sexta-feira, 8 de abril de 2011

Prefeitura de Natal pleiteia mais um projeto de mobilidade urbana

08/04/2011 - Portal Copa 2014

Município pretende captar até R$ 150 mi do PAC 2 para intervenções em vias da cidade

A prefeita de Natal, Micarla de Sousa, e a secretária municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Elizabeth Thé, apresentaram ao Ministério das Cidades mais seis projetos de mobilidade urbana para a capital potiguar, uma das 12 sedes da Copa do Mundo de 2014.
 
A intenção do Executivo é garantir mais R$ 150 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento da Mobilidade Urbana –“Mobilidade Grandes Cidades”– para seis projetos em vias de acesso de Natal. 
 
Os novos projetos contemplam a concretagem da faixa exclusiva para ônibus, acessibilidade dos passeios, sinalização horizontal e vertical, melhoria dos abrigos de passageiros, implantação do projeto “via livre”, entre outros benefícios.
 
Segundo a Semob, serão beneficiados com a proposta os seguintes corredores: avenidas Bernardo Vieira, Salgado Filho, Hermes da Fonseca, Prudente de Morais, Amaro Barreto, Mário Negócio, Solange Nunes, Coronel Estevam, Rio Branco e Presidente Bandeira --todos localizados nas regiões sul e centro-sul da capital potiguar.
 
“Os projetos são de grande impacto e beneficiarão mais de 450 mil usuários de ônibus de Natal nos próximos anos. Nossa meta é interferir na melhoria de 31 km de extensão para corredores exclusivos de ônibus, o que vai proporcionar mais rapidez, conforto e segurança aos passageiros”, disse Elizabeth.
 
Esta semana, Natal já havia sido contemplada com recursos do governo federal, também do PAC 2, da ordem de R$ 130 milhões para a construção de um trecho de VLT (Veículos Leves sobre Trilhos). Se conseguir os recursos para os novos projetos, a capital potiguar terá garantido R$ 280 milhões do governo federal só para obras de transporte urbano.
 
Obras da Copa
Para as obras de transporte da Copa do Mundo, a prefeitura já tem garantidos R$ 300 milhões em financiamento federal, que vão servir para melhorar o acesso de vias que levam ao Estádio das Dunas, palco do Mundial. Outros R$ 38 milhões previstos para estas obras sairão dos cofres municipais. 
 
O primeiro lote de obras do chamado PAC da Copa, que conta com investimentos da ordem de R$ 138 milhões, está previsto para começar em junho. O trecho compreende a readequação do sistema viário e a execução de corredor de ônibus para interligar o bairro de Igapó (zona norte) ao Estádio das Dunas (zona centro-sul). 
 
Além dessas obras, também integram o pacote o complexo viário da Urbana, próximo à ponte de Igapó, no Rio Potengi, entre os bairros Nordeste e Quintas (até a Rua São José, no bairro de Lagoa Nova), investimentos em sinalização, melhorias no passeio público (aceso das calçadas) e a implantação de plataformas de embarque e desembarque. A empresa vencedora da licitação deste primeiro lote é a EIT.
 
Já as intervenções do segundo lote compreendem pontos estratégicos em vias do centro e do sul de Natal, todas no entorno ou nas proximidades do Estádio das Dunas. A licitação dessa etapa deve ficar pronta no segundo semestre.

Das 16 obras de mobilidade urbana previstas para Natal e Grande Natal até a Copa do Mundo de 2014, 11 são de responsabilidade da prefeitura e cinco têm a assinatura do governo estadual.

Novos projetos de mobilidade para Natal:

Corredor 1: Av. Bernardo Vieira
Concretagem da faixa exclusiva para ônibus; acessibilidade dos passeios; sinalização vertical e horizontal; melhoria dos abrigos para usuários do transporte público; obra de arte no cruzamento com a rua Xavier da Silveira; obra de arte no cruzamento com a avenida Coronel Estevam e linha férrea. Custo estimado: R$ 41.534.136,63
 
Corredor 2: Av. Salgado Filho / Av. Hermes da Fonseca
Criação de corredor de transporte público prioritário; concretagem da faixa prioritária; sinalização horizontal e vertical; acessibilidade dos passeios; implantação do Via Livre; implantação de abrigos para usuários do transporte público; obra de arte com a avenida Alexandrino de Alencar. Custo estimado: R$ 23.378.397,03.
 
Corredor 3: Av. Prudente de Morais
Criação de corredor de transporte público prioritário; concretagem da faixa prioritária; sinalização horizontal e vertical; acessibilidade dos passeios; implantação de abrigos para usuários do transporte público;  implantação do Via Livre; obra de arte com a rua Beira Canal; obra de arte com a avenida da Integração. Custo estimado: R$ 28.794.443,58.
 
Corredor 4: Av. Amaro Barreto e AV. Mário Negócio
Reestruturação dos trechos de corredor exclusivo para transporte público; concretagem da faixa prioritária; sinalização horizontal e vertical; acessibilidade dos passeios; implantação do Via Livre; implantação de abrigos para usuários do transporte público. Custo estimado: R$ 9.932.119,32.
 
Corredor 5:  R. Solange Nunes / Av. Coronel Estevam / Av. Rio Branco
Criação de faixas prioritária e exclusiva para o transporte público; concretagem da faixa prioritária; sinalização horizontal e vertical; acessibilidade dos passeios; implantação do Via Livre; implantação de abrigos para usuários do transporte público; obra de arte sobre a linha férrea no cruzamento com a rua Solange Nunes. Custo estimado: R$ 28.909.223,80.
 
Corredor 6: Av. Presidente Bandeira
Criação de faixa exclusiva para o transporte público; concretagem da faixa prioritária; sinalização horizontal e vertical; acessibilidade dos passeios; implantação do Via Livre; implantação de abrigos para usuários do transporte público; obra de arte no cruzamento com a avenida Jaguarari; relocação do camelódromo. Custo estimado: R$ 15.338.727,50.

Siga o Portal Copa 2014 no twitter: http://www.twitter.com/portalcopa2014
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário