sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Em Recife começam as obras do BRT Norte-Sul

06/01/2012 - Secretaria das Cidades

“Está é uma obra muito importante para a população da Região Metropolitana Norte do Recife, pois irá diminuir significativamente o tempo de viagem na ida para o trabalho e na volta para a casa dos usuários. O nosso cálculo é que haja um ganho de tempo de 15 minutos por viagens. Isso nos fez ver que as pessoas terão ao longo de um ano dez dias fora de um ônibus. Isso reflete diretamente na qualidade de vida da população”. Foi com essas palavras que o governador do Estado, Eduardo Campos, deu o pontapé inicial nas obras do Corredor Exclusivo de Ônibus Norte-Sul. A intervenção, que tive início na manhã de sexta-feira (06), com a restauração, reforço e substituição das placas de concreto do canteiro central ao longo da BR-101 (Km 42 da BR-101 até o Km 47 da via, próximo a UPA de Cruz de Rebouças), também contou com a presença do secretário das Cidades, Danilo Cabral.

No total a Secretaria das Cidades irá investir R$ 151 milhões em todo o corredor que vai contar com 33 estações, indo do Terminal Integrado de Igarassu até o Terminal Integrado do Recife, no centro da Cidade, passando pela PE-15, pelo Complexo de Salgadinho e pela Avenida Cruz Cabugá. Será um percurso de 33,2 km que vai facilitar a vida de mais de 146 mil passageiros de ônibus que utilizam o trecho, sobretudo os usuários que utilizam os Terminais Integrados de Igarassu, Pelópidas Silveira e PE-15. Um viaduto e um elevado serão construídos nos Bultrins e outro elevado em Ouro Preto. A obra terá duração de 18 meses.

O Governador, Eduardo Campos, também pontuou que a Região Metropolitana do Recife passará a ter mais de 100 km de via exclusiva para o transporte público após a implantação dos corredores. “Esse projeto tem inspiração no Sistema de Transporte de Ônibus de Curitiba e de Bogotá, mas vale salientar que até 2014, teremos mais de 100 km de vias exclusivas para ônibus, o que significa um percentual bem maior do que temos em Bogotá”, reforçou.

O secretário das Cidades, Danilo Cabral, reforçou que além da construção do corredor Norte-Sul, o Governo do Estado tem investido em vários projetos de mobilidade para a RMR. “Iniciamos no final de dezembro as obras do corredor exclusivo de ônibus Leste-Oeste, também já iniciamos as obras do Ramal Cidade da Copa e já demos a ordem de serviço para o início das obras do Terminal Integrado Cosme e Damião. Essas obras ficarão prontas até 2014 e receberam investimentos do PAC da Copa. Estamos avançando nessas obras e queremos mudar o perfil do transporte público da RMR”, afirmou o secretário.

A construção do Corredor Norte-Sul está sendo executada pelas empresas consorciadas EMSA-ATERPA, ganhadoras da licitação. Para esse primeiro trecho, serão necessários cerca de R$ 6 milhões e 90 dias para conclusão.

O primeiro trecho irá refletir na alteração do ponto de parada de cinco linhas que utilizam o corredor exclusivo de ônibus da via. Ao todo, serão alterados os locais de 15 paradas no sentido Igarassu/Recife e 10 pontos de embarque e desembarque no sentido Recife/Igarassu. Todos os pontos desativados serão substituídas por paradas provisórias localizados nas calçadas ao longo da via. Um grupo de divulgação do Grande Recife Consórcio de Transporte estará no local durante uma semana distribuindo cartazes e informando as mudanças aos passageiros. Todos os ônibus que trafegam no local e as paradas também estão com cartazes informando sobre as mudanças.

As mudanças – As linhas 946-Igarassu (BR-101); 956-Igarassu (Bacurau); 964-Igarassu/Macaxeira; 967-Igarassu (Sítio Histórico) e 905-Igarassu/Paulista serão atingidas com a mudança (toda a programação segue abaixo).

Os divulgadores estarão ainda nos Terminais Integrados de Igarassu, Pelópidas Silveira e PE-15 distribuindo folhetos informativos sobre toda a operação. Os usuários podem ligar para a Central de Atendimento ao Cliente do Grande Recife Consórcio de Transporte, pelo telefone 0800 081 0158, ou fazer seus questionamentos pelo site www.granderecife.pe.gov.br.

Também faz parte do projeto de implantação do corredor Norte-Sul, a construção de quatro viadutos que vão cruzar a Avenida Agamenon Magalhães, entre a Ilha do Leite e o Parque Amorim: um na entrada para a Rosa e Silva (do Português/Mac Donald); um iniciando na Rui Barbosa, em frente ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral), e cruzando a Agamenon Magalhães até o Americano Batista; outro do Colégio Contato, na Dom Bosco, até o Hospital da Restauração e o último saindo da Paissandu e indo até o outro lado da pista, no canteiro central. O Estado estima que o investimento para construção dos Viadutos da Avenida Agamenon Magalhães seja de R$ 132 milhões. A obra está em processo de licitação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário