Com cara de BRT, a Avenida Caxangá é hoje um canteiro de obras, máquinas e tratores aceleram as obras deixando quem passa ansioso em vê-la pronta.

O corredor leste oeste vai ter estações e ônibus modernos, dando um salto de qualidade no transporte coletivo e consequentemente na mobilidade urbana, isto porque trafegar de ônibus será bem mais rápido do que de carro, atraindo assim as pessoas que hoje andam de carros.

Inicialmente, o novo Corredor Leste-Oeste terá 12,3 quilômetros de extensão onde serão investidos R$ 145 milhões, entre o Derby, na área central do Recife, e o Terminal Integrado (TI) de Camaragibe, na Região Metropolitana. Serão 22 estações ao longo do percurso. No Derby, será instalada uma estação central com 70 metros de extensão.

O corredor seguirá pela Rua Benfica, mas diferentemente da estrutura oferecida atualmente, quando apenas os coletivos que trafegam no sentido Centro-subúrbio usam a faixa exclusiva. Um túnel será construído na Rua Real da Torre para eliminar o cruzamento com a Avenida Caxangá.

Dois viadutos também serão erguidos, um deles exclusivamente para ônibus, na altura da Rua Bom Pastor, no bairro da Iputinga. O segundo ficará nas imediações da UPA do bairro da Caxangá.

E dois terminais integrados irão compor o projeto, somando-se aos TIs de Camaragibe e da Caxangá, já em operação. Juntos, terão capacidade para 64 mil passageiros por dia.

Um comentário:

  1. Gostaria de saber, como ficará a situação dos ônibus que não serão BRT, e ainda vão ter a Avenida Caxangá como itinerário, essas paradas laterais vão continuar?

    ResponderExcluir