sábado, 28 de maio de 2011

Intervenções do PMU vão melhorar o sistema de transporte de João Pessoa

28/05/2011 - PB Agora


Faixas exclusivas para ônibus para implantação do BRTs (Bus Rapid Transit), a mudança de circulação de algumas vias, a criação de rotas alternativas, a construção de um grande terminal, no Varadouro, além de terminais nos bairros, e de um viaduto sobre a BR 230, ligando o bairro do Geisel a avenida Dois de Fevereiro, no Cristo, são algumas das intervenções que deverão ser realizadas em João Pessoa, a partir da aprovação do projeto de Mobilidade Urbana proposto pela Prefeitura Municipal ao Governo Federal, que será viabilizado com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

Com estas intervenções que permitirão maior fluidez para os transportes coletivos, aliada aos avanços que o sistema de transporte implantou nos últimos dez anos, a exemplo da Bilhetagem Eletrônica, Integrações Temporais e Metropolitanas, aquisição de ônibus articulados e ampliação de ônibus acessíveis, renovação de mais de 60% da frota, o sistema de transporte da capital ficará ainda mais dinâmico e eficiente.

Ônibus na Integração Varadouro

O projeto de Mobilidade Urbana da Prefeitura foi apresentado na última terça-feira (23) pelo prefeito Luciano Agra e o superintendente da STTrans, Nilton Pereira, a representantes do Ministério das Cidades, em Brasília. "Essa apresentação é uma exigência do Governo Federal que deve ser cumprida pelos gestores de todas as capitais que pleiteiam serem contempladas com os recursos do PAC", lembra o superintendente da STTrans.

João Pessoa é uma das 24 cidades brasileiras que está disputando recursos do PAC 2 para realização de obras no seu sistema viário, com o objetivo de melhorar a mobilidade urbana e reduzir os congestionamentos. A decisão do Governo federal sobre os projetos aprovados só sai no final de agosto. Em declarações a Imprensa, o prefeito Luciano Agra disse que "está confiante que esses recursos serão disponibilizados e que eles possibilitarão uma verdadeira revolução dos transportes da capital". 

Postado por Fortalbus

Nenhum comentário:

Postar um comentário