sábado, 2 de outubro de 2010

Investimentos proporcionarão maior fluidez, qualidade e segurança

09/07/2010 - Grande Recife

Em 2014, o Brasil sediará, pela segunda vez em sua história, uma Copa do Mundo. Embora ainda faltem quatro anos para o início do campeonato, o Grande Recife Consórcio de Transporte já deu início aos preparativos para o evento. Com projetos prontos e investimentos garantidos, o órgão gestor do Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR) irá construir quatro corredores exclusivos de ônibus e um Terminal Integrado de ônibus para atender à Cidade da Copa.

A requalificação da BR-101 também será executada, somando-se aos projetos na área de mobilidade. A execução desta obra será de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Para garantir que os projetos voltados para o mundial de futebol saiam do papel, os governos estadual e federal estão investindo cerca de R$ 3,7 bilhões, incluindo recursos obtidos através do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), Caixa Econômica Federal (PAC da Copa) e tesouro estadual. Desse total, cerca de R$ 600 milhões estão garantidos para o setor de transporte. Ao Grande Recife, cabe a execução dos seguintes projetos: construção dos corredores Norte/Sul, Leste/Oeste e da Avenida Norte, além do Terminal de Integração da Cidade da Copa, no município de São Lourenço.

Projetos
O investimento para os projetos dos corredores Norte/Sul, Leste/Oeste e da Avenida Norte será de aproximadamente R$ 475 milhões. Os recursos serão aplicados para colocar em operação um equipamento de vias e faixas exclusivas e segregadas para o tráfego dos coletivos e implantação de estações de embarque/ desembarque modernas e adequadas aos padrões internacionais de mobilidade e segurança. Os três corredores irão possibilitar a criação de aproximadamente 63 quilômetros de vias exclusivas para o transporte coletivo. A expectativa é que o edital de licitação das obras dos corredores seja publicado em julho deste ano.

Uma atenção especial também será dada aos trechos da RMR cortados por rodovias federais. O primeiro diz respeito à requalificação da BR-101 - que será executada pelo DNIT, com a construção de uma faixa exclusiva para ônibus que terá início em Abreu e Lima, seguindo pelo município de Paulista, passando pela Macaxeira e chegando à cidade de Jaboatão dos Guararapes. A previsão é de que a obra seja concluída em 2012.

A BR-408, um dos principais eixos de ligação com o município de São Preparativos para a Copa de 2014 Investimentos proporcionarão maior fluidez, qualidade e segurança para o transporte público Lourenço da Mata, onde será construída a Cidade da Copa, também ganhará atenção especial. Lá será implantado um corredor exclusivo de ônibus, nos moldes do Transporte Rápido por Ônibus (TRO), projeto semelhante ao dos corredores Norte/ Sul, Leste/Oeste e da Avenida Norte. Orçado em cerca de R$ 99 milhões, o equipamento irá permitir a ligação entre a Avenida Caxangá e a BR-408.

Para que os torcedores possam chegar o mais próximo possível do local do evento, o Grande Recife irá construir o Terminal de Integração Cidade da Copa - Cosme Damião, que será interligado a uma estação do metrô - que também será erguido dentro do pacote de obras de infra-estrutura para a Copa. O projeto para a construção do complexo está sendo planejado e a previsão de conclusão da obra é 2012. O investimento para a construção do terminal é de R$ 16 milhões.Estrutura

Para o secretário das Cidades e presidente do Grande Recife, Dilson Peixoto, a estrutura planejada vai oferecer conforto e segurança para moradores, visitantes e turistas. “Estamos pensando na mobilidade das pessoas. Os usuários terão à disposição um serviço com equipamentos que permitirão o pagamento das tarifas nas estações, agilizando o processo de embarque. O piso das estações será elevado, possibilitando o embarque no mesmo nível da entrada dos coletivos”, ressaltou.

[Image]Na visão do governador Eduardo Campos, os investimentos trarão uma mudança radical em relação ao modelo atual. “A Copa do Mundo deixará um legado de modernidade e melhorias significativas para o sistema de transporte da Região Metropolitana do Recife”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário